Vida no Canadá

Checklist: O que resolver no Brasil antes de ir morar fora

checklist-morar-fora

Como mencionei no post Passo a passo para fazer college no Canadá: Como se matricular e tirar o visto de estudante, depois que você resolve a questão da matrícula no college e do visto, o tempo que sobra passa voando até a data da viagem. É tanta coisa para finalizar e resolver antes de ir morar fora, que se a gente não se organizar acaba não tendo tempo de fazer tudo.

Eu mesma não me organizei tão bem quanto gostaria e por isso acabei deixando algumas coisas de lado, coisas inclusive que me fizeram falta a maior falta depois que cheguei em Vancouver. Eu deveria ter feito uma lista e seguido certinho, mas não fiz e me dei mal… para isso não acontecer também com você que está vindo, fiz essa lista com as coisas importantes para resolver antes de viajar para passar um ano ou ainda mais tempo estudando ou trabalhando em outro país. E ela vai bem além das programações para se despedir dos amigos, dos familiares e das comidas brasileiras favoritas.


 

Cuidados com a saúde antes de morar fora

checklist-remédios-para-saúde-antes-de-morar-fora

Para vir, você vai ter de fazer um seguro saúde para se garantir até poder começar a usar o seguro de saúde público do Canadá, o MSP. E depois que puder usar, vai ver que, apesar de ser eficiente, não é tão fácil marcar médicos e fazer exames como é no Brasil para quem tem plano de saúde. E também não é fácil comprar alguns remédios que a gente tanto usa no Brasil, por isso esses cuidados são essenciais:

1) Limpeza dentária e check-up completo com o seu dentista

Uns três meses antes de vir, para dar tempo de fazer algum tratamento caso seja preciso.

2) Check-up completo da sua saúde

Apesar de a gente fazer o exame médico para tirar o visto, ele não revela muita coisa, por isso é importante checar se está tudo em dia antes de vir. Isso vale principalmente para os médicos que tratem alguma questão mais delicada sua, como, por exemplo, gastrite, enxaqueca, depressão, etc.

3) Traga um estoque com os remédios que você precisa tomar com frequência

Por exemplo, remédios de depressão e para tireoide, porque não dá para comprar nada sem receita aqui e você pode demorar um pouquinho até conseguir marcar e ir a um médico canadense. Lembre que é indispensável trazer uma receita em inglês assinada e carimbada pelo seu médico brasileiro, para justificar a quantidade de remédios caso você seja parado na imigração.

4) Se você usa óculos, faça uma revisão antes de vir e traga uma receita em inglês com o seu grau

Para você poder fazer óculos novos ou comprar lente de contato aqui sem a consulta médica. Sobre a lente, não precisa se preocupar em trazer estoque de soro, porque é fácil de comprar em qualquer farmácia e bem mais barato do que no Brasil.

5) No caso das mulheres, faça um preventivo e um exame completo no ginecologista

E é indispensável ver a questão do anticoncepcional, porque aqui precisa de receita médica canadense para comprar. Boa parte das brasileiras traz várias cartelas para usar por um tempo, e uma receita médica em inglês para justificar.

6) Prepare uma farmacinha de viagem para trazer com os remédios que você mais gosta

Embora aqui seja fácil comprar Tylenol, Aspirina, Advil e coisas do tipo, tem alguns remédios do Brasil que não são fáceis de achar ou comprar aqui, como Dorflex e Engov, por exemplo.


 

Arrumar a documentação e o dinheiro para levar

checklist morar fora documentos

7) Prepare a pasta de documentos que você vai levar no voo

Coloque nela o seu passaporte, a carta de aceitação da faculdade (LOA), a carta de permissão de estudos fornecida pelo consulado (POE letter), o e-ticket da passagem de ida e volta para o Brasil, o papel do seguro saúde obrigatório para os primeiros três meses e o endereço do lugar onde você vai ficar. Todos esses documentos podem ser importantes para passar na imigração.

8) Prepare uma outra pasta com seus documentos para ter aqui

Coloque nela todas as traduções do seu diploma e histórico escolar que tenha feito para a matrícula no college; sua carteira de motorista; RG; e também CPF; Título de Eleitor, Certidão de Casamento e outros documentos que talvez nem sejam tão importantes por aqui, mas que é sempre bom ter com você de qualquer forma para alguma situação que possa surgir.

9) Digitalize todos os seus documentos

Escaneie tudo e leve em um pendrive, mande para o seu e-mail, salve no seu computador. É uma garantia caso perca e facilita muito se você precisar para alguma coisa aqui.

10) Deixe todas as informações com a sua família

Mande um email para seus pais e quem mais importar com seus documentos digitalizados e todas as informações que você tiver sobre a sua temporada no Canadá, com o endereço e telefone de onde vai ficar, endereço e telefone do seu college, nome e contatos das pessoas com quem você está lidando no college e na agência de intercâmbio, contatos do consulado brasileiro mais próximo e quaisquer outras informações que você achar que eles possam vir a precisar em algum momento.

11) Renove sua carteira de motorista

Se você pretende alugar carro nos primeiros meses aqui, é essencial que sua carteira de motorista esteja válida. Depois de seis meses você vai ter de tirar a BC Drivers License se quiser continuar dirigindo de qualquer jeito, a não ser que seja estudante de college, aí dá para usar a habilitação do Brasil junto com a carteirinha de identificação do college.

12) Deixe procurações com alguém

Faça uma procuração de plenos poderes reconhecida em cartório para deixar com alguém de sua confiança para resolver quaisquer problemas na sua ausência. Lembrando que se for procuração para movimentação de contas bancárias, tem que ser específica para o seu banco, enumerando tudo que a pessoa vai poder fazer.

13) Fale com o gerente do seu banco

Eu conversei com meu gerente e avisei que viria, e foi ele, inclusive, que me instruiu sobre essa procuração para o meu pai poder cuidar da minha conta. É importante você do Canadá ter acesso pela internet à sua conta no Brasil e um número de telefone para o qual possa ligar caso tenha alguma problema.

14) Veja como vai mandar o dinheiro para o Canadá

Você não vai poder levar o seu dinheiro todo em cash quando for viajar, claro, por isso vai ter de ver a melhor forma de fazer as remessas do Brasil para o Canadá. Alguns bancos fazem transferências com boas taxas, outros não. Algumas pessoas preferem abrir conta no HSBC aqui e depois lá para transferir direto, outras mandam pela Western Union (aqui tem um post explicando como é). O importante é pesquisar bem e ver o que funciona melhor para você.

15) Faça um cartão Visa Travel Money (ou similares)

Esses cartões de viagem não oferecem boas taxas, mas são um jeito fácil e rápido de um familiar seu mandar dinheiro no caso de uma emergência. Faça um, bote algum dinheiro e leve com você para se garantir mais.

16) Compre dólares para levar

Você pode entrar com até CAD $10.000 no Canadá sem declarar, mas só pode sair do Brasil com R$ 10.000. Tem gente que se arrisca e sai com bem mais que isso, afinal, a chance de ser pego é bem pequena, mas eu sou muito certinha e não quis passar do limite. Aí vai de cada um. O importante é levar o máximo que você puder ou tiver coragem, porque é importante ter dinheiro para chegar e essa é a forma mais barata de levar (em vez de transferir).


Deixar para trás sua casa e suas posses

malas-viagem-morar-fora

17) Devolver o apartamento se você mora de aluguel

Avise quando você pretende sair e combine com antecedência a data para evitar ter de pagar multa contratual.

18) Vender suas coisas

Se você vai vender móveis e utensílios, comece a ver isso bem antes da data da viagem para dar tempo de vender tudo. A economia brasileira está lenta e as pessoas não estão comprando muito, então é bom fazer tudo com o máximo de antecedência possível.

19) Separar o que vai do que fica

A não ser que você seja uma pessoa realmente muito minimalista, vai precisar deixar muita coisa para trás quando estiver arrumando as malas para vir. É bom fazer isso com algumas semanas de antecedência para pensar direitinho e não deixar nada importante para trás.

20) Se desfazer do que você não for querer mais

Doe suas roupas e outras coisas que for abandonar para orfanatos, igrejas e outros lugares que possam ajudar quem precise. Eu sou fã do Exército da Salvação, que ainda manda um caminhãozinho na sua casa para buscar as doações, algo muito legal que precisa ser combinado com dias de antecedência.

21) Ver o que vai fazer com seu imóvel

Se você mora em imóvel próprio, vai precisar decidir com um tempo de antecedência o que vai fazer com ele, como alugar para alguém morar ou passar a alugar por temporada. Para isso vai precisar de alguém para cuidar disso no Brasil, seja um parente ou uma imobiliária, e providenciar toda a documentação necessária.

22) Quitar e cancelar as contas que estiverem no seu nome

Se possível, não viaje devendo nada, quite todas as dívidas que puder pagar. Se você vai devolver o apartamento alugado, cancele ou transfira os serviços que estão no seu nome. Se for manter o imóvel para alugar, passe as contas para o nome do inquilino ou veja como o pagamento será feito na sua ausência. Não se esqueça, também, de cancelar sua conta do celular: você pode migrar o número para pré-pago, se quiser, e usá-lo quando voltar ao Brasil.

23) Arrumar um lugar temporário para morar no Canadá

Quando você chegar na cidade que escolheu, vai precisar de um lugar para ficar, claro. Alugar o seu imóvel fixo sem ver é muito arriscado, então a melhor pedida é alugar por cerca de duas semanas um quarto ou apartamento provisório para, quando já estiver conhecendo a cidade, aí sim procurar e alugar um lugar permanente. Para aluguel por temporada eu sempre indico o AirBnB ou o HomeAway, dois sites que uso sempre.


Cuidados pessoais para viajar

Eu sei que isso parece besteira, mas faz diferença principalmente no caso das mulheres, então acho importante fazer essas coisas antes de vir:

24) Cortar o cabelo, fazer luzes, escova progressiva, depilação

Cortar e tratar o cabelo custa bem mais caro aqui em Vancouver (tipo CAD $80 o corte, CAD $300 a progressiva, etc), então é bom você fazer isso tudo no Brasil antes de vir, para evitar esses gastos por um tempo. O mesmo vale para a depilação íntima, que não só é mais cara aqui como diferente e pior na maioria dos estabelecimentos.

25) Trazer uma bolsinha de manicure

Se você gosta de fazer as unhas, é legal trazer uma bolsinha com os equipamentos e seus esmaltes favoritos. Eles custam mais caro aqui e não são tão legais, além de ser quase impossível achar alicate para comprar.


Antes de morar fora: se despedir de todos

na praia com minhas amigas
Minha última semana de Rio teve direito a Praia da Barra com as amigas e água muito transparente e limpinha. Saudade! <3

Essas últimas dicas aqui são muito pessoais e podem parecer bobagem para muita gente, mas eu sou uma pessoa sentimental e apegada aos meus amigos e à minha família, por isso acho importante se despedir direitinho das pessoas e lugares que você não vai ver por um bom tempo. Essas são algumas das coisas que eu fiz e outras que não fiz, mas queria ter feito:

26) Marque o máximo possível de eventos com seus amigos e sua família (e seus bichos de estimação)

Você vai sentir muita falta de cada um desses momentos quando estiver longe deles.

27) Coma todas as suas comidas favoritas

Aproveite muito a comida dos seus pais e também as comidas típicas do Brasil, como churrasco, feijoada, paçoca, pão de queijo, torresmo, canjica… Tem coisa que eu nem ligava quando estava lá, e agora morro de vontade de comer aqui só porque é mais difícil de conseguir! haha

28) Visite seus lugares favoritos e tire fotos

Vá a todos os seus lugares queridos na sua cidade e tire fotos (mentais e digitais): a gente muitas vezes não dá importância para eles quando está perto e acaba sentindo muita falta depois. No meu caso isso está acontecendo muito em relação à praia, sentindo aquela falta de botar um biquíni e mergulhar no mar clarinho e com aquela areia branca do Rio.

29) Reveja os amigos que não vê há um bom tempo

A gente fica sempre adiando os encontros quando mora perto, mas quando você está longe acaba se arrependendo de não ter encontrado. Então marque coisas com as pessoas que você gosta e sente falta antes de ir, é muito legal reencontrar todo mundo e reforçar os laços antes de ir passar essa temporada fora.

Ufa!! Parece que vai dar tempo mas é muita coisa, por isso a dica principal é: arrume tudo com o máximo de tempo possível. E tire um tempo para ler essa cartilha que o governo do Canadá fez para orientar os estudantes internacionais – tem muitas dicas sobre a vida aqui que serão bem úteis para você.

Esses últimos dias antes de vir deixam a gente muito nervosa e mexida, então quanto mais você se organizar, menos estresse vai ter.

Ah, e deixei alguma coisa de fora? Se sim me fala, vou adorar saber e adicionar na lista! 😉


Confira mais posts sobre morar e estudar no Canadá:

Estudo no Canadá: Por quê indicamos a Nexus Intercâmbio

Pós-graduação na Langara College: Concluí meu curso no Canadá, e agora?

Emprego no Canadá: Como conseguir um na sua área de estudos

Será que morar no Canadá é pra você?

10 coisas (muito) boas de se morar em Vancouver

Quanto custa morar em Vancouver para um casal sem filhos

Como é voar Air Canada e passar pela imigração em Toronto

Marketing Management na Langara College: Primeiro mês de aula e minhas impressões

Checklist: O que resolver no Brasil antes de ir morar fora

Passo a passo para fazer college no Canadá: Como se matricular e tirar o visto de estudante

31 conselhos e dicas para quem vai estudar na Langara College

Dica para entrar no mercado de trabalho no Canada: Cursos de Continuing Studies da UBC

Estudar em Vancouver: O que eu achei do curso de continuing studies da UBC

Tudo que você queria saber sobre enviar dinheiro pela Western Union (e tinha preguiça de pesquisar)


 

 

Comentários

Tags:

20 comentários

  1. […] Check-list: O que resolver no Brasil antes de ir morar fora […]

  2. […] e outras tarefas a finalizar no Brasil antes de partir. (Pra te ajudar nessa tarefa, fizemos um check-list com o que é preciso resolver no Brasil antes de ir morar fora, […]

  3. Oi Thaís, gostei muito do post e o linkei no Links da Semana #9 do meu blog! Beijos, Amanda
    http://www.amandaqui.com

    1. Thaís Freitas

      Oi, Amanda! Obrigada pela indicação!
      Muito legal o seu blog, não conhecia! Vai entrar na lista de blogs que eu acompanho 🙂
      bjs

      1. Obrigada Thaís, fico feliz! Beijos

  4. […] O que resolver no Brasil antes de ir morar fora […]

  5. Oi Thais, eu gostaria de saber sobre essa carta de permissão de estudos fornecida pelo consulado (POE letter), eu tirei o visto e não me lembro de ter nenhuma carta, Obrigada!

  6. Muito bom. Vc nao esqueceu nada Tha !!
    So os itens que acho legal opinar:

    8) CPF nao serve fora do Brasil. Titulo de eleitor raras vezes. Acho que basta digitalizar tudo mas nao levar.
    18) Anunciar itens pra vender com muita antecedencia. O Brasil nao esta consumindo. Ninguem compra nada mais em Mercado Livre e OLX como antes.

    No mais, vamos emboraaaaaaaaaa rsss.
    Bjos
    Beto

    1. Thaís Freitas

      Oi, Beto!

      Então, eu falei de trazer os documentos porque muita gente tá vindo de mala e cuia e pode não ter onde deixar no Brasil. Mas de fato, a gente não usa pra nada aqui mesmo, é só pra guardar a prova de que somos cidadãos brasileiros mesmo. haha

      Sobre anunciar com muita antecedência, muito bem lembrado. Vou mudar isso no post! A crise no país tá triste mesmo, economia parada, né…

      Mas vamos que vamos que o Canadá não para e tem muita poutine pra gente comer ainda! hahaha
      Bjsss

  7. Oi Thais, tudo bem? Meu nome é Talita e acompanho você no Viajadora. Gostaria de te perguntar sobre como é viver em Vancouver e viajar. Pretendo morar aí porém tenho medo de não conseguir conhecer outros lugares devido a questão de dinheiro, trabalho, etc.. Como funciona? Como você se organiza?

    Adorei esse texto, me ajudou muito!

    Abraços

    1. Thaís Freitas

      Oi, Talita!

      Eu tô em Vancouver há 8 meses só, então desde que cheguei tenho ficado mais concentrada em conhecer Vancouver e arredores, o que por si só já é uma grande viagem pra mim, quando tudo é tão novo e diferente do Brasil. Comecei a trabalhar há pouco tempo e vou tirar 10 dias de folga em breve para viajar com meus pais, que estão vindo visitar do Brasil… meu chefe deixou tranquilo, porque sou nova na empresa e estou ganhando por hora, então não vou receber esses dias. Para quem trabalha como contratado e com salário anual, acho que o normal são 20 dias de fora. O Canadá também têm vários long weekends, quando o feriado (de um dia) emenda com o fim de semana, dando para fazer viagens um pouquinho mais longas. Com certeza não tem a moleza de 30 dias de férias e o excesso de feriados do Brasil, mas se você se programar e economizar dá para viajar sim… e na minha opinião, mais fácil do que no Brasil, já que a gente vai estar ganhando em dólar. 😉

      Beijos

  8. Uau!! como procurei essas informações. Você compilou tudo. MUITO OBRIGADA!!!!!

  9. Oi Thaís tudo bem?

    Tenho acompanhado seus posts e gostaria de saber o que está achando do seu curso no Langara, bem como o que está achando da infraestrutura do College. Eu também pretendo fazer um post degree no Langara só que em Business Administration.

    Abs!!

  10. Oi Thais, vi que o limite de entrada no Canadá são CAD 10.000,00 por família. Caso entre com valor maior e queira declarar para não ter nenhum perrengue, vc saberia dizer como é o procedimento?

    1. Thaís Freitas

      Oi, Emanuel!

      Pelo que sei você tem que preencher aquela ficha que é preciso entregar na imigração dizendo que você está entrando com valor a mais. É um procedimento simples, só não sei se você vai precisar pagar alguma taxa, é bom verificar.

      Bjs

  11. Ótimo artigo, obrigado pelas dicas 🙂

  12. […] O que resolver no Brasil antes de ir morar fora […]

  13. Olá,
    Para quem vai passar apenas um ano fora, o que fazer com o plano de saúde no Brasil? Alguma dica?

    1. Thaís Freitas

      Oi Mikaela,

      O meu plano de saúde (CASSI) infelizmente não me deu a opção de “congelar” meu plano, se eu cancelasse depois teria que fazer um novo plano do zero quando/se voltasse para o Brasil, por isso achei melhor continuar pagando normalmente todo mês até que eu me estabelecesse definitivamente no Canadá. É isso que eu faria se viesse pra ficar só um ano, caso meu plano de saúde não me desse a opção de congelar (você já verificou com o seu?)

      Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *