Em forma (saúde e bem-estar)Vida de viajante

Cicloturismo: Como se preparar para começar a viajar de bicicleta

Cicloturismo na Toscana

Há alguns dias, lemos a notícia de que uma ciclovia de 70 mil quilômetros de extensão vai interligar 43 países europeus e ficamos loucas com a perspectiva de rodar o Velho Continente todo fazendo cicloturismo. A EuroVelo terá 15 rotas, cada uma com um nome que reflete as paisagens e histórias do trajeto. A maior terá 10 mil quilômetros e passará por 20 países, indo da Noruega até a Hungria. É o máximo, sim ou com certeza? O projeto só ficará totalmente pronto em 2020, mas o fato é que a Europa já é uma das melhores regiões para quem deseja fazer viagens de bicicleta, seja pela infraestrutura ou pelo fato de que o cicloturismo já é bastante popular por lá. (Quem quiser saber mais sobre a Eurovelo e ver um vídeo muito legal sobre viagem de bicicleta na Europa, pode dar uma olhada nesse post muito legal do blog Vontade Viajar)

A verdade é que o clicloturismo está se tornando cada vez mais comum em todo o mundo, e não faltam histórias de gente que anda vivendo aventuras incríveis com suas magrelas, como o Marcelo, que fez o Caminho de Santiago de Compostela de bicicleta e amou a experiência. Pode parecer algo difícil e para quem tem um preparo físico excepcional, mas a verdade é que, com uma boa preparação e planejamento, qualquer pessoa pode fazer uma viagem dessas.

Pensando em quem deseja fazer cicloturismo e quer começar a se preparar, entrevistamos a Adriana Kroehne, da Bike Expedition, agência especializada em viagens de bicicleta, para pegar algumas dicas de preparação, treino e segurança. Vamos lá:

Como deve ser o treino para quem quer fazer a primeira viagem de bicicleta?

O treino é importante para que o viajante tenha preparo físico e possa chegar inteiro e querendo mais no lugar de destino depois de uma viagem de bicicleta. Com esse objetivo, as dicas são as seguintes:

  • Considerar a inclinação das estradas e a distância que se deseja percorrer, e fazer a preparação de acordo.
  • Para destinos mais planos, como a Holanda ou o Vale do Loire, por exemplo, um mês de treino é suficiente e recomendado. Para roteiros intermediários, como os da Provence ou da Alsácia, indico de dois a três meses de treino. E se você for um apaixonado por bikes e estiver buscando grandes desafios, indico que comece a se preparar com pelo menos quatro meses de antecedência.
  • Para a preparação, indico fazer aulas de spinning com frequência, pois elas têm treinos fortes com simulação de subidas de montanhas. E também aproveitar os fins de semana para pedalar com os amigos, pois não só é uma atividade divertida como, uma excelente oportunidade para a pessoa se preparar para pedalar em vias urbanas, estradas, ciclovias e aprender a “técnica de rua”, que é tão importante quanto o preparo físico.
cicloturismo pela Toscana (Val d'Orcia)
Pedalar pela Toscana (Val d’Orcia) deve ser maravilhoso!

E em relação à segurança, quais os cuidados necessários?

Antes de mais nada, é importante estudar a cultura do destino onde se pretende pedalar, para saber se ele é “bike friendly”, se há estradas com pouco movimento e se os carros e pedestres respeitam os ciclistas (enfim, condições ideiais para o cicloturismo). Além disso, esses outros cuidados também são essenciais:

  • Nunca saia sem capacete. Além disso, as luvinhas também são muito úteis, não só porque protegem as mãos do sol como, também, das quedas, já que as mãos são as primeiras a colidir com o chão no caso de quedas. E não esqueça um bom par de óculos de sol, que protegem do sol, da poeira e de pedrinhas que podem ser levantadas pelos carros passando.
  • Pedale sempre no sentido dos carros, nunca pela contra-mão.
  • Sempre pare nas rotatórias. Só avance depois de parar e verificar que não tem veículos vindo.
  • Sinalize com as mãos quando for virar. Assim como um carro, quem vem atrás deve saber suas intenções para evitar acidentes.
  • Não freie bruscamente, principalmente se houver outras bicicletas atrás de você.
  • Use colete, lanternas ou qualquer sinalizador que seja bem visível, principalmente à noite.
  • Use ambas as mãos para segurar o guidão, especialmente em ladeiras. Uma simples pedrinha pode fazer um enorme estrago se você não estiver bem habituado ao seu meio de transporte.

Como deve ser a hidratação e a alimentação durante viagens de bike?

Beba muita água e isotônicos enquanto estiver pedalando. A reposição dos líquidos deve ser muito mais intensa do que quando a gente está em repouso.

Para trechos mais longos, alimente-se frequentemente, mesmo se não estiver com fome. Boas opções de lanches são as barrinhas de cereais e frutas, e é muito legal parar para fazer piqueniques e almoços ao ar livre.

Em relação ao transporte de bikes para cicloturismo, que pode parecer algo difícil e trabalhoso, que conselhos você dá?

fazer cicloturismoPrimeiramente, lembre-se de que pedalar é um esporte em crescimento no mundo inteiro, por isso existe muita facilidade em encontrar bicicletas excelentes em muitos lugares. Por isso, vale dar uma pesquisada antes de se programar para saber se levar a sua bike é a melhor opção. Afinal, além do transporte aéreo, você também terá de pegar transporte público para chegar até o local onde iniciará o cicloturismo.

Se depois da pesquisa decidir mesmo levar sua própria bike, é importante consultar a companhia aérea para saber as regras sobre o embarque da bicicleta. Em viagens internas no Brasil, geralmente ela pode viajar montada, protegida com plástico bolha, com atenção especial para a corrente e os pedais. Já no caso de viagens internacionais, a magrela deve ir desmontada e acondicionada em uma mala-bike.

Na hora de escolher a mala-bike, aliás, opte por modelos rígidos (nunca de tecido), com espaços certinhos para cada uma das peças. Apesar de elas serem mais caras, valem a pena, pois são a melhor garantia de que a bike chegará intacta. Mas se você não quiser investir na comprando, pode alugar uma mala-bike em uma bicicletaria (muitas oferecem esse serviço) ou então recorrer às caixas de papelão, que você pode conseguir de graça também em uma bicicletaria e protegem bastante a bike no avião.

Que roteiros recomenda para quem quer fazer a primeira viagem de bicicleta?

Os caminhos da Holanda e do Vale do Loire, que são totalmente planos. Os mais difíceis da Europa são os da Croácia, pois as ilhas são íngremes e exigem bastante do preparo físico, mas valem cada metro percorrido.

Qual o caminho mais legal de cicloturismo que você já fez?

São tantos! Cada caminho tem a sua característica e todos são incríveis. Eu gosto muito da Holanda, pois não temos ideia de como o interior pode ser tão rico, com muita história, florestas, canais e ciclovias por todos os lados. Um país super moderno e tradicional ao mesmo tempo, um charme! Outro roteiro queridinho meu no momento é a Sardenha. Acabei de fazer e é incrível!

Sobre a entrevistada:

Adriana Kroehne cicloturismoAdriana Kroehne começou pedalando com amigos em Campos do Jordão e fez sua primeira viagem internacional de bicicleta pelo Sul da França em 2001, com a Bike Expedition. Gostou tanto que voltou várias vezes para fazer esse que era o único roteiro da agência até então, e acabou começando a trabalhar lá em 2006. No princípio, viaja dirigindo a van de apoio aos ciclistas, organizando cada detalhe para entender bem a logística das expedições. Em 2011 se tornou a diretora da agência, que hoje tem uma equipe operacional e guias treinados e especializados em viagens de bicicleta.


OBS: Este NÃO é um publieditorial. Fizemos a matéria porque conhecemos a agência e nos interessamos pelo trabalho deles.


 

Comentários

Tags:

5 comentários

  1. […] nunca viajou de bicicleta antes mas quer começar, temos um outro post para você, com dicas de como se preparar para começar a viajar de bicicleta. Dá uma olhada, vale a […]

  2. […] se você ainda está começando a se aventurar pelo cicloturismo, pode ler o nosso post sobre como se preparar para começar a viajar de bicicleta. Outra dica imperdível é baixar gratuitamente o excelente e-book Guia para viajar de bicicleta  […]

  3. […] meninas do blog Viajadora já preparam dicas de para quem pensa em fazer uma aventura de cicloturismo pela primeira vez, vale a pena dar uma olhada no post! Para ir entrando no clima, esse vídeo aqui mostra um pouco […]

  4. Muito legal o post. Obrigada pela dica.
    Não tenho experiência nenhuma ou preparo físico para fazer uma viagem de bike, mas a idéia tem me encantado à cada dia que passa. Estou morrendo de vontade de um dia fazer.

  5. […] meninas do blog Viajadora já preparam dicas de para quem pensa em fazer uma aventura de cicloturismo pela primeira vez, vale a pena dar uma olhada no […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *