Trilha do Morro das Andorinhas: Melhor trilha de Niterói para ir com criança

1
viajadora trilha morro das andorinhas com criança niteroi itacoatiara

Já contamos aqui tudo sobre Itacoatiara, a praia mais bonita do Rio de Janeiro—nossa queridinha—e também sobre como amamos fazer a trilha do Costão, lá perto da praia. Mas apesar de morar em Niterói e frequentar Itacoatiara a vida inteira, só recentemente conheci a trilha que mostra a praia de cima: a trilha do Morro das Andorinhas. É uma trilha fácil e excelente para se fazer com crianças, por ser bem curtinha e leve. Não à toa foi a primeira em que levamos o Miguel, quando ele tinha seis meses.

No início da pandemia a trilha do Morro das Andorinhas teve seu acesso fechado por um tempo e, agora, nos dias em que costumava ficar mais cheia, como finais de semana ensolarados, a guarda municipal ainda monitora e limita o acesso. Mas com a cidade entrando no “novo normal” e a situação da Covid-19 relativamente controlada — estamos no estágio 2— resolvemos aproveitar que alugamos um apartamento na região oceânica para passar a quarentena e dar um pulinho lá. Neste post conto todos os detalhes para quem quer fazer o mesmo, durante ou depois que tudo isso passar: 

trilha morro das andorinhas viajadora
A foto clássica lá do alto: Miguel e sua primeira trilha <3

Onde fica a Trilha do Morro das Andorinhas

O morro das Andorinhas fica em Itaipu e separa a praia de Itaipu da de Itacoatiara. Chegar na entrada da trilha é super fácil, e o endereço que te deixa na “porta” de entrada para a subida é Rua da Amizade, 800, Itaipu, Niterói – RJ. É só colocar em qualquer aplicativo de trânsito, como o Waze ou Google Maps, que você chega lá sem erro. Para quem é de Niterói, é mais fácil dizer que a entrada fica na rua que sobe à direita da Igreja São Sebastião de Itaipu, aquela branquinha perto da praia.

mapa morro das andorinhas em niteroi

Para quem vai de carro, é possível estacionar na própria rua da entrada da trilha — nas duas vezes que fomos conseguimos parar na porta. É claro que aqui vale reforçar que quanto mais cedo você chegar, mais fácil será conseguir vaga. 

Também é possível ir de ônibus e saltar perto da praia de Itaipu, no ponto próximo à igreja, e andar cerca de 400m até a entrada. 

Talvez a opção mais tranquila — mas também mais cara — para quem vem do Rio sem carro seja ir de Uber ou taxi. Simule o valor antes, mas pelo que vi o preço gira em torno de R$60 reais de Copacabana até Itaipu. 

A Trilha do Morro das Andorinhas

A trilha é dividida em duas etapas. A primeira tem cerca de 1km de extensão e sobe 140 metros até o topo do Morro e dura cerca de 25 minutos, e a segunda etapa, de 1,5km, leva até a pontinha do Morro, perto da água, em aproximadamente 45 minutos de caminhada.

Nós só fizemos a primeira etapa da trilha, assim como a maioria das pessoas, e este post é sobre ela. A segunda etapa é mais longa, mais difícil e tem a mata bem fechada, então não é recomendado que se faça com crianças. De qualquer forma, parece ser bem legal, e se você quiser saber mais, pode dar uma olhada neste post do Trilhas e Aventuras.

A trilha começa com uma subida cimentada e tem até uma escadinha. Existem casas no primeiro trecho e algumas famílias moram por ali. Apesar de um pouco íngreme, a subida é tranquila e ótima para crianças um pouco maiores fazerem andando. O caminho se transforma rapidamente em chão de terra e fica assim até o trecho em que a trilha fecha e segue por um caminho dentro da mata que, apesar de não sinalizado, é bem demarcado e não oferece grandes dificuldades.

entrada trilha morro das andorinhas niteroi
A entrada da trilha do Morro das Andorinhas
A trilha é bem tranquila para as crianças fazerem andando
Mas tem hora que pedem arrego e o santo ergobaby vem salvando desde sempre 🙂
O caminho é todo bem fácil de seguir, mesmo sem muita sinalização

Quase no final, a trilha do Morro das Andorinhas se divide em três caminhos:

  • O da esquerda leva a uma primeira vista da praia de Itacoatiara,
  • Indo reto, se chega ao ponto mais famoso e com a maravilhosa vista total da praia de Itacoatiara 
vista trilha morro das andorinhas itacoatiara
Seguindo reto na trilha chegamos nesta belezura de mirante
  • Seguindo à direita, se chega a um mirante com uma vista linda das praias de Itaipu, Camboinhas e Piratininga, além das Lagoas de Itaipu e Piratininga. E ainda uma vista linda do Rio de Janeiro, com a Pedra da Gávea, o Morro Dois Irmãos, o Cristo Redentor e até o Pão de Açúcar. 
vista panoramica morro das andorinhas lado direito
Vista panorâmica
O Rio láá no fundo
:)
🙂
Foto nos 2 minutos que durou sentado haha

Como é fazer a Trilha do Morro das Andorinhas com crianças

Muitas famílias com crianças de todas as idades fazem a trilha. Por ser curta, ela é perfeita para crianças maiores, que conseguem andar o caminho todo, e também ótima para levar crianças menores e bebês, por não ser muito cansativo levar a criança nas costas. Nas duas vezes que fomos, o Miguel foi nas costas: quando ele tinha seis meses foi em uma mochila própria para trilhas, e agora, com três anos e dois meses usamos o Ergobaby, no ponto em que ele cansou de caminhar. 

No trecho de mata mais densa encontramos micos nas duas vezes, e eles são sempre sucesso com as crianças!

Outro ponto bom desta trilha, diferente da do Costão, é que quase todo o trajeto é na sombra. De qualquer forma, com criança, começar cedo é sempre melhor para não pegar o sol à pino quando chegar lá no alto, onde não tem sombra, e aproveitar mais tempo apreciando a vista.

vista de itacoatiara morro das andorinhas com bebe
Nos tempos de aglomeração e tranquilidade: lanchinho lá no alto apreciando a vista. (E a mochila que usamos muito em trilhas quando ele era menor)

O que levar?

Por ser uma trilha curta e leve, tem gente que sobe até de chinelo, mas nós recomendamos ir de tênis, principalmente se for carregar uma criança no colo. É importante levar repelente, protetor solar, boné e água, e como adoramos sentar e aproveitar a vista, também levamos sempre comidinhas para comer lá no alto — até porque, com criança é sempre bom ter algo para beliscar, como uma fruta. 

Como foi fazer a trilha durante a pandemia da Covid-19

Fizemos a trilha em um momento em que a cidade já estava reaberta há algumas semanas reaberta e adaptada ao “novo normal”. O acesso às praias é permitido por enquanto apenas para a prática de esportes individuais até às 12h30 no período da manhã e a partir das 16h. Nada foi mencionado quanto à proibição do uso das trilhas, e apesar de alguns parques terem sido reabertos (como o Parque da Cidade), soubemos que nos finais de semana a guarda municipal estava barrando a entrada das pessoas a partir de determinado momento. Não encontramos informações oficiais da prefeitura sobre a permissão ou não de uso da trilha, mas, como durante a semana o movimento é mais baixo, acreditamos que eles estivessem permitindo e resolvemos ir até lá conferir. E deu certo! A trilha do Costão, por outro lado, tem controle de entrada e permanece fechada até o momento. 

Sem máscara só para a foto final 🙂

Fizemos a trilha em uma manhã de sexta feira, e de maneira geral achamos que estava mais cheia do que achávamos que encontraríamos: cruzamos com três grupos ao longo do percurso. Salvo poucas exceções, as pessoas estavam de máscara, principalmente ao cruzar com as outras, e lá no topo todos respeitavam o distanciamento, principalmente quando estavam sem máscara. 

Para quem quiser ir lá, vale a pena tentar chegar bem cedo, para evitar uma maior concentração de pessoas. Se for possível, fazer a trilha durante a semana é o ideal, tanto para evitar cruzar com muitos grupos, quanto para evitar encontrar a trilha fechada. Também vale dar uma olhada nas informações oficiais da prefeitura de Niteroi em busca de informações oficiais (infelizmente nós não encontramos nada quando procuramos antes de fazer).

Comentários

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui