Dicas de Viagem

Como tirar o visto americano para bebê

A primeira viagem internacional do nosso mascote Miguel está chegando e estamos com tudo pronto pra começar esta aventura. O motivo não podia ser mais feliz: ele vai ganhar um priminho, e nós vamos junto com a titia e a vovó para os EUA fazer o enxoval!

Há um tempinho postei aqui sobre como tirar passaporte de bebê e sobre a saga que foi tirar foto para passaporte de um bebêzinho mínimo em casa, e agora, para completar a série, este post vai para ajudar quem precisa tirar o visto americano para um bebê.

O processo do visto americano

Toda pessoa que entra nos Estados Unidos precisa de visto, não importa se ela tem um mês ou 100 anos. E o processo de solicitação do visto é o mesmo para todos, com pequenas diferenças. São basicamente quatro etapas:

  1. Preenchimento do formulário do visto (DS-160), através do site https://ceac.state.gov/GenNIV/Default.aspx
  2. Com o DS-160 preenchido, é feito o cadastramento no site, pagamento da taxa, solicitação de visto e agendamento, tudo no site https://ais.usvisa-info.com/pt-br/niv
  3. Comparecimento ao Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV) e
  4. Comparecimento ao Consulado Americano, para entrevista

No caso de menores de 16 anos, que os pais já tenham visto (e por isso o visto do menor é solicitado sozinho), não existe a etapa de entrevista e o próprio sistema já te manda ir só no CASV entregar só os documentos e esperar o resultado do visto. Embora seja raro, eles podem negar o visto, então é preciso esperar mesmo o prazo para saber no que deu, ou acompanhar o status pelo site. Eles dão a opção de pagar pela entrega em casa pelos correios – que você define e paga quando faz o agendamento -, ou então de retirar o passaporte lá no CASV mesmo.

O preenchimento do DS-160

O preenchimento é bem simples e auto-explicativo, mas achei importante só pontuar alguns itens, que você pode ter dúvida no caminho:

  • Em “Passport Book Number”, ticar o box “Does not apply”, já que isso não se aplica aos passaportes brasileiros,
  • É importante incluir um endereço de onde – e o bebê, no caso – você ficará nos EUA. O indicado é colocar o endereço e nome do hotel em que você vai se hospedar. Mesmo se ainda não tiver definido o hotel, faça uma busca, escolha um e inclua os dados).
  • No momento de dar um contato de uma pessoa ou organização nos EUA, indique o mesmo hotel já fornecido.

Pagamento da taxa e agendamento

Depois de preencher o DS-160, é só entrar na página de solicitação do visto, clicar em “Inicie sua solicitação” e seguir os passos, que são bem simples e auto-explicativos também. Se o pagamento for realizado no cartão de crédito já é possível escolher fazer o agendamento na hora, se a opção for pagar no boleto, é preciso entrar novamente alguns dias depois, quando eles reconhecerem o pagamento. A taxa custa atualmente 160 dólares e o próprio site faz a conversão para a cotação do dia. O valor cobrado no cartão de crédito já vem em real, o que é legal porque não ficamos reféns da variação do câmbio.

Com o código do formulário DS-160 e a taxa paga, é só fazer o agendamento para levar os documentos no Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV), o que no caso dos bebês é a última etapa do processo, já que eles são liberados da entrevista.

Como é o dia do agendamento no CASV

No dia marcado, o bebê não precisa estar presente, basta que um dos pais compareça ao endereço indicado com os seguintes documentos:

  • Passaporte do bebê válido
  • Passaporte anterior válido, se existir
  • Página de confirmação do DS-160 impressa
  • Página com as informações de agendamento impressa
  • Uma foto 5×7 do bebê tirada há no máximo 6 meses (tirei o visto do Miguel quando ele tinha 8 meses e a foto foi a mesma que usei no passaporte, quando ele tinha 2 meses e meio)
  • Opcional: cópia do visto dos pais. Apesar de não ser necessário, muita gente tira cópia e entrega junto dos documentos do bebê. Como hoje é tudo no computador, perguntei lá se deveria tirar uma cópia para entregar e me informaram que não era necessário. De todo modo, como tem gente que faz isso, e acho que deve mesmo facilitar, achei legal colocar aqui, apesar de não ser uma exigência e nem “necessário” como me informaram lá.

Não é necessário levar a certidão de nascimento do bebê. Eu levei porque fiquei com medo de precisar comprovar que ele era mesmo meu filho, mas nem quiseram olhar.

Sobre a foto 5×7, normalmente a foto é tirada lá mesmo no CASV, mas no caso de bebês e crianças menores de 2 anos eles pedem que a foto seja levada impressa. Fiz um post sobre como tirar esta foto do bebê em casa, que serve também para o visto, mas é importante ficar ligado nas instruções que eles dão no próprio site deles. A foto do Miguel passou sem problema nenhum, mas vi uma mulher que estava indo lá pela terceira vez com uma foto impressa e quase chorando, implorando que aceitassem. Coitada!      

Apesar de ser com horário marcado, lá tem sempre uma filinha, mas anda bem rápido. Se você decidir levar o bebê, pode ter a vantagem de cortar fila, porque mesmo com horário marcado eles dão prioridade. Depois é só mostrar os documentos e pronto.

Pegando o visto

Eu escolhi a opção de receber o passaporte em casa. Mesmo pagando R$ 31,00 pela entrega, achei que valeria a pena, já que o CASV, onde é também o lugar de retirada do passaporte, fica um pouco longe da minha casa e em um lugar chato de estacionar. Mas achei ótimo pagar para receber no conforto do meu lar. O prazo para entrega em casa é de 10 dias úteis depois do dia do agendamento (ou, para quem fez entrevista, do dia da entrevista) e 8 dias úteis depois o passaporte do Miguel chegou direitinho pelo correio com o visto válido por 10 anos. Lá no dia dos agendamento me disseram que devolveriam a foto 5×7 que entreguei junto do passaporte, mas acho que gostaram do Miguel, porque não me devolveram. haha

visto americano bebe
Miguel recebendo seu visto \o/
visto americano bebe
“Esse sou eu?” – Miguel decepcionado quando viu que a foto era dele com 2 meses 😉

Então foi isso. Um pouco trabalhoso, mas super simples e auto-explicativo o processo de solicitação do visto americano para um bebê. Espero que eu tenha conseguido ajudar, e que este visto abra muitas possibilidades de viagens com bebês. O Miguel aqui já está prontinho e doido pra sua primeira viagem internacional. Na volta a gente conta tudo por aqui!


Confira outros posts de viagens com bebês:

Como tirar passaporte de bebê

Como tirar foto de passaporte de bebê em casa


 


 

 

Comentários

Tags:

4 comentários

  1. O passaporte do meu bebê é válido até setembro e vamos solicitar o visto agora… vc sabe se tem que ser válido por 6 meses? Será que renovo antes de preencher a DS?

  2. boa tarde , minha filha tem 1 ano e 6 meses e nao tem RG e necessario tirar para solicitar o visto /

    1. Mariana Yusim

      Oi Carlos, o Miguel também não tinha RG. Para solicitar o visto americano o documento necessário é o passaporte mesmo. 🙂
      Um Beijo e boa viagem pra vocês!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *