ÁfricaHistórias, causos e perrenguesMoçambiquePelo MundoPor Aí

A pior jornada da minha vida: 11 horas numa chapa em Moçambique

Dentro da chapa pelas estradas de Moçambique

“‘Não temos carteira de motorista pra alugar um carro nem dinheiro para a passagem de avião, e assim ainda podemos ver como os moçambicanos viajam de verdade”. Foi depois dessa análise otimista da realidade feita pelo meu namorado na época que finalmente decidimos usar o sistema de transporte público rodoviário de Moçambique para cruzar os cerca de 500km que separam a capital, Maputo, de Tofo, uma das principais cidades de praia do país. “E vai ser legal, não é tão longe e, como vamos usar o shuttle do albergue, podemos conhecer um monte de gente que está viajando também”, concluiu ele, justificando os altos preços cobrados pelas passagens no albergue em que estávamos hospedados.

O shuttle sairia às 4 da manhã do dia seguinte, e foi num estado de semi-consciência que sentamos na van e pensamos que “não é tão ruim assim, tem até uma TV”. Cochilamos por meia hora e acordamos ao percebermos que o motorista acabava de estacionar na principal “junta” da cidade, como são conhecidos os terminais caóticos de onde saem os ônibus de viagens de longa distância. Reconhecemos o local porque tínhamos chegado lá vindos da África do Sul alguns dias antes e ficado um tanto assustados com as condições precárias de higiene, a quantidade de pedintes e os cachorros vira-lata em meio à centena de vendedores tentando, de qualquer jeito, nos empurrar desde quinquilharias made in China até copos de água cinzenta, que pegavam direto da bacia com as mãos e entregavam aos clientes. Foi lá, inclusive, que dois homens tinham tentado nos dar um golpe enquanto procurávamos por uma forma de ir para o albergue, com um deles tentando me levar para trás de um prédio e o outro oferecendo produtos para o meu namorado, então as memórias não eram mesmo as melhores…”

Esse texto faz parte de um guest post que a Thaís escreveu para o site Vagabundo Profissional em 2013. Clique no link para ler o texto inteiro sobre a jornada cheia de perrengues para Tofo, Moçambique.

Para quem quiser saber mais, ela escreveu um artigo sobre a sobre a vila de Tofo para o site UOL Viagem, disponível neste link aqui.

As casinhas na estrada entre Maputo e Tofo em Moçambique
As casinhas na estrada entre Maputo e Tofo

 

 

 

Comentários

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *