HavaíPelo Mundo

Roadtrip em Oahu, Havaí: Conhecendo Pipeline, Waimea e outras praias lendárias do North Shore

Alugar um New Beatle na ilha de Oahu, no Havaí

Sabe quando você conhece um lugar tão, mas tão incrível, que quase não parece que é verdade? Pois é, foi bem o que senti quando visitei as ilhas do Havaí e, principalmente, a região do North Shore da ilha de Oahu, a mais famosa do estado.

Quando eu era pequena adorava os filmes de surf que se passavam no Havaí, e os nomes de praias como Pipeline, Waimea e Sunset sempre existiram na minha imaginação como lugares mágicos. Por causa disso, meu medo de chegar lá e me decepcionar era quase tão grande quanto a vontade de ir. Mas – ufa! – quando finalmente fui, não só não me decepcionei, como me impressionei, me apaixonei e agora sonho acordada com o dia em que vou me mudar para lá e ter uma horta, uma cabra e um galinheiro para vender saladas e lanches para o pessoal durante a alta temporada de surfe. (E sim, estou falando sério! haha)

Roteiro Havaí: saindo de Honolulu

De todas as sete ilhas havaianas, a ilha de Oahu, que abriga a capital do Havaí, Honolulu, é a mais popular, não só pelo fato de ter a melhor infraestrutura turística como, também, por sediar o aeroporto que recebe voos de todos os lugares do mundo. Mas enquanto a capital é um balneário cosmopolita com lojas de grife, restaurantes e resorts sofisticados, após apenas 50 minutos de viagem de carro se chega ao North Shore, um paraíso que, apesar de mundialmente conhecido por causa dos campeonatos de surfe, ainda mantém o clima idílico e aconchegante de vilazinha praiana que a gente imaginou quando assistiu ao filme Surf no Havaí tantas vezes quando criança.

Justamente pelo fato de o tempo de viagem ser tão curto entre um ponto e outro, muita gente costuma fazer um bate e volta saindo cedinho de Honolulu para conhecer as praias do North Shore e depois dormir no conforto dos resorts da capital. Isso é perfeitamente possível, mas nós preferimos dormir uma noite em um albergue por lá para ter mais tempo de ver tudo e conhecer as praias com calma. E foi o que fizemos, em um percurso calmo pelas estradas tranquilas, com tempo suficiente para parar e curtir cada praia ou paisagem bonita pelo caminho. Para quem gosta de acordar cedo, o ideal é sair um pouco antes do sol nascer, para ver o dia amanhecer na estrada ou em alguma das praias.

Existem duas opções de caminhos para chegar até o North Shore, uma passando pelo centro da ilha e indo direto para Haleiwa, a cidadezinha mítica do North Shore, passando pelas rodovias H1 e H2; e outra pela Pali Highway, no sentido Kaneohe, entrando depois na Kamehameha highway, para ir parando nas praias. Nós optamos por fazer o primeiro caminho para ir e o segundo para voltar, assim poderíamos ver o máximo da paisagem, explorando o Havaí ainda mais. As estradas são muito bem sinalizadas e é uma delícia viajar por elas com uma trilha sonora escolhida no capricho para combinar com a situação.

mapa de north shore oahu roteiro havaí
O mapinha com as principais atrações do North Shore. São muitas praias, mirantes e paisagens lindas… tem que ir com calma parando em todos os lugares (fonte: oahunorthshoremap.com)
New Beatle alugado com montanhas do Havaí ao fundo
Nosso New Beatle alugado descansando em uma das muitas e deslumbrantes paradas pelo caminho. Essas montanhas do Havaí são uma coisa de lindas!

Quando ir conhecer o North Shore

Antes de continuar, é importante destacar que, se tem um lugar onde a viagem é totalmente influenciada pela época do ano em que se escolhe ir, esse lugar é o Havaí. Nossa viagem aconteceu na baixa temporada, em abril, depois que a época de surfe passou e levou consigo as ondas gigantes. Pegamos um calorzinho gostoso e praias tão calmas, que nem de longe pareciam as mesmas dos campeonatos, e isso para mim foi ótimo, porque o que eu gosto mesmo é de ficar boiando na água de bobeira, fazendo snorkel e relaxando no mar.  Se é isso que você quer, pode ir tranquilo na primavera e no verão, entre abril e agosto.

Já se o seu negócio for ver as ondas ou surfar, aí é preciso ir entre novembro e março, quando é o inverno havaiano, as ondas épicas surgem e o North Shore fica lotado de surfistas para os campeonatos (e tudo fica bem mais caro também).

Dito isso, agora podemos falar das praias mansinhas onde a gente se esbaldou e curtiu até não poder mais.

Roteiro Havaí North Shore
Fazer uma roadtrip pelo North Shore é se preparar para ver uma sequência de paisagens inesquecíveis! Dá vontade de parar e fotografar a cada cem metros 🙂

Praias do Havaí: Parando de praia em praia…

Como dormiríamos nos arredores de Haleiwa, deixamos para conhecer a vila no entardecer, depois das praias. E aí seguimos direto no sentido norte pela Kamehameha Highway, a única (e apertadinha e linda) estrada que liga todas as praias do North Shore.

praia do havaí Turtle Beach North Shore Roteiro Havaí
Primeira do caminho, a Turtle Beach e suas águas muito claras e calminhas

A primeira parada foi na Turtle Beach, uma baía tranquila onde as tartarugas vão tomar sol na areia. De lá, meu coração acelerou quando chegamos em Waimea Bay, uma das praias lendárias da região. Mas que estava tão, mas tão calma, que nem parecia a mesma. E eu adorei, foi a minha favorita: água com temperatura excelente, clarinha e muito boa para quem gosta de mergulhar com snorkel e fazer stand-up paddle. Logo do outro lado da rua fica o Waimea Falls, um parque lindo que tem várias opções de trilhas e uma cachoeira que vale visitar.

A entrada de Waimea Bay Havaí
A entrada de Waimea Bay… uma coisa boa é que todas as praias do Havaí são Beach Parks, super organizadas, com banheiro limpo, chuveiro e bebedouro. Tipo Ipanema no verão, sabe?
Waimea Beach, Havaí, vista da estrada
Waimea Beach vista da estrada. Dá pra imaginar que esse mar tão calminho…
surfando north shore of Oahu, Hawaii
… chega a ter ondas de 10m no inverno? :O (fonte: seandavey.com)

Em seguida surgem as praias de Three Tables e Shark´s Cove, points famosos de mergulho com cilindro e snorkel no verão, mas impraticáveis no inverno por sua correnteza e ondas muito fortes.

praia do Havaí mergulho com snorkel em Shark's Cove
Paradinha para mergulho com snorkel em Shark´s Cove

E logo depois… tcharãm! A praia de Banzai Pipeline, saindo da nossa imaginação para se tornar realidade bem do jeitinho que eu imaginei. Ela tem esse nome pelo fato de suas ondas formarem tubos tão perfeitos como aquelas manilhas de obras (ou pipes, em inglês). Na baixa temporada não tinham essas ondas gigantes, mas essa foi a única praia que eu não tive coragem de entrar mesmo assim, por causa da correnteza e das ondas mixurucas (que mesmo pequenas eram grandes demais para mim! haha), e tinham até alguns surfistas. Essa é a praia em que eles ficam mais próximos da areia (e por isso mais visíveis), e na beiradinha da rua estão as casas de algumas personalidades famosas do Havaí. Ali perto também tem uma placa de madeira com os nomes de todos os campões do lendário campeonato Pipeline Masters desde o começo… e do outro lado, o nome dos surfistas que morreram em Pipeline, que é para ninguém esquecer que surfar lá não é brincadeira.

praia no havaí Pipeline
Pipeline na primavera nem parece tão braba assim!
viajadoras na praia de pipeline no havaí
Êeee, olha a gente lá! hahaha
Uma das entradas da praia de Pipeline
Em uma das entradas da praia de Pipeline. Essa é a minha foto favorita dessa viagem, porque acho que tem a cara da leveza ensolarada do Havaí. Eu estava tão feliz de estar lá, o clima é demais!

Depois de muito perambular, fotografar, paquerar olhar e curtir em Pipeline, seguimos para Sunset Beach, outra praia muito famosa e linda, que é mais aberta, com uma faixa de areia maior e melhor para quem quiser se estender e pegar um bronzeado.

Eu e Lis em Sunset Beach
Eu e Lis em Sunset Beach

De lá seguimos para Haleiwa, onde almoçamos e, depois, na altura do Haleiwa Beach Park, vimos um por do sol alucinante, tão intenso e colorido que parecia coisa de filme de ficção. Um final perfeito para um dia de praia perfeito.

por do sol em Haleiwa Beach Park no havaí
O singelo por do sol nos arredores no Haleiwa Beach Park <3

A cidadezinha de Haleiwa – tão fofa que parece cenário de filme

A vilazinha de Haleiwa tem esse nome por causa de um antigo resort construído lá há mais de um século. O empreendimento acabou, mas a vilazinha que cresceu em seu entorno adotou o nome. E qualquer semelhança com um resort de luxo para por aí: a cidade tem só umas seis ruas e um pequeno comércio feito de lojinhas de artesanato, agências de turismo, lanchonetes e sorveterias. Um lugar muito fofo, com uma vibe tão gostosa que não dá vontade de ir embora.

Haleiwa é o epicentro do surfe mundial no inverno, e de lá dá para ir andando para Pipeline, Sunset Beach, Waimea e a maioria das praias dos arredores. Fiquei só imaginando a quantidade de gente linda que não deve ter naquele lugar em época de campeonato! Haha De lá dá para alugar uma bicicleta para passear pelos arredores, alugar pranchas de stand-up paddle, contratar passeios de barco e excursões de mergulho e até saltos de paraquedas. O que não falta é coisa para fazer no North Shore.

surfando com cachorro no havaí
Em Haleiwa você pode, por exemplo, alugar uma prancha e passear de SUP, que nem esse cara da foto e seu amigo…
prato com camarão e frutos do mar
… se empanturrar com as muitas opções de pratos de camarão fresquinho dos vários food trucks de frutos do mar que fazem ponto nos arredores da cidade (um clássico havaino!). Esse camarão da foto era temperado com leite de coco e estava apenas de-li-ci-o-so!
McDonald's no Havaí
… ou até ir comer no McDonald´s of Haleiwa, que ainda tem uma cara de construção dos anos 50 e é uma gracinha, a cara do espírito ensolarado da cidadezinha. Comprei um milshake só pra entrar lá! haha

E um passeio legal que nós fizemos ali nos arredores de Haleiwa e que eu recomendo é a visita à Dole Plantation, a plantação de abacaxis da empresa que abastece os EUA e o Canadá com frutas. Muita gente nunca viu um pé de abacaxi antes, então é uma boa oportunidade, além do fato de que lá tem várias atrações, principalmente para quem vai com crianças, como um labirinto, um trenzinho e uma loja de souvenires e vários produtos feitos com a fruta.

A entrada da fazenda da Dole Plantation
A entrada da fazenda da Dole Plantation é no estilo das fazendas antigas e muito bonita. O passeio é bem interessante para ver um outro lado do Havaí que vai além das praias, apesar de o passeio ser beeem turístico também

Onde dormir em Haleiwa

Se você é fresco do tipo que não abre mão do conforto, o melhor é voltar para dormir em Honolulu ou se hospedar no Turtle Bay Resort , o único hotel mais sofisticado do North Shore.

turtle bay resort
Foto: booking.com

Mas se não ligar de dormir em um lugar um pouco mais bagunçado, mas bem mais barato e pertinho do centro de Haleiwa, pode ficar em algum dos poucos hostels da região.

Nós ficamos no Backpackers Vacation Inn and Plantation Village, um dos mais conhecidos de lá, que fica bem em frente à Three Tables Beach (também conhecida como Pupukea Beach Marine Sanctuary), uma localização excelente. O hostel é composto por uma casa principal e nove casinhas com dois ou três quartos, cozinha, banheiro compartilhado e uma salinha com televisão. As casas são tosquinhas e meio zoneadas, mas ficam em um lugar bem bonito, em meio a muitas plantas e com um clima muito legal. E tem uma área comum com churrasqueira onde o povo socializa. Ah, e o hostel aluga bicicletas bem baratas e o pessoal de lá tem boa vontade para ajudar e dar informações.

backpakers vacation inn
As  nove casinhas têm essa cara bem simpática (Foto: booking.com)
backpacker vacation 3
E os quartos, simples mas decentes (Foto: booking.com)
Cervejas havaíanas Big Wave e Longboard
Com cara de maluca na cozinha zoadinha da cabana que dividimos com três americanos no hostel. Segurando as deliciosas cervejas Big Wave e Longboard, produção havaiana e maravilhosa

E é sempre bom lembrar que nós não reservamos a diária lá, mas fomos fora de temporada e mesmo assim quase não conseguimos vaga. Como são poucos hostels, imagino ser fundamental fazer reservas durante o inverno.

Vista da Three Tables Beach (ou Pupukea, na língua nativa)
Vista da Three Tables Beach (ou Pupukea, na língua nativa), a praia em frente ao hostel. Até que dá pro gasto, né?

Havaí: Como passeiar pelo North Shore

Nós alugamos um carro e gastamos, no total, um tanque de gasolina durante os três dias que ficamos em Oahu. Bem tranquilo, acredito que essa é a melhor opção mesmo. Mas quem não quiser alugar carro pode se arriscar a usar os ônibus da região, que passam em horários incertos e demoram bastante. Nada que um pouco de paciência e um pouco do “Aloha spirit” não ajudem a superar.  🙂


-> Vai viajar e também vai precisar alugar um carro? Pesquise aqui o melhor preço.


-> Se quiser outras opções de hotéis e albergues próximos à Haleiwa, confira aqui.

-> Se quiser hotéis e albergues em Waikiki, confira as opções aqui.


 

Comentários

Tags:

Um comentário

  1. […] Roadtrip em Oahu, Havaí: Conhecendo Pipeline, Waimea e outras praias lendárias do North Shore […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *