Conhecendo as blogueiras: Thaís e Mariana

Conhecendo as blogueiras: Thaís e Mariana

Um blog que a gente gosta muito de acompanhar, o 360 Meridianos, teve a ótima ideia de começar aqui no Brasil a brincadeira Know your blogger, uma postagem coletiva que os blogueiros gringos criaram para que os leitores conhecessem melhor quem escreve cada blog. Com isso nós descobrimos várias coisas legais sobre a Naty, a Lu e o Rafael, autores do 360 Meridianos, e achamos a brincadeira tão legal que resolvemos participar também.

A ideia é contar alguns fatos e curiosidades sobre a nossa vida e depois responder 11 perguntas aleatórias. O certo mesmo seria cada uma fazer um post sobre si, mas como eu e a Mariana somos muito preguiçosas amigas há muito tempo e fazemos o blog juntas, resolvemos fazer um post só e falar logo das duas.

1) Eu e a Mari nos conhecemos aos 8 anos de idade na escola Associação Educacional de Niterói. Desde então nós viramos amigas e uma foi acompanhando o crescimento da outra e a passagem por todas as fases da vida. Isso é muito legal, e a sensação é a de que a gente se conhece tão bem que basta uma olhar para a outra para a gente saber o que as duas estão pensando.

Associação Educacional de Niterói

Uma das nosso fotos mais antigas na Associação Educacional de Niterói. Você consegue achar a gente aí na foto?

2)    Enquanto eu sou filha única, a Mari vem de uma família enorme e tem 3 irmãos, 58 tios, 534 primos e mais uns mil outros parentes e agregados. Com isso, a casa dela sempre vivia cheia de gente e era o quartel general da criançada, com crianças de todas as idades, do nosso grupinho e dos amigos dos irmãos dela. Ir para lá depois da aula era uma diversão só, e hoje quando paro e penso nisso, acho incrível como os pais dela tinham saco de aturar (e alimentar) tanta criança em casa e tratar todo mundo tão bem. A dispensa parecia um minimercado, de tanta comida que eles compravam por vez: a cada lanchinho nosso eram dois sacos de bisnaguinha, três pacotes de biscoito, um copo de requeijão, duas latas de atum… ufa! Muito obrigada por tudo, Kátia e Jorge, nunca vamos esquecer disso! 😀

3)    Desde pequenas, como comentei nesse post aqui sobre os amigos por correspondência, a gente já vivia cheia de ideias para criar coisas e dominar sair pelo mundo. O blog é só um reflexo disso, e muitas ideias continuam surgindo sem parar. Em uma analogia muito acurada, ela é o Pinky e eu sou o Cérebro! hahaha

Clube de Aventura ano 2000 Viajadora Niterói

Mariana, eu e Patrícia, nossa outra amiga de infância (e leitora do blog!), com 11 anos de idade na escola

4) Tenho o hábito de escrever diários (desses de papel mesmo) desde que aprendi a ler, com seis anos de idade. E a Mari tem o hábito de querer ler os meus diários e ficar rindo das coisas que escrevo neles. Ela sempre foi a certinha e eu a esculhambada, ela é Ariana, eu sou Aquariana e a gente vai se complementando assim. De uma certa forma, sempre achei que ela era a razão e eu a emoção, e quando eu fico muito agitada ou maluca gosto de ouvir os conselhos dela para botar a cabeça no lugar. Tem dado certo até hoje! haha

5)    Uma das coisas que tiveram uma grande influência no fato de a gente crescer gostando tanto de viajar, acampar e se embrenhar pelo mato foi o fato de termos participado do Clube de Aventura durante a nossa infância/adolescência. Era um clube em que os participantes tinham aulas de como sobreviver no mato (montar barracas, cozinhar, fazer mesa com bambu, salvar pessoas acidentadas, etc) e de esportes como escalada, rapel, canoagem e trilhas. Era muito divertido! Isso criou para sempre na gente o gosto pela vida outdoor, e foi lá que conhecemos o Daniel, nosso amigo que volta e meia aparece por aqui.

Clube de Aventura ano 2000 Viajadora Niterói

Com o pessoal do Clube de Aventura no ônibus indo para um dos acampamentos, os momentos mais aguardados de todos

6)    Quando a gente tinha 16 anos, fizemos uma viagem incrível para os EUA com os pais dela e mais duas amigas nossas, a Raquel e a Mariane. Foi o máximo! Fomos a Los Angeles, San Diego e Las Vegas e nos divertimos demais. Eu já tinha viajado antes com a minha família algumas vezes, mas essa viagem foi marcante por ter sido a primeira viagem para longe com os amigos. Depois disso, não paramos mais!

Universal Studios Hollywood EUA Viajadora

Nós liiiiindas com a Mariane e a Raquel na Universal Studios de Hollywood

7)    Por falar em EUA, nós duas fizemos intercâmbio de Work Experience por lá quando estávamos na faculdade (e as duas estudaram comunicação na UFF, aliás). Ela foi trabalhar na Disneyworld, em Orlando, Florida, e eu fui trabalhar em uma estação de ski na cidadezinha de Woodstock, no estado de Vermont.

Mari na Disney

Mari na loja em que trabalhou, a “The World of Disney”, que fica no Downtown Disney

Thais na Suicide Six Ski Station em Woodstock Vermont

Eu na Suicide Six, a estação de ski onde trabalhei em Woodstock, Vermont. Eu ficava controlando esse lift e ajudando as pessoas a subirem a montanha com ele

8)    Nossa aparência e nossos gostos atravessaram as épocas e momentos mais bizarros juntos. Teve a época dos shortinhos de lycra, dos casacos de moletom com estampa da Disney, de usar duas camisas para ir para a escola e das terríveis franjinhas. Dá um alívio perceber que estamos bem melhores hoje… vamos só ver se daqui a dez anos lembraremos disso quando analisarmos nosso estilo de hoje!

9)    Por falar em cafonice, a Mari era maluca pelos Backstreet Boys quando a gente era criança. Tinha mil revistas sobre eles e era apaixonada pelo Brian. E eu não posso nem zuar muito ela porque eu era apaixonadíssima pelo Anthony Kiedis, dos Red Hot Chili Peppers. Tinha um pôster enorme deles atrás da porta do meu quarto e usava o nickname Thaís Kiedis no MIRC lá no comecinho dos anos 2000. Momento fã-adolescente-brega, quem nunca? Se bem que eu casaria com o Anthony Kiedis até hoje. haha

10)    Uma coisa que nos une nesta vida é a fome. A gente gosta muito, muito, muito de comer em grandes quantidades, e essa é sempre uma preocupação e um dos pontos altos nas nossas viagens e encontros. É tão bom estar com amigos que entendem as suas necessidades fisiológicas mais profundas, não é mesmo? hahaha

11) Outra coisa que nos une e a nossos outros amigos (Paula, Daniel, Diogo e Ducontra) é a absoluta capacidade de passar horas discutindo apaixonadamente algum assunto aleatório – como o papel das funções corporais nos relacionamentos humanos e a existência de deus – e a capacidade de rir por horas e horas das mesmas piadas internas bestas e completamente sem graça para quem olha de fora.

Ufa! Quanta coisa! Agora que você já sabe um pouco mais sobre a gente (tem umas informações mais sérias na página As Autoras também!), vamos às perguntas:

  1. Mostre uma foto da infância

Thais Freitas criança

Thaís!

Mari!

Mari!

 

  1. Bolacha ou biscoito

Thaís – Biscoito! Bolacha para mim é aquele negocinho que a gente bota a tulipa de chope em cima.

Mariana – Biscoito! Quanto mais, melhor. rsrs

 

  1. Pra onde você voltaria em uma viagem no tempo?

Thaís – Para 1969, no Festival de Woodstock. Queria muito ter participado, deve ter sido sensacional!

Mariana – Para a época da escola. Que saudades!

 

  1. Do que você tem medo?

Thaís – De lugares fechados e de me sentir presa em algum lugar, sem poder sair ou ir embora na hora que eu quiser.

Mariana – De tempestade. E de ter uma doença séria. Ou que alguém que eu amo tenha.

 

  1. Escolha um livro para ler o resto da vida.

Thaís – “O Apanhador no Campo de Centeio”, de J.D. Salinger. Li esse livro inúmeras vezes em diferentes fases da vida e continuo morrendo de rir e me encantando pelo personagem Holden Caufield todas as vezes.

Mariana – Que preguiça de ler um livro o resto da vida… rs

 

  1. Você tem algum bichinho de estimação?

Thaís – No momento não, mas ando pensando seriamente em adotar um cachorrito.

Mariana – Na minha casa não, mas meus pais têm o Nescau e o Gregório, dois salsichinhas loucos e lindos. E também a Psita, a calopsita da família, que tem 12 anos. <3

 

  1. Uma comunidade no Orkut que me representa

Thaís – “Não fui eu, foi meu EU lírico”. Culpando a poesia inerente a todo ato humano! haha

Mariana – “Eu tenho medo do “Plantão”. Aquela musiquinha me dá até arrepio e a gente sabe que vem alguma bomba na sequência.

 

  1. Pareço legal mas…

Thaís – … atravesso a rua por preguiça de cumprimentar conhecidos.

Mariana – … corrijo mentalmente quem fala errado.

 

  1. Escolha um drink, eu pago.

Thaís – Vinho tinto, qualquer um! Todos!

Mariana – Mate!

 

  1. Facebook, Twitter ou Instagram?

Thaís – Facebook é o único que eu tenho saco de usar na minha vida pessoal.

Mariana – Como adoro fotografia, Instagram. Nunca entendi a lógica do twitter e o facebook está perdendo a graça.

 

  1. Qual música está na sua cabeça agora?

Thaís – Essa do Albatroz, que eu ouço para malhar e não sai da minha cabeça há dias:

Mariana – Essa do Diogo. Ele está gravando o seu primeiro cd e fica tocando sem parar esta música no meu ouvido. rsrs Mas eu adoro! Aproveitando pra fazer um jabá, escutem aí. E curtam! rsrs

 

Gostou?

Então deixe comentários sobre você também ali embaixo e confira os posts de outros blogueiros que estão participando da brincadeira:

Naty, Lu e Rafael, do 360 Meridianos

Dri, do Da Porta Pra Fora

Luisa, do Janelas Abertas

Fernanda, do Tá Indo Pra Onde

Juliana, de Mala e Cuia Pelo Mundo

Patrícia, do Bagagem de Memórias

 

Leia também:

Comentários

14 comments

  1. Pingback: Conhecendo as blogueiras: Thaís e Mariana - Rede de Blogs Outdoor

  2. Thaís Freitas
    Autor
    Thaís Freitas

    Oi, Fernanda!

    Que legal que você também decidiu participar da brincadeira! Vi que tô precisando aumentar meu ritmo de leitura também pra dar conta de ler todos os livros que tem aqui em casa, vou me inspirar em você pra isso! haha :)

    Coloquei o link para o seu post aqui também. Aproveitei também para linkar o Tá indo pra onde na nossa Blogosfera, onde a gente recomenda os outros blogs que curtimos, não sei por quê ainda não estava lá. 😉

    Beijos

  3. Pingback: Conhecendo a blogueira: Juliana Tavares - De Mala e Cuia Pelo Mundo | De Mala e Cuia Pelo Mundo

  4. Pingback: Conhecendo o blogueiro: Rafa | 360meridianos

    1. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Oi, Rafael! É verdade, a gente se sente muito sortuda de ter conseguido manter nossa amizade de infância. Pra mim que não tenho irmãos, é melhor ainda! :)

      Obrigada pelo link lá no post!

      Beijos

  5. Pingback: Conhecendo a blogueira: Patricia - Bagagem de Memórias

  6. Laira

    Meninas, que fofurice as fotinhas de vocês na infância! A Thaís com cara de moleca sapeca e a Mari com carinha de modelo charmosa!!! rsrs.
    Adorei a parte de que a FOME une vocês! Eu também ADORO comer! E tenho pânico de sair para almoçar ou jantar com amigas que sugerem para dividir o prato! Eu já sento no restaurante e vou logo avisando que eu como tudinho sozinha (e se sobrar comida em algum prato, pode me dar)! kkkkk. 😀
    Bjão,
    Laira

  7. Samuel

    Oi,garotas viajadoras ! também gostamos de viajar e sendo assim uma bela sugestão é a fantástica ( Ilha Grande ),temos dois cachorritos brincalhões,bjs .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>