PalmasPelo BrasilTocantins

Palmas: O que fazer de bom na capital do Tocantins

palmas ilha canela barcos viajadora

Aposto que você provavelmente nunca pensou que “ahn, que interessante deve ser Palmas, a capital do Tocantins! Está na lista de destino das minhas próximas férias”, não é? Pois é, para falar a verdade, eu nem lembrava que a cidade existia, e nunca imaginei que um dia ia acabar passando dois dias lá e gostando. Mas a verdade é que, para quem viaja para o Jalapão, seja em pacote turístico ou por conta própria, Palmas acaba sendo parada obrigatória no início e no fim do passeio, e pode surpreender os visitantes com atrações divertidas e muita comida boa.

Palmas: Entendendo a capital mais nova do Brasil

Cidade planejada assim como Brasília, Palmas ainda está bem longe da maturidade da irmã mais velha. A capital do Tocantins foi criada em 1989 e, por isso, ainda se encontra meio na “puberdade”, por assim dizer. Isso porque assim… pense em um garoto de 14, 15 anos que você conhece. É aquela fase quando ele está em crescimento, dá aquele estirão, tem alguns traços de adulto formados, já tem meia dúzia de pelos e começa a achar que é homenzinho, mas ainda fala com voz de pato e não sabe administrar a altura que atingiu de repente e nem o que fazer com tanto braço e perna. Sabe? Então! A impressão que eu tive foi a de que Palmas está exatamente nessa fase: a cidade foi toda planejada para ter avenidas muito largas e compridas e toda a estrutura para virar uma cidade grande e organizada, mas ainda está no comecinho e desengonçada como uma adolescente. Acho que um dia Palmas ainda vai ficar bem bonita, mas por agora o que se vê são espaços enormes e vazios, rotatórias que levam a lugar nenhum, trechos longos e desertos e áreas de matagal que darão espaço a construções.

viajadoras apontando para rotatória em palmas tocantins
Rotatória que roda para lugar nenhum por enquanto

Enquanto isso não acontece, não é o lugar mais agradável para caminhadas e várias atrações turísticas parecem meio inóspitas e sem graça para a visitação, como é o caso da famosa Praça dos Girassóis, onde fica o Monumento aos 18 do Forte, e o memorial da Coluna Prestes, mais um dos prédios iguais a todos os outros modernos desenhados por Oscar Niemeyer, onde estão expostos documentos e objetos de Luiz Carlos Prestes. Como já tem prédios demais do Niemeyer em nossa cidade natal, Niterói, e a gente não acha muita graça em estátua, passamos rápido por essas atrações e preferimos aproveitar o calor surreal de Palmas para fazer o que mais gostamos: ir à praia e conhecer as comidas locais. E que boa escolha! As praias dos arredores da cidade são uma delícia para driblar o calor, e as opções de comidas e bebidas da feira da 304 sul, imperdíveis.

As praias de rio em Palmas

Como Palmas está longe do mar, as praias que fazem a alegria dos moradores são de água doce e ficam às margens do lago de 160 quilômetros de extensão da usina do Lajeado, a hidrelétrica que abastece a cidade. A mais famosa é a praia da Graciosa, que tem mais infraestrutura e um por do sol concorrido, mas as praias do Prata e dos Arnos também têm quiosques onde dá para tomar uma cerveja e curtir ao ar livre.

Mas melhor do que ficar lá é, no porto da praia da Graciosa, pegar um barquinho (que custa R$14 por pessoa, ida e volta) e ir conhecer a Ilha Canela, que surgiu quando construíram a usina e inundaram a antiga Vila da Canela, que ficava por ali. Hoje a Canela é uma ilhazinha bem simpática que, além da praia com estrutura de cadeiras e barracas, tem uma área gramada, banheiros e um restaurante que, além de bebidas, serve um tucunaré com pirão e vinagrete que é de comer torcendo para não acabar logo, de tão bom! A gente passou uma tarde toda por lá e adoramos, foi perfeito para relaxar nas águas morninhas do lago e torrar sob o sol ardente do Tocantins. Uma coisa que achei interessante, aliás, foi o fato de que a praia da Ilha da Canela é protegida por uma rede para as piranhas não se aproximarem dos banhistas. Só uma medida de precaução mesmo, nada para ficar com medo ou deixar de mergulhar, mas achei bem divertido ficar imaginando as bichinhas com os dentinhos arreganhados do outro lado da rede, prontas para morder a gente que nem nos filmes trash americanos. haha

A caminho da Ilha Canela Palmas Tocantins
A caminho da Ilha Canela
ilha canela viajadora palmas
Barracas, cadeira e muito conforto
praia da ilha canela palmas tocantins
Ê, vidinha mais ou menos….
cerca piranhas ilha canela palmas
Tomando um banho de rio protegidas pela cerca contra as piranhas
tucunaré frito ilha canela palmas
Tucunaré com arroz, feijão, salada, farofa e molha à campanha. Ma-ra-vi-lho-so!
peixe ilha canela palmas viajadora
E a clássica selfie da gente almoçando

Passando mal de tanto comer na feira da 304 Sul

Mais do que da Ilha da Canela, o que eu mais gostei em Palmas foi a feira da 304 Sul, que acontece toda sexta-feira das 12h às 0h no Espaço Popular Mário Bezerra Cavalcante, mais conhecido como 304 sul, no centro da cidade. É uma feira bem popular onde feirantes de várias cidades próximas vendem frutas do cerrado, doces tradicionais, castanhas e várias especiarias da região Norte do Brasil, além de muito suco feito na hora, tapioca com tudo que é tipo de recheio, pastéis, umas frituras locais que não lembro o nome, chocolate e várias outras coisas que só de lembrar já me deixam cheia de fome de novo. Eu fiquei especialmente apaixonada pela paçoca salgada que é ícone do mercado, que coisa deliciosa! Tem uma delas que é famosa e sempre tem fila, mas provei a de várias barracas e achei todas igualmente deliciosas. (Ain, como eu queria um pote daqueles na minha frente agora!)

Ah, e além da infinidade de comidas a ótimos preços, tem também várias barraquinhas com roupas e artesanato da região. Não achei nada de muito interessante por lá, mas vale a pena dar uma olhada para quem gosta dessas coisas. Se você estiver indo para o Jalapão, porém, meu conselho é deixar para comprar o artesanato de capim dourado no povoado do Mumbuca, porque não só os preços são melhores e as coisas mais bonitas como, também, você ajuda na sobrevivência de um povo ainda muito tradicional e diretamente ligado à produção do artesanato mais emblemático do Tocantins.

feira palmas tocantins
Na parte da feira, frutas e legumes fresquinhos
feira palmas tocantins
Mas a grande graça são os quitutes variados, com muitos itens típicos da culinária local
feira palmas castanhas
e todo tipo de castanhas e oleaginosas bem baratas!
feira comida palmas
E muita opção de comida gostosa
feira palmas frutas
Uma dica é comer o abacaxi vendido na área do estacionamento, pelos homens nas caçambas dos caminhões. Muito muito docinho, delicioso!
artesanato em capim-dourado feira palmas
Muita variedade no artesanato em capim-dourado
suco abacate feira palmas
Sucos de abacate e de maracujá feitos na hora.. delícia!

Noitada rock’n’roll no Tocantins? Tem também!

Que a noite de Palmas tem muito lugar tocando música sertaneja e pagode, não é surpresa nenhuma. O que eu não imaginava é que, bem no meio dos tchu, tcha e Michéis Telós da vida, ia acabar indo parar em uma festa cheia de roqueiros locais onde o som mais leve era Raimundos das antigas e tinha um monte de gente de moicano, camisas de bandas de rock pesado e correntes para tudo que é lado. Pois em Palmas tem isso e o nome do lugar é Tendencies Rock Music Bar, um bar de rock no lote 73 da Avenida LO 3, no Plano Diretor Sul da cidade. Tem festa direto por lá e eles geralmente escolhem uma banda como tema para a noite. Quando fomos as bandas eram Raimundos e Planet Hemp, com o povo todo pulando empolgando e até rodinha punk. Muito divertido! Todo o nosso grupo que viajou junto para o Jalapão foi para lá depois que chegamos de viagem e foi muito legal. A bebida tem preços dignos, a música é animada e é um programa bastante antropológico, por assim dizer.

tendencies palmas expedição jalapao
Uma parte animada do nosso grupo da Expedição Jalapão

Para quem quiser saber mais sobre o Tendencies, o site deles está em construção há séculos, mas o perfil no Facebook ainda funciona e tem também o telefone (63) 3215-5773. Lembrando que as coisas lá ficam agitadas a partir de umas 22:30, não adianta muito ir antes desse horário.

Onde se hospedar em Palmas e outras coisas para saber antes de ir

Dormimos uma noite no Jalapão Hotel, porque fomos antes do dia e achamos essa opção mais barata, e duas na Pousada das Artes, que era a que estava incluída no pacote da viagem para o Jalapão. Ambas são muito boas, confortáveis, bem localizadas, próximas uma da outra e têm ótimos cafés da manhã, então você vai sair no lucro se ficar em qualquer uma das duas, realmente não temos preferência e indicamos ambas. Elas ficam na avenida que corta a cidade, dá para ir andando para o Palmas Shopping e de lá também é possível pegar um taxi para qualquer outra região da cidade. Os taxis são relativamente baratos e os motoristas são tranquilos.

Como mencionei antes, Palmas não é um lugar feito para andar a pé. Fomos andando (muito) para alguns lugares (como o shopping Capim Dourado e a praia da Graciosa, por exemplo) e nos sentimos umas alienígenas. Praticamente só tinha a gente de pedestre na rua e absolutamente TO-DOS os carros que passavam dirigidos por homens buzinavam, reduziam a velocidade ou até paravam do nosso lado na calçada para nos chamar para fazer alguma coisa ou falar alguma gracinha. Não chegamos a nos sentir ameaçadas, mas foi meio chato e cansativo, então é melhor andar de taxi mesmo por lá ou alugar um carro, o que é uma ótima ideia para quem quiser ir conhecer Taquaruçu, um distrito que fica a uns 30 minutos de Palmas e tem várias trilhas e cachoeiras.

Pra vocês terem uma ideia do como não estamos exagerando, resolvemos ligar a câmera enquanto andávamos por uma das ruas desertas de Palmas. E olhem o que aconteceu… hahaha

Viajadoras em rua vazia em Palmas Tocantins
Só a gente nas ruas queeeentes de Palmas

Ah, outra coisa que nos fez sentir meio aliens por lá foi o fato de andarmos de chinelo e short. Naquele calor úmido de 93°C na sombra de Palmas as pessoas andam de calça jeans e sapato e as mulheres saem muito produzidas e maquiadas, e por isso todo mundo olhava para a gente como se fossemos uns bichinhos realmente estranhos. Foi engraçado até! E se você precisar comprar alguma roupa, quiser comer algo mais elaborado ou até pegar um cinema, pode dar uma passada no shopping Capim Dourado, que é bem grande, tem todas essas lojas famosas normais de shopping e até um supermercado. Foi lá que compramos os nossos lanchinhos para levar para o Jalapão, aliás. 🙂

shopping capim dourado palmas viajadora
Eu e Paulete, em frente ao Shopping Capim Dourado

-> Confira outras opções de hotéis e pousadas em Palmas clicando aqui.


Posts sobre a nossa Expedição Jalapão:

Jalapão – Uma visão geral sobre a expedição

1° dia da Expedição Jalapão: muito chão e o pôr-do-sol na Serra do Gorgulho

2° dia da Expedição Jalapão Venturas: Cachoeira do Formiga e povoado do Mumbuca

3° dia da Expedição Jalapão: Fervedouro do Ceiça e pôr-do-sol nas dunas

4° dia da Expedição Jalapão Venturas: O início do rafting pelo Rio Novo

5° dia da Expedição Jalapão Venturas: Rafting com corredeiras nervosas, uhul!

Último dia da Expedição Jalapão Venturas: Cachoeira da Velha e as corredeiras mais radicais


 

Comentários

Tags:

20 comentários

    1. Avatar

      Olá, moro em Palmas e você mencionou no trecho ” não é o lugar mais agradável para caminhadas e várias atrações turísticas parecem meio inóspitas e sem graça para a visitação” então, acho que vocês talvez se equivocaram, pois aqui temos o Parque Cesamar para caminhar, lá é bem arejado e fica dentro da cidade, assim como as cachoeiras de Taquaruçu que são várias, a imensa tirolesa de mais de 1km de descida Vôo do Pontal entre outros os quais não me lembro, eu particularmente acho bastante as opções para visitação aqui! Para quem gosta de lugares amenos e calmos, com uma forte ligação com a natureza, acho que Palmas agrada muito! Me entristece lembrar do costume de alguns caras aqui que não respeitam as pessoas tal como relatado no assédio o qual vocês sofreram, isso acaba por sujar a imagem da cidade! Sinto muito!

      1. Avatar

        Ah e detalhe, a nossa capital deu até uma mudada de uns 3 anos pra cá, sugiro que venha aqui novamente! Diminuíram bastante os espaços vazios os quais deram lugar a prédios e outros estabelecimentos!

        1. Mariana Yusim

          Oi Maurício,
          Nós adoramos Palmas e certamente é um lugar que precisamos voltar! Obrigada pela sua mensagem. 🙂 Um beijo! :*

  1. Avatar

    Falaram pouco de Taquaruçu! O melhor lugar para se refrescar em Palmas nas várias opções de Cachoeiras! uma mais bela que a outra! Sem falar na diferença climática do centro de Palmas. E Taquaruçu não fica a 50 minutos de Palmas mas sim 25, no máximo 30 minutos de Palmas. 32 km de distância do centro. O taxista puxou pra ele…rsrs Mas tirando a parte de Taquaruçu que não é só isso o que foi falado, todo o resto ficou muito bom. E é bem o que é Palmas! 🙂

    1. Avatar

      Oi, Márcio!

      Legal que curtiu o post. De fato não falamos mais de Taquaruçu porque não tivemos tempo de ir lá, então decidimos focar só no centro de Palmas mesmo. Mas bom saber que ir pra lá é ainda mais rápido, vou fazer esse ajuste no texto e lembrar disso da próxima vez que for visitar o Tocantins.. aí Taquaruçu não me escapa! hehe

      Bjs!

  2. Avatar

    Que bom!

  3. Avatar

    Sou brasiliense mas moro a 4 anos aqui em Palmas. Palmas lembra muito Brasília na década de 80. No início, fiquei um pouco deprimido querendo voltar mas aprendi a gostar desta cidade. A tranquilidade e a violência em baixa escala é um bom atrativo. Passar cerca de 15 minutos no trânsito de casa para o trabalho é algo surreal para qualquer outra capital. Palmas tem muito a crescer mas aos poucos tem criado a sua identidade e ficando cada vez mais charmosa. PALMAS pela postagem!

  4. Avatar

    Adorei a forma que escreveu… Sou de Niterói e também nunca tinha sonhado em ir para Palmas rsrs realmente só faltou vcs conhecerem taquaruçu e lajeado que fiquei encantada???? volto agora em janeiro pra lá r queria conhecer jalapão.

    1. Mariana Yusim

      Diana, uma pena mesmo, queríamos ter conhecido Taquaruçu, mas vai ter ficar pra uma próxima visita a Palmas. Falam mesmo que é o máximo! Quanto ao Jalapão, temos uma série de posts aqui no blog e foi uma das viagens mais incríveis que fizemos! Você vai amar. 🙂 Se quiser dar uma olhada, neste post contamos como foi a Expedição pra lá. Se você for, vamos adorar saber o que achou. Beijos! :**

  5. Avatar

    Olá estou tentando indo para Palmas semana que vem, vamos ver se as dicas são quentes,a matéria ajudou a planejar um roteiro mesmo pq nem tinha ideia do que fazer por lá,parabens.

    1. Mariana Yusim

      Que bom que gostou, Geomar. Ficamos felizes. 🙂 Beijos!

  6. Avatar

    Bom dia. A semanas estou visualizando o mapa do Brasil para ver onde irei viajar em minhas férias em junho e resolvi então dar uma olhada com atenção para a regiaõ de tocantins e achei o site de vcs. Muito legal tudo que vcs falaram e mostraram e estou bem entusiasmado para conhecer a região. Descobri em setembro 2015 em Belem do Pará que tomar banho de rio é muito bom. Obrigadão. Carlos

    1. Mariana Yusim

      Carlos,
      Você vai adorar Palmas e especialmente o Jalapão (você vai pra lá, né?), que é muito lindo. Que bom que gostou do site. 🙂 Beijos e boa viagem!

  7. Avatar

    Gostei muito do que escreveu da minha querida cidade. Estou aqui desde o início e vi cada detalhe nascendo. Temos várias culturas diferentes, em junho temos festival de quadrilhas juninas, um sucesso. Em julho temos várias praias ao redor da cidade, principalmente o Rio Araguaia com suas belezas inconfundível. Araguacema é ótima. Em setembro temos o festival gastronômico com pratos jamais vistos e com grandes shows de artistas nacionais. Em dezembro temos o desfile Natalino e a cidade do papai noel. E no carnaval temos A Capital da Fé, grandes bandas e cantores nacionais evangélicos e católicos. Venha conhecer nossa cidade e descobrir nossas belezas e culturas.

    1. Mariana Yusim

      Sua cidade é mesmo encantadora, Henrique! 🙂 Temos muita vontade de um dia voltar a Palmas. Beijão! :*

  8. Avatar

    Gostei do post, estou pensando em mudar para Palmas, mas ainda pensando, sou de São Paulo…e uma oportunidade pode ser q apareça para morar lá, vamos ver.

    1. Avatar

      Palmas é muito legal, ainda tem muito pra crescer! Boa sorte nas escolhas, e que dê tudo certo se você mudar pra lá, Adilson! :*

  9. […] mais dicas? Recomendo esta postagem no divertido blog Viajadora, que dá um panorama bem legal de Palmas! Concordo em gênero, número […]

  10. Avatar

    Já estive em Palmas algumas vezes e amei tem lugares lindos,fico deslumbrada com as praias o parque cesamar é maravilhoso a cidade é limpa as ruas largas,eu recomendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *