10 coisas (muito) boas de se morar em Vancouver

10 coisas (muito) boas de se morar em Vancouver

Desde que fiz o post sobre a minha pós-graduação na Langara College, muita gente tem mandado mensagem contando que quer vir morar em Vancouver e perguntando um monte de coisas. Por causa disso, resolvi fazer alguns posts para dar a minha visão da cidade e de como é a vida por aqui e, quem sabe, ajudar a tirar algumas dúvidas de quem anda sonhando em vir para o Canadá.

O primeiro post da lista tinha de ser mesmo sobre o lado positivo de morar aqui, afinal, é a coisa que a gente mais repara quando vem para Vancouver e continua se encantando mesmo um tempão depois de ter chegado. (Só lembrando que as opiniões são minhas e baseadas nas minhas experiências – não são nem pretendem ser unânimes, afinal, cada um tem o seu jeito de ver o mundo, né? 😉 )

Mas chega de blá, blá, blá e vamos ao que interessa, o lado bom de morar em Vancouver:

Qualquer lugar onde você morar em Vancouver vai ser bom

Uma das nossas preocupações antes de vir era em que bairro morar em Vancouver para estar perto de Downtown, ter áreas de lazer em volta e ficar em um lugar acessível para os dois irem cada um para a sua faculdade. Ficamos em dúvida entre Downtown mesmo, West End, Kitsilano, False Creek ou Yaletown… quando chegamos, vimos que todos esses bairros são muito próximos uns dos outros, e que se você gosta de andar, pode facilmente ir a pé para qualquer um deles. Ou então, nada que uma bicicleta ou uma viagem rápida de ônibus, metrô ou seabus não resolva, inclusive para as áreas mais distantes do centro. Além da Seawall, o calçadão que lembra a Lagoa Rodrigo de Freitas acompanha todo o litoral e vive cheio de gente pedalando, correndo ou andando de patins, a cidade é cheia de parques e áreas de lazer e, seja lá onde você estiver, sempre vai ter gente se exercitando ao ar livre, uma coisa que eu adoro e que melhora muito o astral de qualquer lugar.

Casa em Vancouver Canadá

Você não precisa morar nas áreas mais caras – de Downtown e arredores – para encontrar casas bonitas, acessíveis e cercadas por um excelente sistema de transporte

O sistema de transporte em Vancouver é maravilhoso!

Por falar em transporte público, o de Vancouver é bom demais. Para quem estava acostumado a usar o do Rio ou de São Paulo, o daqui é um sonho. Tem metrô de dois em dois minutos durante o dia (de cinco em cinco à noite) levando para muitos pontos da cidade, e os ônibus têm hora exata para passar (se diz 6:37, vai ser 6: 37 cravado mesmo), assim a gente não precisa ficar esperando. É possível comprar um passe mensal e aí facilita muito a vida, dá para andar quantas vezes quiser em qualquer tipo de transporte de acordo com a zona que você tiver comprado. Eu ganho o passe de estudante da faculdade, que me permite andar ilimitado em qualquer uma das três zonas, e já estou ficando tão mal acostumada com essa moleza que às vezes pego o metrô para andar uma estação só. haha

O inverno não tem nada de deprimente e nem chove tanto assim

Quando viemos, muita gente falou que não íamos aguentar o frio canadense e que o inverno aqui seria horrível. Mas morar em Vancouver é muito diferente do resto do Canadá, e quando chegamos vimos que o inverno aqui é muito tranquilo. A temperatura mais baixa que pegamos foi -6°C, quase nunca neva em Vancouver e, nesse inverno de 2015, os termômetros ficaram entre 4 e 10°C na maior parte do tempo, fez muitos dias de sol e choveu abaixo do normal. Isso é bem triste quando a gente pensa que é consequência do aquecimento global, mas o fato é que deixa a vida mais fácil aqui. Independente do frio e da chuva, as ruas, bares e restaurantes estão sempre movimentados e a gente não fica se sentindo para baixo. E agora, com a chegada da primavera e a temperatura aumentando gradativamente, é possível sentir a animação do pessoal e não dá para não se contagiar.

Casal feliz em morar em Vancouver no Canada

Muito triste o inverno de Vancouver onde nunca faz sol, chove muito e quase não dá para sair de casa… haha não! essa foto foi em meados de janeiro de 2015 e eu mal estava conseguindo abrir o olho de tanto sol! :)

Em Vancouver não tem burocracia e as coisas funcionam

Quando eu lembro da dificuldade que é resolver até as mínimas coisas no Brasil, como, por exemplo, fazer algo no banco ou tirar um documento, chega a me dar preguiça da fila a enfrentar, da costumeira má vontade da maioria dos funcionários, da infinidade de papéis para preencher e por aí vai. Aqui a gente fica impressionada com como tudo se resolve tão rápido e sem burocracia. Por exemplo, levei menos de 10 minutos para tirar a minha BC ID (a carteira de identidade daqui), do momento da chegada no lugar até sair de lá com tudo acertado e a data para receber pelo correio. E o banco? Não tem aquela porta giratória irritante nem fila, e tem uma funcionária simpática te oferecendo café ou chocolate quente enquanto você aguarda o atendimento. Na minha agência do Scottiabank em Yaletown, a mocinha que me atende me cumprimenta pelo nome, sempre quer saber como estão as coisas na faculdade e se estou gostando do Canadá e resolve qualquer problema em menos de cinco minutos. E isso porque eu sou só uma reles estudante estrangeira com menos de mil dólares na conta… porque aqui não tem isso de precisar ser gold, estilo, personalité ou qualquer outra daquelas distinções bancárias que o brasileiro inventou para que algumas pessoas possam ser mais bem tratadas do que as outras nos bancos (e em vários outros lugares também). No Canadá você é bem tratado porque, rico ou pobre, você é gente e merece isso… e eu acho isso simplesmente o máximo.

Você se sente muito mais seguro

Andar na rua a qualquer hora do dia ou da noite, levando qualquer valor em dinheiro ou gadget eletrônico, sem absolutamente nenhum medo de ser assaltado ou sofrer qualquer tipo de violência. Infelizmente a gente no Brasil nem lembra mais o que é isso, mas por aqui é assim. É uma sensação muito boa e não tem preço, principalmente para mim, que fui assaltada seis vezes no Rio e nunca consegui ter um celular decente na vida por causa disso.

madrugada em Vancouver

Saindo para malhar às 5 da manhã e parando no meio da rua para tirar foto com o iPhone… quando que eu faria isso no Rio? Nunca, até porque, nunca consegui ter um iPhone no Rio! haha

Tem muita natureza em Vancouver

Vancouver está longe de ser uma cidade grande claustrofóbica e cheia de concreto e prédios gigantes como muitas outras que a gente vê por aí. A cidade é cheia de parques arborizados, tem várias praias e muita natureza aonde quer que se olhe. O Stanley Park, o parque urbano daqui que é maior do que o Central Park de NY, é tão lindo e cheio de floresta que é quase difícil acreditar que eles está no meio da cidade. É o melhor lugar para fazer esportes ao ar livre, passear, pegar um solzinho e fazer trilhas, meu lugar favorito em Vancouver. Mas ele não é tudo: tem muitos outros parques dentro e nos arredores da cidade e muitas montanhas lindas também. O hábito de fazer trilhas (hiking) e atividades outdoor faz parte da cultura de Vancouver e você vai poder aproveitar muito quando vier também, eu adoro!

 SeaWall, nos arredores do Stanley Park, em Vancouver

Em um trecho da SeaWall, nos arredores do Stanley Park… muita gente caminhando, correndo, andando de patins e bicicleta. Uma delícia de lugar para passear!

Stanley Park Vancouver

Eu não canso de me impressionar com como a cidade é linda!

Mas tem parques por toda a cidade com muita área verde! Esse aqui, por exemplo, fica do lado da Langara College, na 49th Street

Mas tem parques por toda a cidade com muita área verde! Esse aqui, por exemplo, fica do lado da Langara College, na 49th Street

A gente não se sente estrangeiro

Em Vancouver praticamente todo mundo veio de algum lugar ou é filho de gente que veio de algum lugar. É uma misturada de asiático, europeu, indiano, brasileiro, mexicano… você se sente em casa, porque todo mundo é meio gringo também e todo mundo tem sotaque, então ninguém vai ligar se você fala meio enrolado ou não, o que eu acho bem legal.

Comer aqui é quase uma volta ao mundo

Justamente pelo fato de aqui ter gente do mundo todo, também tem muuuuitos restaurantes de todos os lugares, de imigrantes que fazem pratos bem do jeitinho que são feitos no país de origem deles. Eu me sinto viajando toda vez que saio para comer! Tem restaurantes gregos (meus favoritos), chineses, indianos, japoneses, italianos, cambojanos, coreanos, malaios, africanos, mongóis, americanos, brasileiros, nepaleses, romenos e vários outros… não consegui experimentar todos ainda, mas estou abraçando esse desafio com afinco. haha

Pratão de souvlakia restaurante grego de Vancouver

Pratão de souvlakia (espetinho de cordeiro), meu prato favorito no meu restaurante grego favorito de Vancouver. Parece a comida de casa! Ah, esse prato custa CAD $ 7,50 e o pão e a água são grátis ;)

Ninguém está nem aí para o que você faz ou veste

Uma coisa que eu amei aqui é que cada um se veste do jeito que quer e ninguém está nem aí. Os canadenses não ligam muito para ficar combinando tudo nos mínimos detalhes, vestem o que estão a fim e não ficam reparando no que você está usando também, você pode sair de pijama ou com a cueca na cabeça que eles nem vão olhar. E eu não canso de me divertir com a quantidade de gente de cabelo colorido, você vê umas senhorinhas todas vestidas de senhorinhas mas com cabelo azul, rosa… acho essa liberdade o máximo, tão diferente do Brasil, onde todo mundo fica sempre julgando os outros e se policiando. Além disso, o mais legal é que eles também não reparam muito em como você se comporta na rua… a gente vê um monte de gente falando alto sozinha, cantando e dançando na rua e até fazendo umas coreografias esquisitas no metrô e ninguém nem repara. Se eu já cantava, ria e falava sozinha alto no Rio, aqui eu tô soltando a franga. hahaha

Morar em Vancouver não é tão caro assim

Sim, aqui tem várias taxas e a fama de ser uma das cidades mais caras da América do Norte. Mas qualquer pessoa que tenha morado de aluguel na zona sul do Rio vai acabar vendo que Vancouver não é tão cara assim. O aluguel, mesmo mais caro que em outras partes do Canadá, é mais barato do que o valor que você pagaria em um bairro parecido no Rio ou em SP pelo mesmo tipo de apartamento. E isso sem falar no fato de que, mesmo se você morar em um bairro mais distante e mais barato, também vai ter conforto e a mesma infraestrutura de transporte e segurança de qualquer lugar do cidade. Igualzinho ao que acontece quando se mora na zona sul ou na zona norte do Rio, por exemplo… só que não, não mesmo. E tirando o aluguel, os outros gastos são menores. A gente paga por volta de CAD $35 de luz, CAD $75 de TV a cabo/internet (e das boas, pro Thiago poder jogar videogame! haha), CAD $50 de academia… mais barato do que no Brasil. Sem falar no fato de que sai muito mais em conta comprar qualquer coisa aqui, de eletrônicos a roupas, e que dá para um casal sair para jantar em um restaurante bacaninha, comer comida boa e tomar duas taças de vinho gastando em torno de CAD $55. Se for comer num lugar mais simples e sem vinho, dá para gastar até cerca de CAD $25 no jantar dos dois. Não acho isso caro em comparação com os preços dos restaurantes cariocas.

Você já tentou alugar um apartamento em Copacabana ou Ipanema? Por quanto acha que encontraria um que estivesse todo novinho, tivesse closet e banheira e viesse com uma cozinha assim, já equipada com fogão, lava-louças, geladeira e freezer? Ia ser muuuito caro! Por aqui isso faz parte da maioria dos apartamentos e está incluído no aluguel, que é proporcionalmente bem mais barato do que nos principais bairros do Rio e São Paulo.

Você já tentou alugar um apartamento em Copacabana ou Ipanema? Por quanto acha que encontraria um que estivesse todo novinho, tivesse closet e banheira e viesse com uma cozinha assim, já equipada com fogão, lava-louças, geladeira e freezer? Ia ser muuuito caro! Por aqui isso faz parte da maioria dos apartamentos e está incluído no aluguel, que é proporcionalmente bem mais barato do que nos principais bairros do Rio e São Paulo.


Confira mais sobre o assunto no nosso post:

Quanto custa morar em Vancouver para um casal sem filhos


E para as mulheres, Vancouver tem uma excelente vantagem extra também, ó:

Não tem essa palhaçada de fiu-fiu

Uma coisa que eu odiava com todas as minhas forças no Brasil e, principalmente, no Rio, era essa coisa de os homens se acharem no direito de mexer com as mulheres no rua. Toda mulher sabe como é chato ter que escolher o que vestir pensando no tipo de barbaridade que vai ter de ouvir na rua ou no transporte público, e a vontade que dá de jogar ácido sulfúrico na cara desses caras que passam pela gente na rua e sussurram “goxxxxtosa”, “que isso, hein” e coisas piores. Pois aqui não tem isso: os homens canadenses são respeitadores, educados e não ficam encarando na rua, nem muito menos falando essas babaquices, o que influencia muito na nossa tranquilidade, liberdade de ir e vir e apreço pela cidade.

Ufa! Comecei a listar e como escrevi! Escrevi tanto que vou deixar as outras vantagens para o próximo post… porque Vancouver, ah, são tantos motivos para querer morar aqui! <3 E você que conhece a cidade e já morou por aqui, acrescentaria alguma coisa na lista? :)


-> Também quer estudar no Canadá e precisa de indicação de agência? Neste post aqui te ajudamos e ainda descolamos um desconto pra você.


Confira mais posts sobre estudar e morar no Canadá:

Estudo no Canadá: por quê indicamos a Nexus Intercâmbio?

Pós-graduação na Langara College: Concluí meu curso no Canadá, e agora?

Emprego no Canadá: Como conseguir um na sua área de estudos

Será que morar no Canadá é pra você?

10 coisas (muito) boas de se morar em Vancouver

Quanto custa morar em Vancouver para um casal sem filhos

Como é voar Air Canada e passar pela imigração em Toronto

Marketing Management na Langara College: Primeiro mês de aula e minhas impressões

Checklist: O que resolver no Brasil antes de ir morar fora

Passo a passo para fazer college no Canadá: Como se matricular e tirar o visto de estudante

31 conselhos e dicas para quem vai estudar na Langara College

Dica para entrar no mercado de trabalho no Canada: Cursos de Continuing Studies da UBC

Estudar em Vancouver: O que eu achei do curso de continuing studies da UBC

Tudo que você queria saber sobre enviar dinheiro pela Western Union (e tinha preguiça de pesquisar)


Leia também:

Comentários

84 comments

  1. Pingback: 10 coisas (muito) boas de se morar em Vancouver - Rede de Blogs Outdoor

  2. Vick

    Me identifiquei muito com as descrições porque era exatamente assim quando eu morava aí, mas só uma coisa.. Quando você falou sobre o Stanley park, as Dias primeiras fotos na Versace são de English Bay. Eu entendo a confusão, pois essa praia é realmente muito perto do stanley park, eu morei a umas duas quadras dela por uns 7 meses!

  3. Lorena Maynard

    Olá!! Me identifiquei demais com seu post. Bom demais morar nesse lugar, não só por causa da cidade em si, mas das pessoas, dos sorrisos gratuitos, bom dias e gentilezas. Essa será minha primeira primavera aqui, tô curtindo a mudança dos ares, das roupas, mas tô ansiosa mesmo pelo verão. Uma pergunta, como é o nome desse restaurante grego? Beijo e continue postando!!

    1. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Oi, Lorena!

      Que bom saber que curtiu o post e se identifica. Eu quase fico emocionada quando falo de Vancouver, de tanto que eu gosto deste lugar! hehe Essa também vai ser minha primeira primavera aqui e tô muito animada, comprei até uma bicicleta pra passear pela cidade. É muito legal mesmo ir vendo a mudança de estação e de ares, né? Todo mundo fica visivelmente mais animado. :)

      O restaurante grego da foto é o Stepho´s, que fica na Davie St, quase na frente do supermercado Independent, no West End. Lá é maravilhoso e eu recomendo muito! Parece que tem outro Stepho´s na Robson St também, mas esse da Davie é o mais famoso. Experimenta e depois me conta como foi, certeza que vc vai amar!

      Beijos

  4. Laira

    Adorei saber disso tudo, Thaís!!! Eu já morria de vontade de conhecer Vancouver, e tinha um pouco de dúvida quanto a morar na cidade (por causa do frio). Mas agora, fiquei louca pra morar aí mesmo!!!

    1. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Laira! O frio de Vancouver não assusta nem um pouquinho, e a cidade tem tantas qualidades e coisas para fazer que você até esquece do inverno por aqui. Pode vir de boa que você vai amar!! 😀

  5. Pingback: Passo a passo para fazer college no Canadá | Viajadora

  6. Pingback: Garimpando a rede #16 - Colorida Vida

  7. Alef

    Gostei da matéria. Eu estava em Vancouver e voltei dia 11 de Abril, é tudo exatamente do jeito que você falou. Essa cidade é perfeita, meu sonho é voltar e morar aí. Mas pra mim que sou pobre é caro, pois se pra pagar minhas férias já foi foda imagina me bancar por mais tempo até arrumar um emprego haha

  8. André Lucas Pachêco

    Estou apaixonado pela cidade. Morro de vontade de morar no Canadá pelo frio e tudo mais. Adorei sua matéria, muito bem.
    Queria poder morar em Vancouver :(

  9. Israel Benício

    Oi, Thaís!
    Tudo bom?
    Estou com dúvida em duas coisas… hehehe
    Não sei se você já comentou sobre elas por aqui…

    – custo de vida para casal: quanto você acha que precisamos por mês pra viver em casal + cachorro?
    – quais bairros você indicaria pra morar, em termos de preço bom, bairro agradável, e que não seja tão longe da Langara ou VGC (curso de inglês que vou fazer)?

    Muito obrigado!

    Bjos

    1. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Oi, Israel!

      Vou fazer um post sobre custo de vida em breve bem detalhado, mas adiantando, o aluguel de um apartamento quarto e sala aqui varia de uns $700 até $2000, dependendo do bairro. As despesas com a casa (luz, tv a cabo/internet, compras de mercado) ficam por volta de $520. O cachorro não sei porque não tenho, mas pelo que me disseram, fica por volta de uns $90 por mês com ração e vet, e você paga uns $35 pelo registro anual dele. Fiz um tópico perguntando isso do cachorro há alguns dias em um dos grupos de brasileiros no facebook, mas não lembro qual, e várias pessoas responderam. Dá uma pesquisada lá que você deve achar!

      Sobre o bairro… O trânsito e o transporte público aqui são muito bons, então eu acho tranquilo morar em qualquer lugar que seja perto do skytrain ou de pontos de ônibus. Idealmente, perto da Canada Line. Eu moro em Yaletown e levo uns 10 minutos pra chegar na Langara de metrô, adoro o bairro, mas o aluguel e o custo de vida aqui de uma forma geral é mais alto, então isso é um inconveniente, né. :)

      Bjos

  10. Maria Eduarda Machado

    Adorei o post! Até me deu vontade de ir morar em Vancouver, deve ser um sonho… conheci seu blog agora e já estou amando, vou começar a acompanhar, beijos!

      1. Vera

        Thais,vc esta gostando da Langara?Minha filha se formou em Adm e irá em Mai/2016 para fazer o curso de 2 anos de foto.

  11. Rafaella

    Olá, Thais !

    Amei seu blog !

    Eu e meu marido estamos planejando morar fora do Brasil ,e me interessei muito pelo Canadá.
    Gostaria de saber o que preciso fazer para morar ai, somente estudante consegue entrar?

    Obrigado .

    1. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Oi, Rafaella!

      Legal saber que gostou do blog, é sempre uma alegria! :)

      Então, o jeito mais “fácil” de vir morar no Canadá é como estudante em um college ou university, porque aí você ganha o direito a ficar aqui por um tempo e as permissões para trabalhar part-time durante o curso e full-time depois que concluir por um determinado período, e aí você vai poder juntar mais pontos de experiência no Canadá para aplicar para imigração depois.O inconveniente é que os cursos aqui costumam ser bem mais caros para estrangeiros (a partir de uns CAD $20,000).

      O outro jeito é dar entrada direto no processo de imigração canadense, mas aí você tem que preencher uma série de requisitos, como experiência de trabalho na sua área de estudos, nível educacional, domínio de inglês e francês, etc. É complicado mas não impossível, e aí facilita muito se um dos dois do casal tiverem uma proposta de emprego de uma empresa canadense, então um bom jeito para ajudar as coisas é começar a procurar emprego aqui desde o Brasil. Bom, é mais ou menos isso, se quiserem dar entrada nesse processo, é importante procurarem uma agência especializada em imigração canadense para explicarem tudo direitinho pra vcs e analisarem o seu caso específico.

      Bjo! :*

  12. maria da graca

    Ja estive duas vezes em Vancouver estudando ingles(2012/2013).Na primeira fiquei um mes ,gostei tanto que voltei no ano seguinte e fiquei tres meses kkk.Infelizmente nao vou ter a oportunidade de morar ai,pois sou casada ,meu marido e medico e ja passou o time de ir.Tudo que voce falou de Vancouver eu senti o mesmo.Gosto de tudo e com certeza e o lugar do mundo que eu moraria.Como nao posso morar estou voltando em setembro para passar ferias.Fiquei tao amiga da minha homestay( fiquei na casa dela as duas vezes) que vou ficar me hospedar la novamente e vamos viajar juntas pelos arredores de Vancouver.Uma coisa que eu adorei em Van ( dentre varias)e que nao gosto muito aqui e a cerveja humm ,delicia!!

    1. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Que legal a sua história, Maria da Graça! Nunca fiz intercâmbio ficando em homestay, mas acho o máximo essa oportunidade de construir uma amizade de verdade com quem nos abriga em casa. Curte muito a sua viagem! Bjsss

  13. Aline

    Olá Thaís! Este post só nos motiva mais ainda a encarar esta mudança! Continue nos ajudando com suas postagens! Boa sorte por aí! Bj.

  14. Pingback: Check-list: O que resolver no Brasil antes de ir morar fora | Viajadora

  15. Naya

    Olá!

    Para ficar apenas 3 meses, como funciona o aluguel de apartamentos? Queria individual, para casal. COnsegue aluguel sem burocracia? Não iamos ter comprovante de renda do Canadá e sim do Brasil. Nossa intenção é dar um break por aqui, e estudar… mas seria apenas 3 meses!

    Obrigada!

  16. Amanda Ketelhut

    Olá Thais,
    Estou planejando em fazer intercâmbio de 1 mês em Vancouver e estou muito em dúvida de qual escola escolher. Sei que você faz um curso especifico de marketing e o meu seria apenas para aperfeiçoar o inglês. Mas mesmo assim, gostaria de saber se você tem alguma indicação ou conhece alguém que poderia me ajudar :)

    Obriga e parabéns pelo blog.
    Beijos

    1. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Oi, Amanda!

      Poxa, eu não conheço nada nem ninguém das escolas de inglês em Vancouver pra poder te indicar. Você já pesquisou no grupo Brasileiros em Vancouver do Facebook? Toda hora o pessoal bota tópicos discutindo qual escola é boa ou não, acho que pode te dar uma boa base e te botar em contato com pessoas que estão mesmo estudando nas escolas.

      Se quiser ajuda de uma agência de intercâmbio, indico falar com a Nexus, eles não são do tipo de agência que fica empurrando qualquer coisa só pra vender, então acho que vale a pena ver o que eles sugerem. Se quiser, o email deles é viagem@nexusintercambio.com .

      Boa sorte na sua escolha e avise se eu puder ajudar em mais alguma coisa!
      Beijos

  17. Maria Cecília Vasconcelos

    Olá. Adorei seu texto, e de tudo que eu li, foi uma das visões mais sinceras e claras de Vancouver. Chego aí dia 1 de dezembro, meu marido fará um College e eu irei com visto de trabalho. Gostaria de saber se você ou seu esposo já trabalham ai e se foi difícil encontrar o primeiro emprego. Aí existe agência de emprego? Eu acompanho muito o workopolis e o kijiji, mas não entendi muito bem ainda como se candidata às vagas sem ser via internet.
    Meu marido tbm iria estudar em Langara, mas achamos u pouco salgado os preços de lá, aí ele optou pelo Douglas, vc já ouviu falar?

    Estamos enfrentando muita dificuldades com a nossa família, muitos não concordam ou acha que é loucura, isso acaba nos deixando um pouco inseguros. Com vcs foi assim tbm?

    Obrigada pela atenção e informações.
    Abraços e felicidades ai.

    1. Aline

      Olá Maria Cecilia.
      Também estamos enfrentando dificuldades com alguns familiares que não nos apoiam em nada, achando tudo isto uma aventura! Te entendo, é mto difícil enfrentar estas críticas e bate medo mesmo. O que eu e meu marido temos feito é: ACREDITAR UM NO OUTRO, nos sinais da Vida , bater no peito e seguir em frente! Provavelmente tb estaremos indo em dezembro. Tenha coragem e fé, tudo se encaixa! Vou estudar na Langara, mas quem sabe a gente se encontra por lá?! Bj.

      1. Maria Cecília Vasconcelos

        Oi Aline.

        Que bacana. Será ótimo se conseguirmos nos encontrar, afinal em um lugar desconhecido, ter alguém que fale a sua língua já ajuda muito. Vc vai fazer qual curso? Já sabe em qual lugar morar lá?
        Anota meu email, vamos mantendo contato. Estou com a 3RA, vc contratou alguém?
        Segue o email: cissa.ueg@gmail.com

        Abraços!!

        1. Aline

          Penso que precisamos uns dos outros, principalmente qdo não estamos na nossa terra! rs Vou fazer o mesmo curso que Thais – Mkt Management. Estamos dando entrada no processo do visto…torcendo para tudo dar certo! Sobre lugar para morar, estamos seguindo as dicas da própria Thais e da agência: procurar num site chamado airbnb. São aluguéis temporários, só para vc chegar, se situar, e tentar algo fixo. Já te mandei um email. Se vc tiver Face, o meu è Aline Contente Abrante. Me add! Bj.

    2. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Oi, Maria Cecília!

      Antes de mais nada, peço desculpas pela demora pra responder, meus pais vieram visitar e a gente estava viajando pelas Rocky Mountains! :)

      Então, além dos sites, um jeito bem legal de procurar emprego é ir nas career fairs, umas feiras onde vários empregadores se reúnem para selecionar candidatos. É uma coisa comum no Canadá e eu acho muito úteis! No link http://www.careerfaircanada.ca/ você pode ler mais sobre algumas delas, mas existem muitas outras, organizadas pelas prefeituras, faculdades, ongs, etc. Além disso, é muito importante também fazer networking, usando o Linkedin e participando de encontros de profissionais da sua área, que você pode ficar sabendo, por exemplo, pelo site Meetup. Eu vou em alguns e acho bem legais! :)

      O meu namorado está fazendo faculdade e ainda nem começou a procurar emprego. Eu estou fazendo faculdade também mas trabalhando há dois meses… dei a sorte de conseguir o meu primeiro emprego bem na área que eu queria (content marketing), muito em parte por causa do blog tb. Mas corri muuuito atrás! Acredito que conseguir o primeiro emprego aqui é o mais difícil, porque não temos referências canadenses, mas depois do primeiro o resto vem mais fácil. E é bom lembrar que a sua capacidade de arrumar um emprego legal vai depender muito do seu inglês tb, por isso é bom reforçar pra deixá-lo o mais afiado possível! Mas de qualquer forma, uma coisa eu te digo de antemão: necessidade vocês não passam, tem muito emprego pra quem quiser trabalhar, mesmo que como dishwasher ou garçonete, e todos pagam decentemente. É claro que não são as vagas que a gente quer, mas já é uma certeza que a gente não vai ficar na mão se estiver disposta a começar ralando pra se estabelecer na cidade.

      E sobre o fato de as pessoas ficarem julgando e chamando a gente de maluco por fazer uma mudança dessas, é claro que aconteceu com a gente também! As pessoas gostam muito de dar palpite na vida alheia sem cuidar das suas próprias, não dá atenção pra isso não, tem que fazer o que você acha certo e a família da gente acaba aceitando. Tanto eu como meu namorado tínhamos carreiras sólidas e ganhávamos bem no Brasil, mas deixamos tudo pra trás para recomeçar aqui e não me arrependo nem por um minuto. Dificuldades virão sim, mas também a certeza de que estamos fazendo o que é melhor pra gente e pra família que queremos construir. Tem que acreditar e seguir com fé, que tudo se ajeita! A propósito, escrevi um post sobre essa mudança na minha vida, acho que você pode se identifcar e achar útil, se quiser dar uma olhada: http://www.viajadora.com/faz-um-ano-que-deixei-a-minha-boa-vida-de-empresaria/

      Me avise quando vocês chegarem em Vancouver, estamos todos no mesmo barco e é sempre bom fazer novos amigos brasileiros! Conte com a gente para o que precisarem! 😉

      Beijos

      1. Maria Cecília Vasconcelos

        Thais obrigada pela atenção e principalmente, pelas informações. Você é uma graça e espero muito poder te conhecer mesmo, como disse para a Alline, qualquer contato ajuda muito, rs. Acho que a principal dificuldade é mesmo começar a carreira do 0 ai, mas tenho certeza que vale a pena. Os relatos os blogs das pessoas que foram e não se arrependem é o nosso principal motivador, o problema agora é o dólar parar de subir, rs.

        Abraços e obrigada mais uma vez pelo apoio, pode ter certeza que chegando ai venho aqui te avisar – “Oi, cheguei!”

  18. washington

    adorei seu blog.penso em morar no canada,aqui no brasil principalmente rio de janeiro(são Gonçalo ),estar muito perigoso.gostaria de saber quanto custa uma casa no bairro simples ai no canada.se tem escolas publicas para crianças,pois tenho um filho de 13 anos e um de 11 anos,quanto custa escola particular.SOU METALURGICO.TEM ESTALEIRO AI NO CANADA.OBRIGADO

  19. Giulia

    Oi Thais, tudo bem?!
    Eu sei que esse post é um pouco antigo já, não sei nem se você vai ver esse comentário.
    Eu estou me programando para morar em Vancouver, mas não faço ideia de quanto mais ou menos custa o aluguel de um apartamento ai. Você poderia me dizer mais ou menos o valor para alugar um apartamento? Não grande, um apartamento pequeno para duas pessoas.
    Muito obrigada!!!!!

  20. gabriela chaves

    bom dia Thais,

    tambem estou indo para Vancouver em Fevereiro com meu esposo, vi que uma pessoa comentou aqui sobre um curso de inglês que é de graça, vc conseguiu pegar mais detalhes?
    já morei em toronto e lá tinha esses cursos do governo, que pagavamos uma taxa simbolica, vc ja ouviu falar nesse ai em vancouver?

    att,

    1. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Oi, Gabriela!

      A pessoa que comentou sobre o curso de inglês aqui disse que era uma iniciativa da Langara College, mas eu nem procurei mais informações sobre isso, porque mal tô dando conta das aulas do meu curso de college! hehe Mas deve ter os cursos sim, verifica com os colleges e com os community centers, que também têm vários cursos legais e baratos.

      Bjs

  21. Daniel

    Eu concordo com cada palavra que vc escreveu! Eu morei por 1 mes ai em Vancouver, e apesar do pouco tempo, me senti como um canadense, que povo maravilhoso, um estilo de vida perfeito! A estrutura da cidade e a eduçao dos “costies” hahah, sao de extrema qualidade. Ja estou me preparando para voltar e fazer meu Paralegal program pela Cap U.

  22. Arthur Stofeles

    Boa noite Thaís!!
    Seus posts estão de parabéns, perfeitamente escritos e de enorme ajuda para tirar minhas duvidas.
    Eu queria que você pudesse esclarecesse uma duvida minha, neste post você escreveu que em Vancouver “você se sente muito mais seguro”. eu pretendo fazer um college em Vancouver no próximo ano, mas estou muito preocupado no quesito segurança, Vancouver é realmente tão segura assim? Como são os índices de criminalidade na cidade? Assaltos, furtos e outros tipos de crimes que fazem parte do dia a dia de um carioca acontecem com que frequência na cidade? Assim como no Rio existem lugares MUITO perigosos para frequentar em Vancouver? E outra duvida minha é sobre a limpeza da cidade, as ruas de Vancouver são limpas, você já reparou se existe lixo espalhado nas ruas?
    Espero que você possa me ajudar com esse minhas duvidas e de novo quero parabenizá-la pelo seus posts!!
    Muito obrigado!

  23. Deivis

    Nossa! Posso estar completamente enganado mas a primeira foto é idêntica à homestay que fiquei em frente ao Langara college. Era de uma família Filipina. Quanta saudade bateu agora….😕😕😕

  24. Ari

    Olá, estou fazendo pesquisas para ir morar nos EUA, em 2018 quando finalizar meus estudo de artes cênicas. Você pode me dizer se é facil arrumar emprego ai? Um honesto até que eu consiga arrumar um na minha área de atuação/direção.

    Att,
    Ari Morais

    1. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Oi, Ari!

      Vancouver fica no Canadá, e não é fácil trabalhar por aqui sem as permissões de trabalho legais. Você pode ser preso e deportado. Se a sua ideia for mesmo morar e trabalhar por aqui, será preciso considerar fazer um curso de college aqui pra ganhar a permissão de trabalho ou tentar mesmo a imigração.

      Boa sorte!

  25. urgelio carvalho

    oi Thais adorei suas informações, sobre Vancouver, eu morei 10 anos em New Jersey, u.s,a, e voltei para o brasil esta pensando em conhecer Toronto mais vc me balançou, achei Vancouver linda, eu gosto de morar fora do centro da cidade e em casa, gostaria de saber quanto pagaria por uma casa pequena porem confortável, nada de luxo apenas confortável tipo aquela foto de uma cozinha que vc postou acima. não gosto de lugares sombrios, gosto de muita luz e natureza. amei Vancouver gosto de comer bem e de maneira variável. gostei muito continue postando.

  26. Carlos

    Olá Thaís, me tira uma dúvida apenas para termos noção, você gasta quanto mensal para vocês morarem aí, digo em média contando tudo, moradia, comida, essas saidinhas, restaurantes, estou pensando em ir com minha família, eu, esposa, e meus dois filhos menina de 13 anos e menino de 6 anos… queria ter uma idéia para poder me programar para os primeiros meses.

    Sei que não tem crianças mas com o total dos gastos dos adultos eu consigo imaginar com eles juntos.

    1. Adriana Grimaldi

      Olá Thaís, td bem?
      Adorei seu blog, o jeito como vc conta suas experiências, suas dicas, explica tudo de modo muito claro, objetivo e porque não dizer divertido…vc escreve muito bem!
      Tenho lido muitas coisas sobre brasileiros que vão estudar e trabalhar no Canadá e todos acabam tendo o mesmo perfil: pessoas jovens em início de carreira tentando uma nova empreitada. Gostaria de tirar uma dúvida: já que vc vive, estuda e trabalha aí, reparou se pessoas na faixa dos 50 anos conseguem frequentar um College e trabalhar durante e depois do curso? (como vc é bem jovem, provavelmente não conviva com pessoas de DNA mais “avançado” (rs), por isso perguntei se vc REPAROU se isso acontece). Li que o Canadá não exclui as pessoas de escolas e de trabalho pela idade MAS como seguro morreu de velho, pensei: será que na pratica é realmente assim?
      Estou planejando este esquema de College e trabalho para meu filho que vai completar 19 anos ( estamos estudando um curso para aprimorar o inglês dele e um College que tenha o curso que ele quer). Eu pensei em emigrar uns 10/12 anos atras mas na época meu marido não queria de jeito algum( eu estava doida, a língua, o clima, bla bla bla). Hoje o marido se tornou EX e tenho uma vontade imensa de dar uma guinada em minha vida. Só temo ser tarde demais devido a minha idade.
      DESCULPE pelo texto enorme, tipo “esta é sua vida”….só gostaria de saber se vc conhece algum caso como o meu
      Agradeço sua atenção….bjs.

      1. Thaís Freitas
        Autor
        Thaís Freitas

        Oi, Adriana!

        Desculpa a demora pra responder, fiquei super enrolada aqui com trabalho/estudos/blog!

        Então, entendo o seu receio em relação à idade! Aqui com certeza é melhor do que o Brasil, pelo que andei lendo e vendo, o pessoal aqui muda de carreira várias vezes ao longo da vida, então não existe tanto preconceito em relação à idade. No college a maioria dos alunos, claro, está na faixa dos 20 anos, mas tem gente de todas as idades… meu namorado mesmo estava comentando aqui que estava fazendo trabalho em grupo com duas pessoas de 40 e poucos anos no curso dele.

        Acho que o principal pra trabalhar aqui – e isso é pra qualquer idade – é correr muito atrás, fazer networking, ter disposição e, principalmente, falar bem inglês. Quanto melhor o seu inglês, melhor o emprego que você pode arrumar, então recomendo muito dar uma reforçada no idioma.

        No mais, é confiar que vai dar tudo certo e vir com coragem! Tudo acontece na hora que tem que acontecer, o importante é fazer por onde e ter coragem pra enfrentar. 😉

        Estarei torcendo para que os seus planos deem certo! E se quiser voltar aqui depois pra dizer se veio mesmo para o Canadá, vamos adorar saber! 😀
        Boa sorte!

        bjs

  27. Anna

    Oi Pessoal, tudo bem?
    Estou adorando o blog, os posts e os comentários. Estou me preparando para estudar em um college no Canada a partir de Julho de 2016. Estou na fase final de escolher entre Langara ou British Columbia Institute of Technology. Ja li todos os posts sobre o assunto, mas ainda não consegui me decidir. Thais, o que você recomenda para a decisão final? Obrigada desde já!!

    1. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Oi, Anna!

      O BCIT também é conhecido como uma ótima instituição de ensino. Acho que a sua escolha, nesse caso, tem a ver com qual curso você gostou mais, o preço e a conveniência pra vc, porque ambas as faculdades estão no mesmo nível em termos de qualidade e reputação.;)

      Bjs!

  28. Enna

    Oi Thaís! Seu blog é MUITO bom, de verdade!

    Uma pergunta de pessoa gordinha (adoro comer, rsrs): Onde é esse seu restaurante favorito? Tem outras dicas de comida boa e barata aí em Vancouver?

    Obrigada!!!

    1. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Oi, Enna!!

      Que legal que gostou do blog!! Então, eu também AMO comer, entendo perfeitamente a sua pergunta! rsrs
      O restaurante do post é o grego Stefos, que fica na Davie Street. Tem pratos fartos, o ambiente é legal e a comida é barata, mas já deixou de ser meu favorito depois que descobri muitos outros restaurantes por aqui. Meu favorito no momento é o Patrón – Tacos & Cantina, um restaurante maravilhoso de comida mexicana que fica na Robson Street. Vou fazer um post só com as dicas de restaurante muito em breve, continua acompanhando o Viajadora que já já postaremos! 😉

      Beijos

  29. Sueli

    Ola Thais estou para viajar para Vancouver apenas como um passeio de uma semana, mas lendo seu blog, me encantei pela cidade, nunca sai de São Paulo, mas agora aposentada apesar de ter ainda um dos filhos menor, gostaria de saber, se você conseguir me informar, seria muito difícil eu começar uma nova vida ai?
    Inicialmente visitando e futuramente morando, me encantei com suas informações, será muito difícil me tornar parte desse lindo lugar?

    1. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Oi, Sueli!

      O Canadá tem diversos programas de imigração, mas é preciso se encaixar em vários requisitos para ser aceito. A minha dica pra você seria fazer um curso de inglês de 6 meses ou mais no país, que aí você teria a experiência de como é morar aqui, pra ver se gosta realmente e se vale a pena passar por todo o processo de imigração. Que tal? 😉

      Boa viagem e aproveite muito Vancouver que a cidade é maravilhosa!

      Bjs

  30. Sueli

    Muito obrigada Thaís quero aproveitar esse passeio de uma semana ao máximo, e me organizar para tal curso, estou sempre olhando seu blog e ja recomendei a minha filha pois vamos juntas nesse passeio, quando eu estiver ai tentarei te contar como esta sendo bjs, obrigada

  31. Mariana

    Vou fazer um intercâmbio para Vancouver e ler isso me deixou com mais certeza ainda de que aí é meu destino mesmo!

  32. Sueli

    Ola Thais Freitas como havia te dito fui com minha filha e uma amiga passear em Vancouver, que lugar lindo,que lugar apaixonante, o respeito dos condutores de ônibus, as informações que o ônibus fornece a cada ponto, o respeito com a entrada dos passageiros, o Stanley Park, o Aquariun , a Ponte Suspensa de Capilano, fiquei em um hotel perto da Montain Grouse, conheci vários lugares, andei muitooooo, inicio de noite que mais parecia tarde ainda, chegava quebrada no hotel, realmente é um lugar que nos faz pensar muito em ficar pelo pouco que consegui ver,talvez para alguns ela não seja essa maravilha toda, talvez eu só tenha visto o que me encantou, mas dizem que a primeira impressão é a que fica e a que ficou pra mim foi muito boa, amo meu Brasil, é meu lar , mas infelizmente as impressões deixadas não são boas , por isso amamos o respeito que podemos perceber em uma coisa tão simples que é em um transporte publico, a boa impressão já começa por ai. Um dia te digo se vou tirar umas férias de 2 ou mais anos em Vancouver, beijos e tenha uma maravilhosa vida nessa linda cidade.

  33. Fernanda

    Olá, Thais! Chego em Vancouver dia 30/07 (morrendo de ansiedade) e ficarei em mês. Farei intercâmbio na ILAC e durante o tempo livre que aproveitar muito bem (devido ao pouco tempo que terei nessa cidade linda!). Tem algumas dicas de lugares, tipo seu top 10? Hahahahaha Quero aproveitar muito!
    Beeijos!

  34. Isabela

    Ualll que demais!
    Sempre tive o sonho de fazer um intercâmbio em Vancouver. Essa cidade é apaixonante!
    Excelentes fotos e matérias, parabéns!!!

  35. Tânia

    Bom dia Thaís, adorei suas informações, moro no Brasil e gostaria de saber se eu e meu marido poderíamos morar aí sem problemas se apenas nossos dois filhos (10 e 14 anos) estiverem estudando em alguma escola de Vancouver. Por enquanto é um plano, e no caso teríamos dinheiro para nos sustentar durante todo o período sem precisarmos trabalhar, a não ser no meu caso que sou artista plástica e faria de forma autônoma. O ensino púbico é de qualidade ai? Seria fácil conseguir visto neste caso?

    Aguardo suas informações

    Abraços.

    1. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Oi Tânia!
      Então, até onde eu sei, o que dá direito a visto pro Canadá é um dos cônjuges fazer um determinado tipo de curso aqui (college, mestrado ou doutorado), aí o outro cônjuge ganha o visto de trabalho e as crianças têm direito a estudar em escola pública, que é de muito boa qualidade no Canadá. Botar as crianças pra estudar aqui não dá direito a visto para os pais. Mas de qualquer forma, seria bom você ver com uma agência de intercâmbio só pra ter certeza das possibilidades. Se quiser te passo o contato da agência que eu recomendo!
      Bjs!

    1. Tânia

      Maycon, eles usam o dólar Canadense que hj vale em torno de R$2,50. Agora o valor de um apartamento para comprar ou alugar? Moro no Brasil e não conheço o Canadá, mas andei pesquisando porque gostaria que meus filhos estudassem la, um plano para o futuro. Para alugar vc encontra entre 700 e 2000.00 dólares, depende do Bairro, porém parece que todos os bairros lá são bons e com transportes que funcionam muito bem. Para comprar acho que vc deve encontrar a partir de uns 300.000,00 dólares. Pesquisa na internet, vai encontrar muitas informações. abraços

  36. Suely

    Estou sonhando em ir morar no Canadá,mas tenho duas filhas adolescentes,será que consigo escola pública,para elas estudarem aí?Estou fazendo um cursinho de inglês.gostaria de ir para trabalhar eu meu esposo,aqui no Brasil somos funcionário público,eu sou professora da educação infantil e ele agente penitenciário sócio educador,será que conseguiremos visto para imigrar ? Obrigada um abraço

    1. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Oi, Suely! Se uma das pessoas do casal vier estudar em Vancouver (college, pós-graduação, mestrado ou doutorado), o outro cônjuge ganha a permissão pra trabalhar full-time e os filhos podem frequentar a escola pública grátis. E aí, com experiência de estudo e trabalho na área de estudos no Canadá fica mais fácil ser aceito no processo de imigração. Você já chegou a pesquisar os cursos aqui? É um investimento alto, mas vale a pena se a intenção é imigrar.
      Bjss

  37. Junior

    Ola Thais
    Seu comentários me deixaram com uma vontade muito grande em deixar o Brasil. Segurança publica está de mal a pior.
    Vou aproveitar de sua boa vontade e educação. Seria possível eu conseguir um Intercambio pra dar uma melhorada no meu inglês e com isso conseguir um trabalho de meio período? Isso não seria o sufi cinte para pagar as contas né? Sou concursado aqui ha 12 anos casado e sem filhos.
    Muito obrigado e que sua vida seja cheia de felicidades!

    1. Thaís Freitas
      Autor
      Thaís Freitas

      Oi Junior!
      Pra poder trabalhar legalmente em esquema de meio período no Canadá você precisa estar matriculado em um college ou university (bacharelado, pós-graduação, mestrado ou doutorado), já que só intercâmbio de curso de inglês não dá mais a autorização de trabalho por aqui. Sobre pagar as contas, acho difícil, a não ser que você viva bem apertado, o que imagino que você não queira, né? Minha dica seria se planejar direitinho e trazer uma reserva de dinheiro, até porque você precisa comprovar que tem o valor mínimo necessário pra eles te darem o visto também.
      Boa sorte e que tudo dê certo nos seus planos!
      Bjss

  38. Karina

    Olá Thaís,
    primeiramente parabens pelo seu blog, tem tirado muitas duvidas em relação ao Canadá. Ainda tenho uma duvida que não consegui tirar mesmo lendo os comentários e suas respostas.
    Pretendo ir para o Canadá com a minha filha de 10 anos, mas meu inglês tá um intermediário quase básico rsss
    O que eu gostaria de saber é se posso tirar um visto para estudar inglês aí, e depois já me inscrever no college sem haver a necessidade de voltar pro Brasil? Eu estava pretendendo fazer o curso de inglês, depois o Pathway + College, mas vi no site oficial do governo canadense que não é mais permitido isso, que agora é um visto pro Pathway e um para o College.
    Não quero ter que sair do país para continuar os estudos. Planejo fazer o inglês , dai o college e uma pós (tudo sem sair dai) será que pode?
    E no caso da minha filha, eu indo primeiramente para o curso de inglês da a ela o direito de estudar em uma escola pública?

    Me desculpe essas perguntas, mas não encontro nada falando a respeito dessa situação.
    Grata pela atenção.

  39. Priscila Olivia

    Oi!Amei o post ,queria saber como vcs foram para o Canadá,visto de estudantes ou a trabalho,e é difícil conseguir um emprego em vancouver, porq eu simplesmente me apaixonei pela cidade?

    1. Mariana Yusim
      Mariana Yusim

      Oi, Priscila,
      A Thaís foi com visto de estudante, mas depois conseguiu trabalho. No blog temos uma série de posts que ela fez contando tudo isso. Dá uma olhadinha. Esperamos que ajude! Bjs! :*

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>