Churrascaria brasileira em Vancouver: Vale a pena comer na Rio Brazilian Steakhouse?

Churrascaria brasileira em Vancouver: Vale a pena comer na Rio Brazilian Steakhouse?

Morando há praticamente um ano no Canadá, em meados de dezembro eu estava seca de saudade de um belo prato de arroz, feijão e farofa e um churrasco de verdade, com aquela picanhona bem sangrenta, em vez de hamburguer e salsicha, que os canadenses comem felizes achando que é churrasco por aqui. Foi nesse espírito que eu entrei no site da Rio Brazilian Steakhouse, famosa churrascaria brasileira em Vancouver e fiquei babando nas fotos da picanha na brasa. De tanto olhar, acabei decidindo ir almoçar lá naquele dia mesmo para matar a vontade. Comi bastante, mas… será que vale mesmo a pena comer na Rio Steakhouse?

Viajadora: Salão da Rio Brazilian Steakhouse, a famosa churrascaria brasileira em Vancouver

O salão da Rio Brazilian Steakhouse, a famosa (e por enquanto única) churrascaria brasileira em Vancouver

Como é o rodízio na Rio Steakhouse

Chegamos para almoçar em uma quarta-feira, ao meio dia, para aproveitar um dos dias mais baratos do rodízio. O restaurante ainda estava bem vazio, mas outros clientes logo foram chegando e ocupando boa parte das mesas. Fui direto para o bufê, crente que ia encontrar aipim frito, pão de queijo, pão de alho, molho vinagrete e outras gostosuras que se espera achar em uma churrascaria brasileira no exterior, mas só tinha uma meia dúzia de pratos de salada, peixe frito, strogonoff, arroz, feijão e farofa. Fiz um prato com arroz, feijão e farofa e fui – muito empolgada – para a mesa esperar o rodízio.

Viajadora: O bufê de saladas, arroz e feijão da churrascaria brasileira em Vancouver Rio Brazilian Steakhouse

O bufê… saladas, strognoff e, mais à frente, as vasilhascom o feijão e a farofa

Viajadora: O feijão da churrascaria brasileira em Vancouver Rio Brazilian Steakhouse

Close do feijão!

O arroz com feijão estavam gostosos, e eu comi quase o conteúdo do prato todo até a garçonete chegar com a primeira carne. Tinham dois garçons só para o salão todo, então o intervalo entre uma carne e outra é grande, nada parecido com os rodízios no Brasil, que os garçons ficam o tempo todo vindo na mesa. O que também não era nada parecido com as churrascarias brasileiras era a qualidade das carnes e a variedade do rodízio.

Viajadora: Garçonete da churrascaria brasileira em Vancouver Rio Brazilian Steakhouse servindo a picanha do rodízio

A garçonete servindo a picanha pra gente. Uma coisa boa da Rio Brazilian Steakhouse é que a equipe, formada por funcionários brasileiros, é bem simpática!

Viajadora: Thais Freitas experimentando o rodízio da churrascaria brasileira em Vancouver Rio Brazilian Steakhouse

Eu muito feliz, faminta e pronta pra comer meu pratão de arroz, feijão e picanha

Durante todo o tempo em que ficamos lá, só passaram na nossa mesa as seguintes carnes:

. Picanha – Uma carne que até estava gostosa, mas muito, muito diferente da picanha de verdade que a gente come no Brasil.

. Linguiça – Não era linguiça como a gente come no Brasil, era aquelas tipo peperoni dos canadenses.

. Carne de porco – Ok.

. Coxa de frango – Ok.

. Asa de frango – Não comi.

Viajadora: a linguiça da churrascaria brasileira em Vancouver Rio Brazilian Steakhouse

Sabe a linguiça gostosona que a gente come no Brasil? Então, não é esta aqui.

E isso foi tudo. Nada de coração de galinha, nenhum outro tipo de carne, e uma picanha que de picanha  tinha o formato no espeto. Eu comi bastante para fazer valer a minha ida lá, mas fiquei bem frustrada, porque esperava uma churrascaria rodízio de verdade e encontrei um restaurante que oferece só o básico do básico para dizer que é uma churrascaria brasileira. Até o churrasco que eu fiz com amigos brasileiros no verão teve coração de galinha, picanha de verdade e linguiça, comprados em um açougue no West End. Pão de queijo e pão de alho são facílimos de fazer, aipim (“cassava”) vende em qualquer mercado, molho vinagrete a gente faz com um pé nas costas. Então não existe desculpa para não servir essas coisas e fazer uma comida de melhor qualidade, do que a simples falta de vontade, e isso me deixou chateada, porque se tem uma coisa que eu detesto nesta vida é gente que faz as coisas de qualquer jeito. Principalmente se é um restaurante que vende uma ideia, e serve algo tão diferente.

Ah, e um outro detalhe que fez diferença para a gente, e pode ser que faça pra você também: nós ficamos pouco mais de meia hora só lá na Rio Brazilian Steakhouse. Isso porque em cima da nossa mesa tinha uma caixa de som tocando – alto – axé music. Axé music de 1995, como se não pudesse piorar. Nunca na minha vida achei que ia comer por vontade própria em um lugar que estivesse tocando É o Tchan, Terra Samba  e outras coisas do gênero, e isso me incomodou demais. A trilha sonora era tão ruim que o Thiago ficou me apressando pra gente poder sair logo dali, e mesmo assim passei o resto da tarde com  “pau que nasce torto nunca se endireita” tocando no fundo da minha cabeça, e não consigo pensar em castigo pior que esse. O Brasil tem tanta música boa, precisa mesmo fazer a gente almoçar como se estivesse em meio a uma micareta dos anos 90? A não ser que essa seja uma estratégia para fazer os clientes comerem rápido e irem embora logo, porque se for esse o caso, está dando certo.

Viajadora: Experimentando o rodízio da churrascaria brasileira em Vancouver Rio Brazilian Steakhouse

“Faz uma cara de quem está feliz almoçando ao som de axé music, Thiago!” hahaha

Quanto custa o rodízio

Tentei achar os preços no site da Rio Brazilian Steakhouse, mas não encontrei, então acho que tiraram desde a última vez que eu olhei. De toda forma, o rodízio durante a semana no almoço é CAD $16 por pessoa, e uns $30 para o jantar.

Vale bisbilhotar o site e ligar para lá para confirmar o valor antes de ir, porque existem vários preços diferentes de acordo com o dia da semana e o horário.

(Ah, e já que você vai visitar o site, não acredite nas fotos nem na descrição do menu, ok? Achei legal avisar, porque eu acreditei. rs)

Vale a pena comer na Rio Brazilian Steakhouse?

Eu estava há um ano longe do Brasil, com muita vontade de comer arroz e feijão e sem saco de cozinhar, então como pegamos o horário mais barato do almoço, achei que valeu a pena comer na Rio por $16, mesmo que tenha ficado frustrada com a dissonância entre o que prometem no site e entregam na vida real. Se esse for o seu caso, vale sim a pena comer lá para experimentar e fazer a sua própria análise.

Dizem que no jantar tem mais variedade e a comida é melhor, mas sinceramente, depois da amostra do almoço, não estou disposta a pagar 30 suados dólares para ver. Acho que vale mais a pena comer o steak de restaurantes como o The Keg e até o do Boston Pizza, ou melhor ainda, para quem estiver disposto a cozinhar, comprar a carne e os outros ingredientes e fazer uma comida brasileira caprichada de verdade em casa mesmo.

Churrascaria brasileira em Vancouver: Onde fica

A churrascaria brasileira em Vancouver fica no West End, pertinho do Stanley Park, no número 689 da Denman Street.

Telefone de contato: (604) 568-7722

info@riobraziliansteakhouse.ca

E você, já comeu na Rio Brazilian Steakhouse? Conte para a gente o que achou!


Confira mais posts sobre morar e estudar no Canadá:

Emprego no Canadá: Como conseguir um na sua área de estudos

Será que morar no Canadá é pra você?

10 coisas (muito) boas de se morar em Vancouver

Quanto custa morar em Vancouver para um casal sem filhos

Como é voar Air Canada e passar pela imigração em Toronto

Marketing Management na Langara College: Primeiro mês de aula e minhas impressões

Checklist: O que resolver no Brasil antes de ir morar fora

Passo a passo para fazer college no Canadá: Como se matricular e tirar o visto de estudante

31 conselhos e dicas para quem vai estudar na Langara College

Dica para entrar no mercado de trabalho no Canada: Cursos de Continuing Studies da UBC

Estudar em Vancouver: O que eu achei do curso de continuing studies da UBC

Tudo que você queria saber sobre enviar dinheiro pela Western Union (e tinha preguiça de pesquisar)

Tudo que você queria saber sobre enviar dinheiro pela Western Union (e tinha preguiça de perguntar)


 

Leia também:

Comentários

1 comment

  1. Pingback: Churrascaria brasileira em Vancouver: Vale a pena comer na Rio Brazilian Steakhouse? - Rede de Blogs Outdoor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>