Projeto 6 on 6 Canadá | Julho 2017: 150 anos do Canadá

Projeto 6 on 6 Canadá | Julho 2017: 150 anos do Canadá

O tema de julho para o projeto 6 on 6 Canadá são os 150 anos do país, um aniversário especial que foi muito comemorado em todas as províncias no fim de semana. Como o tema é aberto à interpretação de cada blogueira, decidi falar sobre seis detalhes em Vancouver relacionados à história do Canadá:

1. Engine 374 

Engine 374.Vancouver.Viajadora

O Engine 374 é o motor do primeiro trem a trazer passageiros para Vancouver, em maio de 1887. Esse fato foi muito festejado e, na época, depois de 10 anos de construção, considerado um grande feito da engenharia, ligando o então recém-fundado (e enorme!) Canadá de costa a costa, o que muita gente por aqui chama carinhosamente de “a conquista do Oeste”. A locomotiva funcionou por muitos anos até ser aposentada em 1945, e hoje o motor está exposto no Roundhouse Community Centre, em Yaletown, bem pertinho aqui de casa. A visita é gratuita e bem interessante!

2. Vancouver Waterfront Station

Vancouver Waterfront.Viajadora

Por falar em trem, não dá para falar da história de Vancouver sem citar a Waterfront Station, a estação de trem e barcas muito linda da cidade, que completou 100 anos em 2014. Do final dos anos 1890 até 1914, Vancouver teve um boom populacional louco, passando de mil moradores a 115.000, e esse povo quase todo chegou de trem.

Com o tempo a estação foi sendo reformada e se tornou uma verdadeira lindeza, muito bonita e espaçosa por dentro, e um dos meus prédios favoritos na cidade. Mas a parte mais legal é que ela é considerada o prédio mais mal assombrado de Vancouver, com várias histórias famosas de fantasmas, como a de um operador de trem sem cabeça e a de três velhinhas que vagam por lá esperando por um trem que nunca chega.

3. SS Empress of Japan

Escultura japonesa do Stanley Park.SS EMperor.Vancouver

Quando se pensa em imigração asiática em Vancouver, a primeira coisa que vem à cabeça são os zilhões de chineses que a gente vê aqui. Mas o que pouca gente sabe é que a imigração japonesa também teve um papel muito importante na evolução da cidade, razão, entre outras coisas, das maravilhosas cerejeiras espalhadas por todos os cantos e a tradição de excelente comida japonesa a preços bem acessíveis em qualquer lugar. A primeira onda de imigrantes japoneses chegou à cidade entre 1877 e 1928, eram pescadores na costa ou fazendeiros na região do Fraser Valley.

Ah, e a foto, já ia esquecendo. rs Então, essa escultura fica no Stanley Park e é uma réplica da ponta do navio RMS Empress of Japan, construído em 1891 na Europa e responsável pelo transporte de especiarias, passageiros e correspondências entre a Costa Oeste do Canadá e o Oriente. Depois de uma pequena pausa para servir como navio de guerra na Primeira Guerra Mundial em Hong Kong, ele foi aposentado em 1922 ao chegar em Vancouver depois de completar sua 315ª travessia. Eu adoro essa escultura, essa história e essa paisagem, que sempre admiro quando dou a volta de bicicleta no Stanley Park.

4. O Sherman Tank da Segunda Guerra Mundial

Sherman Tank.Beatty Street Drill Hall.Vancouver

Esse tanque de guerra Sherman M4A3E8, todo perfurado de balas, fica exposto em frente ao Beatty Street Drill Hall e é meu marco favorito da cidade. Ele foi um dos muitos tanques canadenses usados na Segunda Guerra Mundial, e este tanque específico participou da batalha de Falaise, na França, um cerco de 14 horas debaixo de artilharia pesada, onde morreram muitos combatentes, inclusive o comandante. Agora o tanque está exposto em Vancouver em homenagem a todos que perderam a vida nessa batalha, e eu gosto de botar a mão nele, fechar o olho e ficar imaginando como foi a batalha, quem estava dentro do tanque, o que aconteceu, como era a cidade… é uma energia muito forte.

Não é todo mundo que sabe que os canadenses tiveram um papel muito importante nas Guerras Mundiais, principalmente na Segunda, quando o Canadá se juntou aos Aliados e voltou como a quarta maior potência industrial da época.

5. Capilano Bridge

Capilano-Suspension-Bridge.Ponte-Capilano.Capilano-Park1

Um dos principais pontos turísticos da cidade, a ponte suspensa Capilano Bridge é quase tão antiga quanto o póprio Canadá. Ela foi construída em 1888, e viu gente de todo tipo passar por lá. O resto das atrações foi surgindo ao longo do tempo e hoje o Capilano Park é um dos mais famosos e significativos de Vancouver.

6. O Inukshuk de English Bay

English Bay Inukshuk.Viajadora

Essa escultura fotografada por todo mundo em English Bay é um Inukshuk, um tipo de escultura Inuit que representa uma forma humana de braços abertos e que era usada para auxilliar na navegação. É considerada um sinal de boa sorte e acabou se tornando o símbolo das olímpiadas de inverno de Vancouver, que aconteceram em  2010 e foram um grande acontecimento na cidade.

Os povos indígenas (First Nations) são parte fundamental da história do Canadá, e eles sofreram muito ao longo dos 150 anos de “existência” do país, perdendo suas terras, vendo sua gente morrer, lutando para salvar sua cultura e enfrentando o racismo horroroso que ainda existe no país. Felizmente, agora está acontecendo um esforço de reconciliação para tentar compensar um pouco tudo que passaram, e essa é uma parte muito importante da atual política de British Columbia. Eu andei estudando bastante a situação dos indígenas aqui, e tudo que eles sofreram ao longo dos 150 anos do Canadá é de doer o coração. Para quem tiver interesse em conhecer o país, sua história e seus costumes mais a fundo, vale muito a pena pesquisar sobre essa questão dos povos nativos.

*

Ufa! Falei à beça! Adoro esses assuntos históricos e fico viajando pesquisando sobre essas coisas. haha Bom, espero não ter enchido (muito) o saco de ninguém, e que vocês ainda tenham disposição de conferir a visão das outras blogueiras do projeto 6 on 6 Canadá sobre o aniversário de 150 anos do país:

canada6x6-4

Gaby no Canadá (Gabriela, Toronto)
De bem com a vida (Mariana, Calgary)
Edmonton Feelings (Juliana, Edmonton)
Like a new home (Adriane, Ottawa)
Embarque com a Pri (Priscila, Victoria)


-> Confira opções de hospedagem em Vancouver clicando aqui.

-> Confira opções de hospedagem em Downtown Vancouver clicando aqui.

Leia também:

Comentários

3 comments

  1. Juliana

    Adorei! Adoro história e acho muito legal poder ver pedaços da história do país assim, no dia a dia. Não fazia ideia que a Capilano Bridge era tão antiga, alás! =O E adorei o barco japonês <3 Ain, preciso conhecer Vancouver!!! *-*

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>