Estudo e TrabalhoVida no Canadá

Passo a passo para fazer college no Canadá: Como se matricular e tirar o visto de estudante

Estudar no Canadá Langara College Viajadora

Uma das coisas que dão mais ansiedade quando a gente começa a se organizar para fazer college no Canadá é entender e dar andamento a todo o processo de escolher o curso, providenciar a documentação, fazer a matrícula e tirar o visto depois. É tanto detalhe que todo mundo fica perdido, o que eu percebo pela quantidade de e-mails que recebemos com dúvidas dos leitores. Foi por isso que resolvi fazer este post, para explicar o passo a passo do processo e ajudar quem estiver querendo começar essa saga.

College no Canadá: PASSO 1 – Pensar no que fazer

Antes de começar o processo, você tem que parar e fazer uma reflexão sobre:

  • O que quer estudar (esse é, aliás, o melhor momento para decidir mudar de carreira, se for o caso)
  • Que tipo de curso deseja fazer (se faculdade normal, pós-graduação, doutorado…)
  • Quais regiões do Canadá oferecem mais oportunidades para essa área de estudo/trabalho
  • Em que tipo de lugar gostaria de morar (cidade grande ou pequena; custo de vida; se não liga de passar frio ou prefere um lugar mais quente como Vancouver, etc)
  • Seu objetivo com o curso (se só pegar um certificado mesmo e voltar para o Brasil ou trabalhar aqui e tentar imigrar depois)
  • Quanto de dinheiro tem para investir e se manter no Canadá durante o curso (porque por mais que você possa trabalhar 20h por semana, provavelmente vai precisar de mais dinheiro do que isso para viver em cidades mais caras, como Vancouver e Toronto)
  • Como fará o pagamento.

OBS: Sobre o tipo de curso, percebo que muita gente tem dúvida em relação à diferença entre college e university. College não é necessariamente um curso normal de graduação de faculdade e nem inferior. Quando o aluno se forma no ensino médio aqui, ele pode decidir se entra em uma university ou em um college. A diferença é que os cursos universitários são voltados para quem quer seguir na área acadêmica, enquanto os dos colleges (também conhecidos como Diplomas) são mais técnicos e voltados para o mercado de trabalho, assim como mais curtos, com duração de um a três anos. Nas universities os cursos costumam ter quatro anos de duração e a pessoa recebe o título de bacharel, um esquema menos “mão na massa” e mais parecido com o do Brasil. Mas é possível, inclusive, fazer pós-graduação totalmente voltada para o mercado de trabalho em um college, como é o caso do curso que estou fazendo na Langara College.

CUSTO DESTA ETAPA: Só a sua boa vontade e paciência para fazer as pesquisas.

College no Canadá: PASSO 2 – Pesquisar as opções

Depois de decidir o tipo de curso que quer, onde deseja morar e quanto pode pagar, é hora de começar a buscar as opções de cursos próximos à região onde você quer ficar. Quanto mais flexível for sobre em que cidade morar, mais opções de cursos vai ter, claro.

Na internet existe uma infinidade de listas de organizações canadenses com os principais colleges e universidades, vale dar uma pesquisada e ir se familiarizando. É legal pesquisar em fóruns de educação no Canadá e na rede social de perguntas e respostas Quora (melhor ferramenta na minha opinião, vale pesquisar e aprender a usar). Você precisa ver, inclusive, se um determinado college que está considerando está na lista da imigração no Canadá e se o curso vai te dar direito à permissão para ficar aqui trabalhando por um tempo depois (o “postgraduate work permit”). Essa pesquisa é a parte mais chata, mas é algo que você precisa fazer e, possivelmente, vai determinar o seu futuro.

Depois que tiver uma boa ideia dos cursos disponíveis e dos vistos aos quais eles dão direito, é hora de começar a ver na parte de “International Students” como se matricular. É nessa hora que o bicho pega: a maioria dos sites das faculdades é bem complicada, as informações para estudantes internacionais são bagunçadas e você provavelmente vai precisar trocar uma série de e-mails com o pessoal do departamento internacional para se orientar sobre o que precisa fazer. Não é nada impossível, mas é trabalhoso e chato.

Minha dica para quem não quer ter tanto trabalho assim é procurar uma agência de intercâmbio especializada em mandar pessoas para o Canadá. Muita gente acha que vai sair mais caro, mas a verdade é que o pagamento delas vem da comissão que ganham das instituições de ensino canadenses por mandar alunos para lá, então você só vai arcar com os gastos da matrícula mesmo e, possivelmente, com o valor de uma consulta inicial com a pessoa da agência (entre US$ 50 e 100), quando você vai ter a oportunidade de tirar todas as suas dúvidas (que costumam ser muitas, aliás) sobre o curso, o visto e a vida no Canadá.

Além de todo o suporte e consultoria inicial, depois de você decidir onde quer estudar, a agência também é responsável por fazer a matrícula, eles te ajudam com a questão do envio dos primeiros pagamentos para o college, a documentação e o visto de estudo. Eu comecei a ver o processo todo sozinha e depois decidi fazer com agência, achei uma ótima decisão porque facilitou muito a minha vida. Se você também quiser ajuda, recomendo muito a Loonie Canada, uma agência de intercâmbio super competente e que, melhor ainda, não cobra o valor da consulta inicial. Neste post explicamos porquê recomendamos a Loonie Canadá e a vantagem especial para leitores do Viajadora; e clicando aqui você pode mandar uma mensagem diretamente para a agência: eles respondem rapidinho!

CUSTO DESTA ETAPA: Sua disposição de pesquisar na internet e, se for o caso, US$ 50-100 da consulta em uma agência de intercâmbio.

College no Canadá: PASSO 3 – Conseguir seu certificado de proficiência 

Toefl Ielts Viajadora

Uma das partes mais importantes do processo é a de conseguir o certificado de proficiência na língua inglesa, um dos principais requisitos para ser aceito em um college ou university. Ele pode ser tanto o TOEFL (inglês americano) quanto o IELTS (inglês britânico), ambos são aceitos, embora o IELTS seja mais conhecido por aqui. Os testes têm algumas diferenças entre si, como, por exemplo, o fato de que o exame oral é feito com uma pessoa no IELTS enquanto no TOEFL você fala com o computador; mas ambos são parecidos em relação ao conteúdo, e você vai ser examinado em conversação, compreensão (listening), escrita e leitura.

Quando você paga o teste, geralmente consegue marcar para fazer dali a um mês (o tempo mínimo de espera no Rio em 2014 era assim, pode ser mais tempo se você quiser). Depois que você faz, o documento com o resultado chega em sua casa em cerca de um mês também.

Para se preparar, você tem que ver bem como anda seu nível de inglês e dar uma reforçada nas partes que tiver mais dificuldade, como, por exemplo, escrever textos ou conversação. Na internet tem uma infinidade de sites com exercícios e simulados, além de vídeos com dicas no Youtube, e uma outra coisa muito boa é assistir às palestras do TED sem legenda, o que ajuda muito na compreensão e conversação. Fazer aulas de inglês também é, claro, uma boa pedida, sejam particulares ou em cursos específicos de preparação para o exame.

Para se inscrever no IELTS, você entra neste link. Para se inscrever no TOEFL é neste aqui, onde, inclusive, tem dicas legais de estudo.

CUSTO DESTA ETAPA: A inscrição do IELTS é R$ 500 e a do TOEFL é US$ 215, você paga uma ou outra, claro (valores de 2015). O pagamento pode ser feito com cartão de débito ou crédito.

PS: Se seu inglês não é suficiente para fazer os testes, boa parte dos colleges oferece o Pathway, que é um programa em que você vai antes fazer um curso de inglês para se qualificar a começar os estudos, e aí já é automaticamente aceito no curso do college. Deve ser uma boa, porque é preciso ter um domínio bastante bom do inglês para conseguir acompanhar o curso. Se for esse o seu caso, vale dar uma pesquisada sobre como funciona esse esquema, vai sair mais caro no total, mas certamente vale a pena. Contratar uma agência de intercâmbio como a Loonie Canada também ajuda neste caso, já que eles podem indicar só as instituições que oferecem o Pathway, se for esse o seu interesse. É uma baita ajuda e economia de tempo de pesquisa – e bota tempo nisso porque, acredite, os sites são bem confusos!

College no Canadá: PASSO 4 – Providenciar os outros documentos

Depois que encaminhar a situação do seu inglês e estiver esperando a chegada do certificado do TOEFL ou do IELTS, é hora de providenciar os outros documentos para a matrícula.

Você vai precisar das seguintes traduções juramentadas:

No caso de estar indo fazer pós-graduação ou mestrado:

– Diploma e histórico escolar do curso universitário

– Diploma e histórico escolar de outra pós-graduação, caso já tenha feito alguma

No caso de estar indo fazer graduação:

– Diploma e histórico escolar do Ensino Médio

Você (ou a agência) vai mandar os históricos junto com uma cópia digitalizada do seu passaporte e o seu certificado do TOEFL/IELTS para a faculdade, que dentro de alguns dias vai dizer se você foi aceito no curso e te mandar a LOA – Letter of Acceptance, que você vai usar para tirar o seu visto de estudante depois que fizer os pagamentos necessários para a faculdade.

CUSTO DESTA ETAPA: Fiz as traduções dos meus diplomas e históricos da faculdade e de uma pós que eu já tinha feito pelo total de R$ 410 em outubro de 2014. Cada histórico saiu por volta de R$115 e o diploma, R$90, incluindo o valor do envio da tradução juramentada por sedex do tradutor para mim.

College no Canadá: PASSO 5 – Dar entrada no visto de estudante

visto canadense college no canadá
(Foto: cicic.ca)

Agora senta que lá vem trabalho. Quando a faculdade te aceitar e mandar a LOA, você já pode dar entrada no seu visto para estudar no Canadá. É complicado e tem muita burocracia. Nesse ponto eu realmente recomendo que você contrate uma agência ou pelo menos um despachante que já tenha experiência nesse processo, para te dar orientações sobre todos os documentos a serem providenciados, que são os seguintes:

Documentos básicos:

– Cópia digitalizada completa do passaporte atual e de outros mais antigos se tiver (folha com a foto e todas as folhas que tiverem vistos e carimbos)

– Cópia frente e verso da carteira de identidade e/ou carteira de motorista

– Foto digital de rosto (estilo 3×4, com fundo claro, bem iluminado e pegando do ombro para cima)

– LOA da instituição de ensino no Canadá e comprovante de pagamento da matrícula/semestre

– Cópia do certificado do IELTS ou TOEFL (se você não for fazer o pathway)

– Use of representative – Um documento que você tem de preencher se for usar agência ou despachante para tirar o seu visto.

Minha cara tensa na foto para o visto (que eu tirei em casa mesmo com o celular)
Minha cara tensa na foto para o visto (que eu tirei em casa mesmo com o celular)

Comprovação de vínculo com o país de origem:

– Cópia do diploma da faculdade onde você já se formou – No caso de quem ainda não se formou, serve um comprovante de matrícula ou certificado dado pela faculdade.

– Carta do empregador – Se você estiver trabalhando, é uma carta da empresa afirmando o seu vínculo de trabalho com ela. Deve ser impressa em papel timbrado, assinada e carimbada.

– Carta de intenção – Uma carta assinada por você onde explica a razão para estar indo estudar no exterior e, de preferência, que vai voltar para aplicar os conhecimentos no seu país de origem.

OBS: Essa parte da comprovação de vínculo é uma das mais importantes do processo, embora, do meu ponto de vista, não faça sentido mandar carta do empregador se você está saindo para ficar um, dois ou três anos estudando e depois, talvez, trabalhando fora por mais algum tempo. Mas precisa mandar mesmo. No meu caso, eu já tinha vendido a minha parte na sociedade da minha empresa e não tinha mais trabalho fixo, então mandei uma carta de uma empresa para quem eu prestava serviços, afirmando que eu fazia trabalhos constantes como freelancer para eles. Adiantou.

Documentos financeiros:

(Se você vai ter um patrocinador (sponsor), essa pessoa será responsável pelo custeio da sua viagem, então a documentação financeira tem de ser dela. Se você mesmo vai pagar sua viagem, os documentos têm de ser seus.)

– Carta de custeio do patrocinador – Assinada pela pessoa que vai patrocinar a sua viagem, afirmando que se responsabiliza pelos custos.

– Cópia frente e verso da identidade do patrocinador

– Declaração completa de imposto de renda, com comprovante de entrega (do patrocinador e/ou sua)

– Cópia dos três últimos comprovantes de rendimento mensais (do patrocinador e/ou seus)

– Cópia dos três últimos extratos bancários (conta corrente, poupança ou investimentos de resgate rápido) com o nome do patrocinador e/ou seu.

* Se o patrocinador ou você forem empresários, mandar a cópia do contrato social e a declaração de rendimentos mensais emitida pelo contador. Se forem autônomos – se tiverem – enviar cópia do CNPJ, notas fiscais dos serviços prestados, cópia da carteira de identidade profissional e declaração de rendimentos mensais emitida pelo contador.

Dá uma trabalheira danada reunir isso tudo, mas todos esses documentos são muito importantes para conseguir o visto, então é bom correr atrás mesmo.

CUSTO DESTA ETAPA: CAD $150 de taxa consular (taxa do visto para o governo) e CAD $300 pelos honorários da agência de visto.

*** Antes da dar entrada no visto, verifique a validade do seu passaporte. Se ele for vencer dentro do tempo que pretende ficar fora, é bom fazer um novo antes de tirar o visto. Se ele vencer quando você estiver aqui, vai gastar uma grana e ter um trabalhão para renovar e tirar outro visto daqui.

College no Canadá: PASSO 6 – Exame médico para o visto

Vem cá que eu vou ver se tá tudo certo pra você ir pro Canadá!
“Vem cá que eu vou ver se tá tudo certo pra você ir pro Canadá!”

Depois de mandar a documentação, se tudo correr bem, você receberá do consulado canadense o pedido do exame médico, o que indica que seu visto já está quase concedido. Aí você tem de ver a lista de médicos cadastrados na imigração canadense e agendar um dia para fazer o seu exame, que é composto de:

  • Exame de sangue
  • Exame de urina
  • Raio-x do tórax
  • Exame de pressão
  • Exame clínico com o médico (que vai te perguntar umas coisas, te mandar tossir e apalpar para ver se está tudo certinho)

O objetivo desse exame é ver se sua saúde está OK e você não tem nenhuma doença pré-existente que possa acarretar em muitas despesas para o sistema médico do Canadá. No geral é bem tranquilo, e mesmo se você já tiver tido algum problema sério ou tomar remédios controlados (como antidepressivos, por exemplo), pode explicar direitinho para o médico que isso não te atrapalha. O resultado costuma sair rápido, em até umas duas semanas (o meu saiu em quatro dias, fiz na Clínica Galdino Campos, em Copacabana), e é enviado direto pelo médico para o consulado.

CUSTO DESTA ETAPA: Quando fiz o exame, em novembro de 2014, o valor estava por volta de R$ 600, mas o meu plano de saúde cobriu os exames de sangue, urina e raio-x, então o total saiu por R$300. Se você tem plano, verifique o que ele cobre, pode ser uma boa economia.

College no Canadá: PASSO 7 – Enviar o passaporte para o consulado

Vai mas volta logo, amor da minha vidaaa!
Vai mas volta logo, amor da minha vidaaa!

Depois que o médico mandar seus resultados para o consulado e estiver tudo certo, eles vão pedir para você enviar o passaporte para emitirem o visto. Você pode mandar por Sedex (junto com um envelope preenchido e a postagem de volta paga para eles mandarem de volta) ou ir pessoalmente levar em São Paulo se estiver com o prazo muito apertado.

Mandei por sedex e o processo total levou umas três semanas até eu receber o passaporte de volta pelo correio. O Thiago foi a São Paulo levar porque estava muito em cima da data da viagem, mas mesmo assim o passaporte teve de ser enviado pelo correio e acabou chegando exatamente no mesmo dia da viagem. Era réveillon, 31/12, nosso voo seria às 21h e o passaporte dele chegou pelo correio ao meio-dia. A gente já estava bem desesperado e achando que não ia dar, e nesse dia tive a certeza de que milagres acontecem. haha Se você não quiser passar por esse nervoso, adiante o seu processo o máximo possível.

CUSTO DESTA ETAPA: Uns R$ 70 para mandar por Sedex 10 pelo correio e o envelope de carta registrada para eles mandarem de volta.

College no Canadá: PASSO 8 – Comprar a passagem aérea

passagens-aéreas-air-canada

Quando tiver a certeza de que seu visto foi aprovado, é hora de comprar a passagem aérea. Neste post aqui tem um passo a passo para comprar passagens aéreas baratas, mas você também pode ligar para uma agência de intercâmbio e pedir para comprar através deles uma passagem com tarifa de estudante (mais barata), que é só para quem está indo estudar fora. Eu fiz isso pela STB do Rio de Janeiro e achei que valeu.

CUSTO DESTA ETAPA: Só o da passagem mesmo, se comprar pela agência de intercâmbio eles não cobram nenhum valor extra.

College no Canadá: PASSO 9 – Acertar os últimos detalhes antes de ir embora

É incrível como o tempo passa muito rápido quando você já está com tudo ajeitado para ir embora. É tanta coisa para resolver e gente para se despedir que você fica meio desesperado achando que não vai dar tempo de fazer tudo (e costuma não dar mesmo). No meu caso, algumas coisas ficaram faltando por causa da correria, então a minha dica é você se planejar bem em relação a exames médicos, documentos para levar, como guardar ou se desfazer das suas coisas que não vão e outras tarefas a finalizar no Brasil antes de partir. (Pra te ajudar nessa tarefa, fizemos um check-list com o que é preciso resolver no Brasil antes de ir morar fora, confere!)

O simples movimento de ir embora já é bem estressante e amedrontador (não parecia que seria, mas foi!), e a gente fica com as emoções à flor da pele, então o que você puder fazer com antecedência para diminuir esse nervosismo, faça, porque vai ser muito melhor.

Depois, é só se encher de coragem, arrumar as malas e embarcar com tudo nessa viagem que, sem dúvidas, é um divisor de águas na vida de quem passa pela experiência de deixar tudo para trás e tentar a vida em um país tão diferente. Boa sorte! 😉


Confira mais posts sobre morar e estudar no Canadá:

Pós-graduação na Langara College: Concluí meu curso no Canadá, e agora?

Emprego no Canadá: Como conseguir um na sua área de estudos

Será que morar no Canadá é pra você?

10 coisas (muito) boas de se morar em Vancouver

Quanto custa morar em Vancouver para um casal sem filhos

Como é voar Air Canada e passar pela imigração em Toronto

Marketing Management na Langara College: Primeiro mês de aula e minhas impressões

Checklist: O que resolver no Brasil antes de ir morar fora

Passo a passo para fazer college no Canadá: Como se matricular e tirar o visto de estudante

31 conselhos e dicas para quem vai estudar na Langara College

Dica para entrar no mercado de trabalho no Canada: Cursos de Continuing Studies da UBC

Estudar em Vancouver: O que eu achei do curso de continuing studies da UBC

Tudo que você queria saber sobre enviar dinheiro pela Western Union (e tinha preguiça de pesquisar)


Comentários

Tags:

97 comentários

  1. […] sua matrícula e está perdido com toda a burocracia para estudar no Canadá, confira o nosso post passo para fazer college no Canadá: Como se matricular e tirar o visto de estudante. Tem todos os detalhes que você precisa saber para se organizar e os custos de cada etapa do […]

  2. […] Passo a passo para fazer college no Canadá: Como se matricular e tirar o visto de estudante […]

  3. Post MARAVILHOSO! Ajuda a esclarecer diversas dúvidas.
    Você saberia informar se existe algum sistema de bolsa de estudos, mesmo que parcial nesse College? Como utilizando as 20 hrs semanais para trabalhos internos no College etc..?

    Estou indo para Vancouver em Junho matriculada numa escola de inglês por 3 meses e vou usar esse período para visitar os Colleges e verificar as possibilidades..
    Já estive em Vancouver antes e simplesmente amei. Não tenho dúvidas que seria um local onde me encontraria imensamente.

    Aguardo sua resposta.

    Beijos
    Julia

    1. Thaís Freitas

      Oi, Julia!

      Legal que curtiu o post! 🙂

      Então, sobre as bolsas, até onde eu sei a Langara não tem. O esquema de trabalhar 20h no campus eles têm, mas é só para estudantes que se declararem pobres, o que eles recomendaram fortemente aos alunos estrangeiros não fazer, porque isso atrapalharia quando fossem aplicar para a imigração (porque você tem que comprovar que pode se sustentar aqui).

      Acho que a melhor forma é, além de perguntar em agências de intercâmbio, você mandar um email para o departamento de estudantes internacionais nas faculdades e perguntar. Mas já te adianto que é pouco provável, pelo que andei pesquisando. Ouvi falar que algumas agências e colleges canadenses estão oferecendo um esquema de mensalidades parceladas (como é no Brasil, em vez de pagar todo o semestre de uma vez), se isso for útil pra você, vale dar uma pesquisada também.

      Beijos!

  4. Como sempre muito esclarecedor seu texto….Parabéns!!!

    Ouvi de uns amigos que na Languara além do toefl você pode fazer uma prova lá no College mesmo? Dei uma olhada no site e na lista deles de requisitos, tem mesmo em um dos tópicos uma prova.

    Você já ouviu falar alguma coisa sobre isso?

    1. Thaís Freitas

      Oi, Aline!
      Eu já ouvi falar dessa prova da Langara, mas não sei se isso é pra entrar no Pathway ou se dá para entrar direto com ela no curso. Como eu fiz o TOEFL, não me informei sobre as outras possibilidades lá. Mas é uma boa, né, vale mandar um email pro departamento de estudantes internacionais e perguntar, o pessoal lé é super atencioso!

      :*

  5. Thais
    adorei suas dicas. Parabéns e obrigada por compartilhar tantos detalhes.
    sou casada e tenho um bebê. Vc saberia me orientar se apenas eu como estudante meu filho e marido teriam algum visto como acompanhe pelo mesmo período que o meu ? Vc comprou passagem de volta para um período superior ha um ano ?

    1. Thaís Freitas

      Oi, Virgínia!

      O marido e o filho ganham direito a visto sim, com o seu marido podendo trabalhar full-time durante o período do seu curso.

      E a passagem de volta comprei pra outubro, foi o mais longe que consegui marcar, mas já tô dando como perdida, porque não pretendo voltar ao Brasil tão cedo. O negócio é entubar como custo do processo pra vir mesmo, não tem jeito. 😉

      Beijos

  6. […] Passo a passo para fazer college no Canadá: Como se matricular e tirar o visto de estudante: Viajadora.com […]

  7. Primeiramente, gostaria de te parabenizar pelo site. Muito bom e helpful!! Eu pretendo ir para Toronto fazer uma postgraduate program em Human Resources. Você poderia me indicar a sua agência que te ajudou com esse processo tãão complicado? Pareceu muito fácil do jeito que vc falou. Mas eu estou tendo dificuldades para encontrar uma agência boa e barata. Por favor, vc pode me passar o contato? Muuuuito obrigada :)))

    1. Thaís Freitas

      Oi, Maria Carolina!

      Desculpe não responder antes, o plugin de comentários do blog estava dando problema e acabei só vendo seu comentário agora!

      Então, com agência é bem mais fácil mesmo, vale muito a pena! A agência que eu indico é a Nexus (https://nexusintercambio.com/) o pessoal lá é muito atencioso e dá muito suporte para os estudantes no Canadá. Conheço pessoalmente os diretores, Rafael e Patricia, e eles são ótimos, muito simpáticos. Vale a pena checar com eles, acho que pode te ajudar muito. 🙂

      Beijos

  8. Olá Thaís ! Adoro e sempre acompanho seus posts.
    Mas tenho uma dúvida : Eu sou formada aqui no Brasil, em Administração, e gostaria de saber se é possível certificar minha faculdade aí ? Se sim, você conhece alguém ou alguma empresa que realiza esse tipo de trabalho ?

    Obrigado e parabéns !!

    1. Thaís Freitas

      Oi, Dandara!

      Que feliz saber que você acompanha o blog! 😀

      Então, sobre a certificação da faculdade aqui, você precisa verificar se a sua profissão é certificada. Pra comunicação (minha área) não é mandatório, então é bem mais fácil, mas para profissões mais complexas e certificadas, como medicina, direito e arquitetura, por exemplo, é bem mais complicado. Dá uma olhadinha nesse post aqui ó: https://www.canadaparabrasileiros.com/blog/2012/09/posso-exercer-minha-profissao-no-canada/ > tem muita explicação sobre isso e um link pra vc verificar se precisa certificar sua profissão aqui.
      Sobre o processo de certificação, acho que as empresas que ajudam com vistos e imigração pra cá podem te orientar e te dar uma boa luz nesse processo. 😉

      Beijos!

  9. Olá Thaís!

    Excelente texto, me ajudou muito.
    Mas uma dúvida…

    Você saberia me dizer se o histórico da graduação para o college é classificatório? Se as notas contam , ou se as cadeiras (matérias) contam muito?

    1. Thaís Freitas

      Oi, Thiago!

      Olha, eu acho que as notas só são classificatórias se você estiver tentando algum curso muito concorrido, como, por exemplo, um doutorado na UBC. Para os colleges normais, como BCIT, Langara, VCC etc, acho que não conta muito não, pelo que eu tenho visto no meu dia a dia aqui. Mas pra ter certeza só você perguntando pra uma agência de intercâmbio mesmo, já que eu só estou supondo. 🙂

      Bjs

  10. Boa noite! Você sabe quais são as faculdades pra quem pretende imigrar depois de fazer o college? Ou algum site que saiba informar direitinho?

    Obrigada!

    1. Thaís Freitas

      Oi, Amanda!
      O site que tem mais informações sobre isso é o https://www.cic.gc.ca/english/study/schools.asp , mas acho que o melhor mesmo é você procurar uma agência para escolher o melhor college para os seus objetivos. Sai um pouquinho mais caro mas faz toda a diferença, já que as regras da imigração mudam toda hora.
      Beijos

  11. O que eu preciso para entrar no college? Em relação ao quesito concorrência, quais provas vou fazer? É muito difícil entrar?

    1. Thaís Freitas

      Oi, Gabriel

      Como expliquei no post, você precisa traduzir os seus históricos escolares e diplomas para se inscrever no college, além de comprovar o seu nível de inglês pelo TOEFL ou IELTS (ou então fazer o Pathway). A concorrência é tranquila, você só precisa ter notas decentes no seu histórico e atingir o nível mínimo de inglês pra entrar (na Langara, onde eu estudo, o mínimo é 90 no Toefl). Isso, claro, tô falando pra pós-graduação/ graduação normal. Se você for tentar um mestrado na UBC, por exemplo, a concorrência é maior, mas aí é melhor você se informar com cada universidade sobre os quesitos necessários.

      Beijos

  12. Oi Thaís, tudo bom? Esse curso que você escolheu dava direito a aplicar a algum scolarship? Você saberia dizer se existe essa possibilidade, de conseguir algum abatimento na tuition?

    1. Thaís Freitas

      Oi, Luanda!
      Até onde eu sei, os cursos de pós-graduação Langara não dão a possibilidade de aplicar para bolsa de estudo. A única facilidade que eu sei que oferecem é a de você fazer uma declaração de que não tem recursos financeiros para arrumar um trabalho dentro da faculdade, o que eles não recomendam se você tem intenção de imigrar, já que pra isso é preciso comprovar boas condições financeiras.
      Tem algumas agências que oferecem a possibilidade de você ir pagando o curso aos poucos ainda do Brasil, pra suavizar o pagamento. Uma das que eu sei que fazem isso é a Nexus, acho que seria legal você mandar um email lá pra perguntar sobre isso e, quem sabe, se eles sabem de alguma possibilidade de scholarship. O email deles é viagem@nexusintercambio.com , se interessar.
      Beijos

  13. […] mencionei no post Passo a passo para fazer college no Canadá: Como se matricular e tirar o visto de estudante, depois que você resolve a questão da matrícula no college e do visto, o tempo que sobra passa […]

  14. Ola! Muito legal seu blog ! com dicas objetivas! Muito obrigado por compartilhar e ajudar quem quer ir ou esta quase embarcando.
    Vou dar entrada no visto para 2 anos de post degree e gostaria de saber quanto tempo demorou todo o seu processo, pois o meu e similar.

    Mais uma vez, obrigado.

    1. Thaís Freitas

      Oi, Bruno! No segundo semestre de 2014, meu processo demorou uns 2 meses e meio desde a matrícula na faculdade até o passaporte com o visto chegar na minha casa (eu já tinha feito o TOEFL meses antes).

      Pode ser que esteja demorando um pouco mais agora, porque pelo que andei sabendo, o consulado canadense anda levando um pouco mais de tempo para processar os vistos, mas no geral acho que é por aí. A dica é fazer tudo com o máximo de antecedência possível, para diminuir o estresse que todo esse processo envolve. Boa sorte!

      Beijos

  15. Thais,
    Parabéns pelo seu blog! Para quem é da área de comunicação está mais que no caminho certo. Aqui no Brasil eu sou professor universitário de geologia com doutorado pela USP. Minhas perguntas são duas: Vc já viu professores brasileiros por aí? Segunda: Para revalidar seus estudos superiores feitos no Brasil, só foi necessário seu histórico escolar com o diploma traduzidos? Não houve a necessidade de tradução juramentada nem da tradução dos conteúdos programáticos?
    Abraço!

    1. Thaís Freitas

      Oi, Max!
      Na minha faculdade nunca vi professores brasileiros não, mas tem chineses, europeus, americanos, iranianos… tem espaço pra todo mundo!
      Eu tô agora no processo de validar os meus diplomas para depois aplicar pra imigração, e pra isso eu preciso enviar a cópia do diploma e da tradução juramentada dele e a cópia da tradução juramentada do meu histórico escolar, e as minhas faculdades precisam mandar os históricos diretamente para a instituição de validação aqui. Isso tudo é só para dar entrae,da no processo de residência permanente, porque para atuar em marketing/jornalismo aqui não preciso validar meu diploma. Se a sua profissão precisar de validação aqui (não sei se é o caso de geologia, tem que checar nesse link https://www.servicecanada.gc.ca/eng/lifeevents/credentials.shtml ) aí é um processo um pouco mais complicado, mas não sei te dizer exatamente o que precisa porque não passei por isso. Mas que você vai precisar da tradução juramentada dos diplomas e dos históricos escolares, isso vai com certeza, mesmo apenas para se inscrever em uma pós por aqui. 🙂
      Beijos!

  16. Parabéns Thaís pelo blog, excelentes informações e tudo muito bem explicado.
    Tenho uma dúvida quanto à comprovação de vínculos. Tenho um AP e gostaria de vendê-lo, pois ganharia muito mais com os rendimentos de uma aplicação do que alugando. Será que isso atrapalharia na aprovação do visto? Como trabalho na mesma empresa há mais de cinco anos e consigo uma carta atestando que sou funcionário, acho que ajudaria.

    Obrigado!

  17. Oi Thaís, tudo bom?
    Tenho pesquisado muito sobre college no Canada (Toronto) mas tenho uma dúvia em relação ao trabalho durante o pathway. Vc sabe me dizer se alguém ja trabalhou durante o pathway e não teve problemas com isso?
    Att, Claudia

    1. Thaís Freitas

      Oi, Claudia!
      Infelizmente não pode trabalhar durante o pathway, porque é um curso de idiomas. Você só pode trabalhar legalmente quando o curso do college começar de fato. Imagino que tenha gente que até consiga trabalhar ilegal durante o pathway, mas é algo que não recomendo de jeito nenhum, porque pode te causar muitos problemas.
      Bjs!

  18. Muito boa as informações!

    Lendo o texto, fiquei com uma dúvida. Qual a diferença dos cursos part-time e full-time? Ambos me concedem o direito de trabalhar junto com os estudos? Um curso de 60 créditos e 2 anos por exemplo, serão em média 15 créditos por semestre, traduzindo em tempo, seriam quantas horas?

    Obrigado!

  19. Olá Thais, obrigada pelo post, ajudou bastante! 🙂 Voce aplicou para o ielts academic ou general? Obrigada

    1. Thaís Freitas

      Oi, Karen! Pra vir eu fiz o TOEFL, mas agora acabei de fazer o IELTS General pra aplicar pro Express Entry. Se eu não me engano, pra aplicar pras faculdades tem que ser o IELTS Academic, não?
      Bjs

  20. Há tanto tempo que pesquiso sobre imigrar pro Canadá e teu post aqui foi o mais esclarecedor que encontrei!
    Estou querendo ir primeiro para aprimorar meu inglês. Fui meio que auto-didata e até converso direitinho em inglês, mas não me arrisco no TOEFL. Só que eu quero sair do Brasil de uma única vez. Você acha que tem como eu ir pra estudar inglês por uns 6 meses e, já estando aí, tentar o college? E será que poderei trabalhar enquanto estudo inglês?
    Quero ir primeiro, ajeitar tudo e depois levar meu filho. O visto dele estaria, então, atrelado ao meu?
    Tantas perguntas!!! Hehehe
    Um beijo e obrigada pelo post!!

  21. Que post maravilhoso, super esclarecedor!
    Olha, eu vivi no canadá por um ano fazendo curso de inglês, voltei ao brasil após o término do meu visto
    Tenho 21 anos e comecei a faculdade de Direito no brasil, a qual senti que foi um erro de percurso e agora planejo voltar ao Canadá para um college/trabalhar/imigrar.
    Pois bem, a minha perguntar e se eu poderia aplicar para um college sem ser formado e sem ter uma profissão no brasil?

    1. Thaís Freitas

      Oi, Matheus!

      Você pode aplicar para um curso de college só com seu diploma de ensino médio sim, é como fazer faculdade depois de terminar a escola. Você precisa de diploma universitário se quiser fazer pós-graduação aqui, mas esse não é o seu caso, né? 🙂

      Bjs

  22. Bom dia!

    Adorei seu texto e achei muito informativo! Faz anos que venho procurando meios de me mudar para o Canadá e finalmente acho que encontrei a maneira que me parece ser a mais correta.

    Porém, como você mesma disse no artigo: é muito complicado procurar tudo sozinho e eu queria o auxílio de uma agência de intercâmbio.

    Será que você poderia me passar o contato da agência com a qual você fechou sua viagem e College? Eu ficaria super agradecido!

    Obrigado!

  23. Otimo texto, super detalhado e rico em informaçoes.

    Só adicionando um detalhe: o IELTS exigido para colleges é o Academic. o General nao tem valor quando o assunto é estudo! Isso foi bem chato pois meu marido ja tinha o general e teve que refazer.. sendo que o TOEFL ele achou bem mais dificil! acabou fazendo o toefl e se arrependeu. hehe

    Abraços!

    1. Thaís Freitas

      Oi, Juliana!

      Dependendo da faculdade, dá para negociar de eles aceitarem o IELTS General, mas realmente não são todas, o que é garantido de aceitarem mesmo é o Academics. Eu também fiz o TOEFL antes de vir e depois fiz o IELTS General aqui, e concordo com o seu marido totalmente: o TOEFL é beeeem mais difícil! 😛

      Bjs

  24. Ei Thaís, tudo bom?
    Adorei o post, me tirou várias dúvidas. A única questão que não estou achando em lugar nenhum é: saindo o LOA da faculdade, e eu entrando com o pedido de visto, quando posso entrar no canadá?
    Estou na mesma situação que você e seu marido: sou casada e ele pretende começar a faculdade em setembro. Mas ficamos na dúvida se podemos ir antes para nos ajeitarmos, procurar emprego e tudo mais. Você sabe qual a antecedência pra poder chegar no país?
    Brigada!

  25. Thaís, como identificar um college caça níquel ? Quero estudar de verdade e me qualificar de verdade. No caso estou planejando ir para Toronto. Se puder me dar uma dica serei muito grato.
    Obrigado pela atenção.

  26. Olá Thaís, ótimo seu site!!!
    Tenho uma dúvida. Estou terminando o ensino superior aqui no Brasil e gostaria de imigrar de uma vez no Canadá. Como faço isso? Aguardo resposta.

    1. Thaís Freitas

      Oi, Gustavo! A imigração canadense leva em conta fatores como escolaridade, idade, experiência de trabalho e fluência no inglês, é uma combinação de fatores que te confere ou não os pontos necessários para imigrar. O primeiro passo é mesmo você procurar uma empresa de imigração pra ver a sua pontuação e o que precisa fazer pra se tornar um candidato válido.

  27. […] melhor o processo para estudo aqui. E veja aqui a lista de algumas […]

  28. Oi, Thaís! Tudo bem?
    Adorei seu post!
    Estou em dúvida ainda entre fazer um college de Marketing Management na BCIT ou a pós que vc faz na Langara. Pela sua experiência, vc acha que dá para estudar e trabalhar (e viver, rs)? Qual a impressão que vc tem tido sobre o mercado? Acha que o curso ‘ajuda’ a arrumar um emprego depois?
    Sobre o visto, vi que consigo providenciar tudo, menos a carta do meu trabalho.. vc acha que eu teria problemas para ser aprovada sem essa documentação?

    Desculpa as milhares de perguntas!! Pretendo me inscrever essa semana ainda no curso! 🙂

    Obrigada por compartilhar sua experiência!!! Estou amando os posts.

    Luiza

    1. Thaís Freitas

      Oi, Luiza! Desculpa a demora pra responder, fiquei toda atrapalhada com o trabalho! Então, eu achei o curso da Langara meio puxado, com muitos trabalhos, provas e exercícios, e precisei estudar bastante pra passar em estatística e contabilidade. Mas dá pra trabalhar durante o curso sim, se você tiver disciplina e se organizar. Sobre arrumar emprego, a Langara tem uma boa reputação, mas o que tenho visto aqui é que, como na maioria dos lugares, o curso não faz muita diferença na hora de arrumar emprego na área de marketing, mas sim a sua fluência no inglês, sua experiência e seu networking mesmo. Quem corre atrás consegue!
      Sobre a carta do trabalho, eu apresentei uma carta dizendo que eu era freelancer numa empresa, porque não estava trabalhando na época do visto. Você não teria como conseguir algo assim não? Acho que se não conseguir, o importante é caprichar nos outros documentos, fazendo uma boa carta de intenção, carta de custeio e apresentando todos os outros documentos direitinho. De qualquer forma, acho que a pessoa da empresa com quem você estiver fazendo o visto vai poder te orientar mais precisamente sobre isso.
      Espero que minhas respostas tenham sido úteis! Me avise se tiver mais alguma dúvida, e aparece aqui no blog de vez em quando que postaremos várias outras dicas legais sobre o Canadá. 😉
      Beijos!

      1. Oi, Thaís,

        Obrigada pela resposta! Entendi, bom menos mal, entao independente do college que eu fizer, eles vao olhar principalmente estes outros aspectos. É, eu realmente estou preocupada com essa parte da carta da empresa, mas devem ter pessoas que conseguem estudar lá sem ter a carta do emprego.. Bom.. Vamos ver.. Adorei seu blog!
        Parabéns!

        Beijos!

        Luiza

        1. Thaís Freitas

          Obrigada, Luiza!
          Vou torcer por você, me avise se eu puder te ajudar em alguma coisa. 😉
          Bjs!

    2. Oi Luiza, tudo bem?
      Estou com esta mesma duvida. Afinal, em qual você se inscreveu? Obrigada, Anna.

      1. Oi, Anna, tudo bem?? Então, eu me inscrever na BCIT mas acho que vou acabar me inscrevendo na pós da Langara tbm.. Só para ter uma chance maior de ser aceita em algum lugar.. A gente fica mt insegura enquanto está no Brasil, fazendo tudo meio às cegas, hehehe, mas acho que nos final da tudo certo! Sempre aparecem boas pessoas para ajudar!
        Na inscrição da BCIT, vc tem que preencher um formulário para explicar pq eles deveriam escolher vc dentre todos os outros estudantes que estão aplicando. E meio trabalhoso, mas foi uma boa experiência 🙂

        Espero que tenha ajudado!

        Luiza

  29. Olá Thaís!

    Primeiramente muito parabéns pelo post! Bastante útil para todos aqueles que buscam estudar no Canadá.
    Contudo eu tenho uma dúvida. Eu pretendo fazer o curso de Hotel Management na George Brown, em Toronto. E o próprio College disponibiliza um teste de admissão para estudantes internacionais. Minha dúvida é se eu posso deixar pra fazer o teste quando for pra Toronto antes de começarem as aulas. Ou pra o meu visto ser aceito eu teria que ter obrigatoriamente o TOEFL ou IELTS pra sair do Brasil?

    Obrigado!

    1. Thaís Freitas

      Oi, Daniel!

      Pode fazer o teste em Toronto sim. Pra tirar o visto você só precisa apresentar a carta de aceitação da faculdade, então se o college te aceitar sem TOEFL ou IELTS e te der a carta, não tem problema nenhum.

      Boa sorte!

  30. Olá, Thais!
    Tenho uma dúvida? Pelo que eu entendi, você foi para estudar e seu marido foi para com visto de cônjuge, é isso?
    Se tiver sido isso, como foi a emissão do visto dele?
    Estou fazendo essa pergunta pois no meu caso, meu marido vai estudar na Seneca (estamos nos programando para o curso de setembro) e eu iria como esposa, com possibilidade de trabalhar.
    A documentação q ele precisa para dar entrada no College já está sendo providenciada (traduções – já estão fazendo e toefl – em março). Estando tudo ok vamos dar entrada no visto.
    Mas e eu? Preciso traduzir meus diplomas também?
    Bjs e obrigada!
    Ana Paula

    1. Thaís Freitas

      Oi, Ana Paula!

      Tanto eu quanto meu namorado viemos como estudantes. Pra você vir com o visto de cônjuge, pelo que eu sei, não precisa traduzir diploma nenhum não, a não ser que tenha a intenção de estudar aqui também depois.

      Beijos!

  31. Thais,
    seu blog é bastante esclarecedor e o que mais me impressiona é a forma que você responde aos seus leitores, com paciência e fazendo questão de responder a todas as dúvidas. Planejo fazer college no Canadá entrei em contato com a Langara e mais uns 3 college, mas queria saber quais colleges você considera que têm boa reputação e ajudaria na hora de arrumar um bom emprego? Por que a variedade no site do governo canadense é enorme e você fica sem saber quais são os colleges reconhecidos na hora de arrumar trabalho.
    Eu estarei indo com meu marido, sou tambem da area de comunicação porem pretendo mudar de área e quero fazer um college no curso de Contabilidade. Normalmente o curso tem 2 anos podendo ser estendido por mais 2 anos completano os estudos academicos. Minha dúvida é: pretendo, após o término dos 2 anos de estudo, solicitar para o visto permanente (neste caso eu so poderei dar entrada no visto permanente se eu tiver uma carta de aceitação de uma empresa para trabalhar ai n eh?). Ou então aplicar para um visto de trabalho pós estudos que sei que pode ser de ATÉ 3 anos. Qual a probabilidade de conseguirmos um dos dois? Lógico de preferencia seria conseguir logo o visto permanente, mas também temos que ser senstas que se eu não tiver a chance de realemnte conseguir o visto, tentarei o visto de trabalho pos estudos para prolongar minha permanencia ai.

    Sei que voce está fazendo sua pós graduação, você pretende aplicar para um visto permanente? Já deu entrada?
    Agradeço antecipadamente toda sua atençao.
    Beijos,
    Gabi

    1. Thaís Freitas

      Oi, Gabi!

      Primeiramente, desculpa a demora pra responder, fiquei super enrolada com trabalho/faculdade/blog!

      Então, na minha opinião, a facilidade de arrumar emprego aqui depende muito mais da sua experiência, de você correr atrás e fazer networking e, principalmente, da sua fluência no inglês, do que da faculdade em si. Langara, Capilano, SFU, BCIT, Douglas College… todas têm boa reputação, acho que o mais importante é você escolher o curso que mais tem a ver com o que você quer mesmo, e que dê direito ao visto de trabalho após a conclusão do curso.

      Esse visto de trabalho (o PGWP), aliás, não tem nada a ver com a imigração. Você tem direito a ele a partir do momento que conclui um curso aqui. Já o processo de imigração você pode dar entrada a qualquer momento, mesmo sem nunca ter pisado no Canadá. O critério pra você ser aceita ou não vai depender da pontuação que você atingir (referente a experiência de trabalho, idade, domínio do inglês, etc). Não precisa ter carta de empresa pra isso, o que falam da oferta de trabalho de empresa (LMIA) é porque ela dá muitos pontos no processo, enTão aumenta suas chances porque te bota à frente de outros candidatos. Eu estou aplicando pro processo de imigração sim, independente do meu visto de trabalho, uma coisa não impede a outra. Acho que seria bem legal você fazer uma consulta com uma empresa de imigração, eles vão poder te explicar mais detalhadamente e com mais precisão esse processo, acho que vale muito a pena. 😉

      Estarei torcendo pelo seu sucesso!
      Beijos

  32. Oi Thais, tudo bem?

    Você sabe dizer quanto tempo ,mais o menos, demora esse processo todo? A partir do passo de aplicar pra uma universidade até o passo de conseguir o visto? Planejo começar estudar em janeiro de 2017.

    1. Thaís Freitas

      Oi, Ana!

      Meu processo total levou uns 4 meses, mas foi quando tinha menos procura. Agora, pelo que ouvi falar, só pra sair o visto de estudante está levando 4 meses. Pra fazer tudo com calma e começar a estudar em janeiro de 2017, eu começaria a ver as coisas a partir de agora já.

      Bjs

  33. Olá, Thaís.
    Adorei o seu blog, muito esclarecedor! Me ajudou bastante.
    Sobre o college no Canadá, o que as pessoas costumam fazer depois do college? Eu poderia trabalhar normalmente depois dele? O certificado do college teria validade? E se eu tivesse graduação no brasil e mais o college no Canadá? Como ficaria a situação?

    1. Thaís Freitas

      Oi, Clara!

      Que legal que curtiu o blog!

      Então, se o seu college se enquadrar nos requerimentos da imigração e estiver na lista das instituições qualificadas, você ganha o PGWP (Post-graduation work permit), que vai te dar direito a trabalhar no país por até 3 anos após a conclusão do curso. E não tem nenhum problema você ser formada no Brasil e fazer um curso de college no Canadá, isso só vai te deixar mais qualificada para entrar no mercado de trabalho aqui. 😉

      Beijos!

  34. Ola Thais,

    Quanto tempo antes do inicio do curso você deu entrada na aplicação do visto?
    E os comprovantes de renda e declarado de renda você traduziu estes documentos?
    Obrigada,
    Samantha

    1. Thaís Freitas

      Oi, Samantha!

      A gente só dá entrada no visto depois que recebe a carta de aprovação do curso. Apliquei pro meu visto em novembro e minhas aulas começaram em janeiro. Mas na época tinha bem menos procura, pelo que ouvi hoje está levando pelo menos 3 meses pra sair o visto, então é importante não deixar nada pra cima da hora.

      Não traduzi nenhum documento de renda, os funcionários do consulado canadense no Brasil falam português. Só traduzi mesmo meus históricos escolares pra mandar pra faculdade. Se quiser te indico um excelente tradutor juramentado e que cobra barato, pra qualquer lugar do Brasil.

      Bjs!

    1. Thaís Freitas

      Oi, Mariana! Só continuar lendo o blog então, as dicas que a gente posta aqui sobre o Canadá são exatamente pra isso. 😉

  35. Ola thais, desejo fazer graduação no Canada mas tenho uma duvida, minhas notas no ensino medio foram regulares e tenho medo de ser reprovado nesse teste. Ja fiz uma graduação no Brasil e tive notas boas, sera que conta pra compensar isso, alem de estar bem avançado no inglês e possuir o dinheiro .. Sera que seria reprovado ?

    1. Thaís Freitas

      Oi, Yuri!

      Acredito que as notas do ensino médio não fazem diferença (as minhas também não foram das melhores!rs), eles olham mesmo é pro histórico da graduação e pra sua nota no teste de inglês.

      Boa sorte!

      Bjs

  36. Mesmo sendo uma nova graduação que desejo fazer no Canadá, eles pedem o historico da graduação junto ao historico do ensino medio? Minha ultima duvida.

    1. Thaís Freitas

      Ah, no caso de outra graduação eu já não sei, vim fazer a pós. A agência de intercâmbio com a qual você está lidando vai saber te explicar direitinho! 😉

  37. Olá Thais,parabéns pelo blog show de bola.
    Me tira uma dúvida por gentileza,ou duas,rs.
    Vc acha que aplicar para visto temporário para estudar inglês por uns 2 ou 3 meses aí junto com esposa e filho pode dar certo?(meu inglês é extremamente básico/fraco)
    E segundo,vc acha viável e possível estando aí no Canadá (com visto temporário) com a melhora do inglês tentar aplicar para um college?
    Muito obrigado!

    1. Thaís Freitas

      Oi, Fabiano!

      No seu caso, acho que o melhor seria aplicar direto para o visto de college atrelado ao curso de inglês. O nome do curso de inglês nesse caso é Pathway, e você cursa como uma forma de preparação para o college. Dessa forma você economiza em todo o processo, fazendo tudo junto.

      Bjs

  38. Thaís, parabéns pelo blog, muito bom.
    Estou pesquisando os colleges no Canadá, vi a Langara e gostei, mas achei o preço alto, em torno de 36000 dólares canadenses para o curso de ciências da computação. Vi no site que ele cobram por crédito e a maioria das matérias tem 3 créditos, então vc pega o valor do crédito x 3 aí tem o valor da matéria, é isso mesmo?
    Achei um college com curso em TI, pela metade do preço, chama-se Canadian College, vc conhece? Sabe se é bom é sério? Não achei informações sobre ele vinda de alunos ou ex-alunos. Vc sabe onde poderia encontrar tais informações? Vc acha que fazer um college desconhecido pode atrapalhar na busca por emprego?
    Desde já agradeço.

    1. Thaís Freitas

      Oi, David!

      Sim, o preço da matéria vária de acordo com a quantidade de créditos que ela vale.

      A Langara tem ótima reputação e, por ser um college público, te dá direito ao visto de trabalho após a conclusão do curso, e essa é uma das razões de ser mais cara. Muitas faculdades particulares não te dão direito a esse visto (PGWP), então essa é a primeira coisa que você precisa verificar sobre essa Canadian College, da qual eu nunca ouvi falar, aliás. Perguntou sobre isso para a agência de intercâmbio com a qual você está lidando? Acho muito importante! Para encontrar mais informações, minha dica é procurar no Quora.com , eu procuro tudo lá.

      Boa sorte!

    2. Olá David, estou na mesma busca que voce. O que acha de trocarmos informações? Entra em contato comigo por e-mail (carlos-mamede@hotmail.com).
      Um abraço.

      OBS. Thais, PARABENS pelo blog. Muito útil. Abraço e sucesso ai no Canadá!

  39. Oi Thais!

    Em primeiro lugar, parabéns pelo blog e obrigada pela disponibilidade em dividir sua experiência conosco. Seus posts são ótimos! Acabei de ler o de Whistler… rsrs

    Poderia tirar uma dúvida que, mesmo lendo sobre o assunto no seu e em outros blogs, ainda persiste?
    Essa oferta de emprego citada com o valor de 600 pontos (pelo Express Entry) é aquela em que é preciso ter o LMIA? Porque esse tipo de oferta parece ser mais difícil de conseguir, estou correta? Não é onde o empregador precisa passar por uma burocracia para comprovar que a vaga não estaria tirando a oportunidade de um cidadão canadense?
    Na sua opinião, baseada no que você tem vividi aí, encontrar uma empresa que se proponha a emitir é complicado?

    Te agradeço desde já a atenção, bjs!

    1. Thaís Freitas

      Oi, Lorena!

      Sim, a oferta de emprego que dá pontos no Express Entry é o LMIA mesmo, que é um processo burocrático e cheio de entraves pra empresa conseguir oferecer. Não é fácil de conseguir não, e geralmente quem consegue é o pessoal de áreas com demanda alta, como TI e coisas na área de games, por exemplo. Mas se você for de outra área e já estiver trabalhando em alguma empresa aqui e eles gostarem muito do seu trabalho, tem chance de conseguir sim. Só que estando no Brasil e em uma área que não está com muita demanda aqui, acho bem difícil… mas não custa tentar, né! Neste post tem umas dicas pra procurar emprego no Canadá, se quiser dar uma olhada. 😉

      Bjs!

      1. Muito obrigada, Thais!
        Beijos!

  40. Thais, novamente parabéns pelo Blog e pela sua generosidade em compartilhar suas experiencias.
    Sou bancário e estou pensando em fazer um curso de TI ai em Vancouver. Contratei uma agencia ai do Canadá (3RA) e eles me indicaram dois colleges: Langara e BCIT. Você tem alguma opinião sobre qual dos dois seria melhor? Como é a reputação deles nessa área de TI ?
    Outra duvida, como é a questão de moradia perto do Langara? Vc sabe me dizer a faixa de preço para uma moradia justa? Estou indo com minha esposa e minha filhinha.
    Um abraço.

  41. Thais, parabéns pelo BLOG, muita informação legal.
    Estou indo para Toronto em setembro fazer também uma pós graduação.
    Gostaria de saber qual a forma de pagamento você usou no college? Se é mais vantajoso cartão de credito,
    transferência bancária, ou alguma outra forma que você conheça. Fui em casas de cambio e aparentemente teria que fazer
    primeiro o cambio para dólar americano e so depois para o canadense, o que encarece muito o pagamento.

    Muito Obrigado.

    1. Thaís Freitas

      Oi, Marcelo!

      Eu fiz uma transferência internacional do valor inicial através da agência de intercâmbio, a taxa foi menor e foi bem tranquilo. O resto do curso fui pagando daqui mesmo, com os meus pais transferindo meu dinheiro pela Western Union. Vê se a sua agência te dá essa opção de transferência, é bem prática.

      Bjs

  42. Oi Thaís, adorei as dicas que você dá sobre a vida em Langara e as primeiras impressões.

    Me formei há poucos meses em Arquitetura e estou indo fazer uma pós aí. Creio que meu caso é parecido com o seu pois não tenho trabalho fixo mas presto serviços constantes como freelancer para um escritório. Minha dúvida é o que deve conter nessa carta da empresa, apenas eles afirmando que você presta serviços entre tal e tal período? Precisa ser em papel timbrado, assinada e carimbada?

    Obrigado pela ajuda que você tem dado para nós com o site 🙂

    1. Thaís Freitas

      Oi, Felipe!

      A carta deve ser em papel timbrado, assinada e carimbada sim, com eles dizendo que você presta serviços e que pretendem que você continue fazendo isso quando voltar ao Brasil e tal (pra mostrar que você tem a intenção de voltar).

      Boa sorte! Bjs!

  43. Oi Thaís,
    Parabéns pelo blog!
    Tenho uma grande dúvida.
    No caso de eu escolher um curso de 2 anos num college público, eu preciso comprovar para o governo canadense que eu tenho o valor total desses 2 anos de college e mais o valor para me sustentar no Canadá pelo período de 2 anos?
    Obrigada!

    1. Thaís Freitas

      Oi, Elizandra!
      Você precisa comprovar que tem o valor do college e pra se manter no primeiro ano só!
      Bjs

  44. Olá Thais!
    Queria agradecer seu post, pois ele foi fundamental para eu obter o visto. Acabei de receber os passaportes! Irei em agosto para Vancouver com minha esposa, para iniciar um curso na BCIT.
    Muito obrigado mesmo! Continue atualizando este site com seu ótimo trabalho!
    Abraço.

    1. Thaís Freitas

      Oi, Rodrigo!

      Que bom saber que o nosso post foi útil pra vc conseguir o visto! Vocês vão amar Vancouver, e todo mundo fala super bem do BCIT.
      Boa sorte pra vocês nessa jornada, estarei torcendo pra dar tudo certo!

      Bjs!

  45. Hola Thais: obrigado por postar um pouco de sua experença que com certeza me esta ajudando em mi plano, você me pode dar uma idea quanto custaria um curso de um anho em um college publico? um abraço e obrigado.

  46. Boa tarde!

    Como funciona os pagamentos para o College?! É obrigatoriamente semestral?!

    Seus textos tem me ajuda muito!
    Obrigado!

  47. Olá boa tarde!

    Fiquei com uma dúvida, terminei meu ensino médio pelo ENEM ,portanto como devo fazer para conseguir o diploma?Tem algum problema de eu ter me formado por esse método?

    1. Thaís Freitas

      Oi Matheus! Se vc fez o Ensino Médio pelo Enem mas tem diploma e histórico escolar, imagino que não deve dar problema pra se matricular no college, pois são essas coisas que eles pedem…

    2. Thaís Freitas

      Oi Matheus! Se vc terminou o Ensino Médio pelo Enem mas tem diploma e histórico escolar, imagino que não deve dar problema pra se matricular no college, pois são essas coisas que eles pedem…

  48. Oi, Thaís! Tudo bem?
    Primeiramente, parabéns por esse trabalho maravilhoso que você está fazendo! Você conseguiu me explicar de forma objetiva ( e linda rs) o que muita gente não tinha conseguido, então to devorando tudo o que você escreve aqui. =D A minha pergunta pode ser meio besta, mas assim……você é aceito na college, e só então você dá entrada no visto né? Mas não é um processo demorado? E a college simplesmente espera você chegar? Simples assim? Guarda sua vaga? não entendi muito como funciona isso, porque o processo é beem longo né? e se eu chegar la em época diferente do começo das aulas? (que é em setembro, certo?). Você pode me ajudar com isso? Desde já, agradeço, querida!

    1. Thaís Freitas

      Oi Luna! Desculpa a demora pra responder, ando super enrolada por aqui!
      Então, quando a faculdade te aceita, você paga a matrícula e o primeiro semestre e eles guardam a sua vaga. No momento que te aceita, a faculdade manda uma carta de confirmação, a LOA, que você só então usa pra dar entrada no visto. O processo todo leva em torno de 4 ou 5 meses, é menos complicado do que parece, mas eu preferi fazer com agência de intercâmbio pra não me estressar com esses detalhes. hehe Se quiser te indico a minha agência!
      Bjsss

  49. Oi, eu ouvi dizer que dá pra ir pagando o college no Brasil, antes de ir. Queria saber como faz pra ir pagando antecipandamente.

  50. Olá Thaís, amei o teu blog, é muito esclarecedor, superou muitas duvidas que tinha, desejo tudo de bom na tua carreira e de agora em diante vou acompanhar o teu blog. Eu falo a partir de Angola e é interessante como as redes sociais unem o mundo.

  51. Olá Thaís, gostei muito das suas dicas, realmente são muito valiosas, eu já pesquisei muito sobre a candidatura para universidades canadenses, porém, ainda me sentirei perdido no momento de fazer minha application, se fosse possível, eu gostaria muito de ter seu contato para conversamos e tirar minhas dúvidas com você, se for a sua vontade.

  52. Saudades de quando o IELTS estava R$500… Agora já está custando R$800 pela Cultura Inglesa no Brasil. 🙁

  53. Ótimo post! Tenho uma dúvida que não consigo uma resposta de jeito algum. Quero fazer um pathway no Canadá e em seguida entrar para uma pós no College. Estou com o eTa já. Eu sendo aprovada, tudo certinho, quando eu for solicitar o visto de estudante canadense eu poderia fazer isso estando lá em Nova York???? Posso viajar para Nova York e busão antes e depois solicitar o visto de lá?
    Eu tenho parentes na cidade, sairia mais barato a hospedagem nessa espera entre o pathway e o college! Dizem que demora até 45 dias ou mais. E também parece que envia o passaporte pra Los Angeles.

    Eu iria mandar lá de Nova York e depois receber de lá mesmo pra poder voltar pra Toronto, no caso.

    PODE ISSO GENTE? SOCORRO!

  54. Oie!

    Estou simplesmente devorando todos os posts!

    Encontrei o blog porque me interessei justamente pela pós em Marketing Management!

    Fiquei com uma duvida a respeito da aprovação no inglês. Eles podem me enviar a carta de aceitação e indicar que eu faça o pathway la se eu nao alcançar o nível ou simplesmente vão negar?

    Obrigadaaa!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *